Desabfos de uma mente perigosa!

Vocês não me conhecem muito bem, mas se eu começar a falar, vou escrever sobre o quão dificil é para mim escrever. Essa é a coisa mais dificil que eu já tive que escrever. Não há um jeito fácil de dizer isso, então, eu vou simplesmente dizer.


.Eu sempre fui uma pessoa aberta para o amor. Para falar a verdade, durante muito tempo eu vivi um tórrido caso de amor (comigo mesma), ate o dia em que decidi parar com a palhaçada. Estar sempre à disposição do amor causa danos quase que irreparáveis e, foi exatamente isso que aconteceu. Decidi mudar, já estava mais do que na hora.

Passei a utilizar os homens como se fossem minhas calcinhas: fazia coleção delas, usava e ao enjoar, jogava fora e comprava outra. Assim eu fazia. Não que eu tenha tido muitos homens em minha vida ou em minha cama (foram pouquíssimos), mas um não tinha o que eu queria, o outro queria demais e assim eu ia me enchendo o saco.

Decidi me fechar mais ainda. Eles não só não fariam parte de meu coração e minha mente, mas como também estariam excluídos de minha vida. A partir de agora eu os utilizaria quando, para o que e onde eu quisesse.


Tudo na vida cansa. Aliás, viver de verdade cansa. Às vezes eu desejo ser um manequim, daqueles de loja, que ficam parados sendo observados por todos, mas na verdade, eles servem apenas para modelar roupas sobre seu corpitcho. Eu cansei. Cansei de usar e no fim também me sentir usada. Cansei de querer alguém à noite para ter em quem pensar e de parar de simplesmente fazer sexo.

Não que fazer sexo seja ruim, mas o simplesmente é que pega. O sexo é bom quando tem algo a mais, e eu não me refiro a amizade e confiança. Eu apenas cansei, mas apenas cansar não fazia a mínima diferença e não era o suficiente, pois, se as minhas atitudes não tivessem um porque além de agradar a mim mesma, de nada adiantaria meu cansaço.

Então, em meio à minha confusão mental eu conheci alguém. Á princípio as minhas atitudes eram as mesmas. Eu era a mesma pessoa fria e distante de sempre. Essa situação se arrastou por um certo tempo até que a minha máscara caiu. Eu não conseguia mais suportar ser a pessoa que eu era. Me sentia uma megera e isso me fazia mal, não só a mim, mas a quem estava tentando, mesmo que aos trancos e barrancos, estar ao meu lado.


Fui vencida. Aos poucos, inconscientemente fui amolecendo e deixando de ser a megera que sempre, ou quase sempre eu fui. Acredito que relacionamentos sejam feitos de cessões. Cada um cede um pouquinho de um lado e no fim tudo dá certo. Não que eu tenha mudado por causa de ninguém, mas me permiti perder alguns medos ou manias que eu tinha para me proporcionar um pouco de felicidade. Lá veio o maldito “me” de novo no meio da história, né? Mas é que se eu disser que mudei por alguém, brigam comigo. Enfim, acho que mudei um pouco, temporariamente, porque achei que era o melhor para mim naquele momento, mas não vejo real motivo para continuar sendo uma menina boazinha se o que me mantinha na linha se perdeu.


Agora, a pergunta que não quer calar. Onde começam e terminam os relacionamentos? O que é um relacionamento e o que neve constar nele para este ser existente?

Assim, não que eu ligue para títulos, pois eu não ligo mesmo, mas quando alguma coisa começa? Aliás, melhorando, o que fazer quando ela termina?

Eu não curto muito relacionamento mentira, esse é o meu lado safada falando, eu adoro namorar, apesar de ser meio monótono, mas acredito que não seja muito difícil se desvencilhar de uma pessoa querida. O mais difícil é se desvencilhar do relacionamento, da rotina, do carinho, do título e outras coisas.


Enfim, eu mudei, não sei se para melhor ou se para pior, só o tempo vai dizer, mas posar de forte a todo o tempo me custa muita energia e paciência. As pessoas pensam que só porque eu sou uma mulher quase completa (em breve eu perderei meu último medo, em homenagem à Sexy, também, depois do safanão que ela me deu...), eu não choro, não sofro, não gosto de ser amada dentre outras coisas. Já ouvi muita barbaridade por aí e por isso resolvi escrever. Em muitas coisas eu posso ter o cérebro “masculinizado”, mas não quando se trata de agradar a quem eu gosto. Lavo, passo, cozinho e faço estrepulias, mas só para quem merece e isso, é só 1/3 do que sou capaz.


Assumir algumas coisas sempre vai ser muito difícil para mim, uma delas é dizer que eu me envolvo. Também que eu me apaixono e sinto saudade. Putz, quantos problemas a ausência desta simples palavra já meu causou, mas isso, já é outra história...


“Eu sou quem eu sou, eu sou quem você quer que eu seja. Posso ser mil ou apenas uma só, o importante é não deixar de ser... sua!”


Desabafos de uma mente perigosa...

Beijoselambiidas, Flux

Marcadores: , 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Secret Wishes


Achei a foto acima lindíssima, por isso resolvi colocá-la aqui...

Eu sempre fui uma pessoa muito ligada a segredos. Acho as pessoas misteriosas encantadoras e interessantes. Além de tudo, sou curiosíssima. Não resisto a um cara charmoso e que não saia por aí contando suas façanhas ou conquistas.

É como dizem por aí “o segredo é a alma do negócio!”.



Nada me intriga mais do que desvendar os segredos mais escondidos de um homem. Ver em seus olhos que eu estou chegando tão fundo que ele quase sente desconfortável, mas mesmo assim, não se incomoda. Aquele que me deixa prosseguir sem medo e, no fim, sente um leve agrado por alguém ter realmente descoberto quem ele é de verdade.



Não sei de onde vez esse meu prazer. Acho que é pelo fato de eu nunca ter mostrado a ninguém quem eu sou de verdade. Nem sexual ou emocionalmente... Enfim, esse post ta ficando muito meloso, então, vamos logo para os finalmente!

A pesquisa dessa semana me rendeu boas risadas, embora eu tenha descoberto que, no fundo, por mais cafageste que o cara seja, ele tem um lado romântico, e eu não gosto disso.

A pergunta foi a seguinte: Se você encontrasse com a mulher que você mais quis pegar na vida e não conseguiu ou sabe que nunca conseguirá e ela te concedesse 3 desejos sexuais realizados plenamente, quais seriam esses desejos?



Negão: Ela ia ter q engolir o meu pau e meu saco junto, e ela poderia tossir a vontade, não importa se engasgar, lacrimejar, sem problemas. Depois, sexo anal com força, diversas posições e sem me empurrar, me deixando a vontade e gritando que está doendo; e o ultimo seria uma gozada na boca... Engolindo tudo sem xororô e olhando pra mim depois de engolir...Arrotar e pedir mais.

Comentário da Flux: Esse seu lado eu não conhecia, Nego! Precisamos aprimorá-lo!



Dan: um strip fodão, engolira até o fim (se é q você me entende! uie), e soltar o brioco sem frescura.

Comentário da Flux: Menino bonzinho, não quer nada de especial... Solta essa mente, filho!



Usuário Anônimo 1: sexo anal oral e se veste de tigresa.

Comentário da Flux: Ficou incompleta, né, filho? Mas, mesmo assim... Se vestir de tigresa? Aff, hahaha, mas cada um com suas fantasias, né Tesão?



Alexandre: pegar você dentro do meu carro deixando você totalmente peladinha. Depois você me chupar até eu gozar e por último, levar você pra praia e ali a gente transar até eu não agüentar mais.

Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Espanhola
Gatíssimos do meu coração!!! Bom, primeiro eu queria dizer que eu vou M-A-T-A-R o senhor Leandro. Como é que esse menino tem a coragem de revelar os segredos de duas mulheres tão distintas?
Segundo, vim fazer meu serviço aqui e postar por hoje. Vi um vídeo muito legal sobre algumas coisas que nós, mulheres, fazemos para agradar os homens e não sentimos prazer nenhum.
Enfim, não estou muito a fim de falar hoje, aliás, estou com dor e muito chateada...

Beijoselambidas, Flux!


video
Marcadores: 0 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Segredos das Meninas do Secrets


E ae, cuecada! Sei que estou sumido, mas ando trabalhando demais e a vida ta meio corrida. Em meio a tanto trabalho, tenho tempo para uma biritada de vez em quando, e tive o prazer de fazer isso com as minhas duas parceiras de ménage ( só no blog, que pena!), Sexy e Flux, em um barzinho aqui por perto. Bom, o resto vocês já podem imaginar e, como nossas três mentes funcionam em sintonia, e não para o bem, coletei algumas verdades das moçoilas para vocês. Sinto que vou morrer por isso!

Primeiro a Flux, em seu mais alto estado de “eu estou bem”, contou-me dez coisas que a faz perder a linha na cama e outras dez que a faz perder a vontade...

1) Pega-la pela cintura


2) Encostá-la na parede com vontade e beijar da orelha até o joelho


3) Elogiá-la ao pé do ouvido (O cúmulo do narcisismo)


4) “O peso certo da mão” (Preferi não perguntar o que era isso)


5) Oral muiito bem feito (Apesar de ela dizer que não gosta)


6) Dizer que o oral dela é muito bom (Só bom não adianta, haha)


7) Papo de cama entre uma rodada e outra (E que ele consiga dar mais de uma)


8) Que ele fique com cara de babaca enquanto olha para ela, mas não pode ser nada romântico, e sim sexual. (Se for romântico, parece coisa de casal apaixonado, coisa da qual ela não assume, mas tem pavor!)


9) Que tenha um bom rebolado (Isso soou meio gay)



10) Ser inteligente e saber conversar sobre qualquer assunto (Será que esse qualquer inclui a guerra da Bósnia?)


A Flux não gosta quando:


1) Que perca horas no sexo oral (A mina não gosta, fazer o que?)


2) Cheiro ruim (Banho faz bem)


3) Que se ache muito bom de cama


4) Homem que fique calado e não expresse seu tesão (Aquela coisa mais ou menos, sabe?)


5) Homem preguiçoso na cama (Ta com sono, vai pra casa e dorme!)


6) Romantismo excessivo (Para a gata, se for nenhum já ta bom, mas muito, não rola)


7) Homem que fique sempre na mesma posição, parecendo aleijado!


8) Homem que enfie a língua na orelha (Corta tesão!)


9) Que passe dos limites passando a mão ou mexendo onde não deve (Parece que um anal com ela, nem pensar! Lá se vão minhas fantasias.)


10) Que force sua cabeça na hora do oral (Nessa hora, é ela quem manda!)



De brinde: Homem que goste de dar tapa de pau na cara. (AH, isso é maneiro, vai!)



A Sexy também teve o seu momento “eu to legal” e parece que falou um pouco demais...

Coisas com as quais ela perde a linha:



1) Definitivamente ser inteligente. Não há nada que me excite mais do que um homem que fale um português correto e saiba discutir sobre carros, filmes e futebol.


2) Saber fazer charme. Um segredinho é mais bem-vindo do que mil citações sobre si mesmo.


3) Falar coisas bonitas ao pé do ouvido. Sim, eu sou romântica, meu bem.


4) Um bom beijo acompanhado de um bom toque. (Se quer uma dica, comece pelo rosto, depois nuca, e fique nas costas. Homem que quer pôr logo a mão na bunda perde a graça, embora eu saiba que a minha é linda!)


5) Puxão de cabelo. Isso é como me deixar vulnerável a qualquer outra coisa que você quer fazer comigo.


6) Sexo oral bem feito. Nada melhor, Ever!


7) Mordidinhas pelo corpo também são bem vindas.


8) Discutir sobre fantasias sexuais na cama


9) Novas posições, novas experiências.


10) Que me levem à lugares diferentes.



Coisas com as quais a moça murcha:



1) Mal cheiro


2) Falar coisas chulas


3) “Nomexinhos carinhoxinhos” na cama


4) Homem que quer tudo de uma vez só


5) Se fazer de difícil e querer complica as coisas. (Quantas vezes eu tenho que mandar homem parar de complicar tudo!)


6) Me ignorar e não ouvir o que falo (Eu falo muito mesmo!)


7) Má vontade (não rola, xuxu)


8) Tentar me usar pra contar vantagem aos amigos (a última pessoa que tentou teve que mudar de amigos de tão sem graça que ficou...)


9) Vergonha (Quer, fale! Se ficar quieto, vou achar que você não que nada!)


10) Homem que se acha o garanhão. (COITADO!)


Bom, para os curiosos de plantão, aí estão os Secrets Reveries das donas do pedaço. Até a próxima ou até o meu enterro!





Marcadores: 2 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
O definitivo manifesto masculino!

Ai, ai... Acho incrível como a maioria dos homens acham que sabem tudo. Algumas mulheres se colocam na posição de contrariá-los, e foi isso que a Kátia Flávia fez...
Desculpe, querida, mas tive que roubar e, como ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão e você roubou do Mentevaziaéoficina, eu capturei de você! Adoreiiii! *As afirmações em vermellho, são de um homem, já as em roxo, da Kátia F. Deposi coloco as minhas, mas estou com muita dor de cabeça e vou deitar!(sozinha)*

Beijoselambiidas, Flux!


1) Se você pensa que está gorda, é provável que você esteja gorda mesmo. Não nos pergunte. Se perguntar, responderemos a verdade. Não reclame depois.
Se você pensa que é o rei do sexo oral, que supera o Kid Bengala é provável que você esteja enganado mesmo. Não nos pergunte. Se perguntar, responderemos a verdade. Não reclame depois.

2) Se você não se veste como as modelos de roupa íntíma, não espere que nós nos comportemos como os galãs das novelas.
Se você não tem higiene e cuidado com suas partes íntimas, não espere que nós nos comportemos como atrizes de filme pornô.

3) Se você quer algo, peça. Deixemos isto claro: as indiretas sutis não funcionam. As indiretas diretas não funcionam. As indiretas muito óbvias também não funcionam. Diga as coisas exatamente como elas são. Se você nos tratar como imbecis, nós lhe trataremos como uma estúpida.
Se você quer algo, faça. Deixemos isto claro: não somos a sua mãe para lavar as suas cuecas sujas. Se usamos indiretas para vocês é para não constrangê-los em frente aos outros. Se a gente precisa desenhar para vocês entenderem, a culpa não é nossa. Se você nos tratarem como estúpidas o trataremos como imbecis.

4) Se você faz uma pergunta para a qual não quer resposta, não fique puta da vida ao ouvir o que você não quer. Pense antes de perguntar tolices.
Se você faz uma pergunta para a qual não quer resposta, não fique estressado. A gente certamente irá mentir para você. A gente não é burra de entregar os pontos, mesmo sob pressão. Temos uma capacidade milenar de poder enganá-los.


5) Às vezes nós não estamos pensando em você. Nada está acontecendo. Por favor, acostume-se a isto. A vida é assim. Quando ficamos quietos por algum tempo não nos pergunte no que estamos pensando, a menos que você esteja pronta para falar de temas como política, economia, futebol, informática, bolsas de valores, carros off-road, guerra no oriente médio ou outro assunto que você não entende absolutamente merda nenhuma.
Às vezes, enquanto transamos, nós certamente não estamos pensando em você. Nada está acontecendo. Por favor, acostume-se a isto. A vida é assim.


6) Domingo = Cerveja + Amigos + Futebol na TV a cabo. É como a lua cheia ou a maré. Não pode ser evitado nem cancelado.
Domingo = passeios, shoppings, compras, família. É como a lua cheia ou a maré. Não pode ser evitado nem cancelado. Normalmente somos assediadas por outros enquanto você vê tv a cabo em casa com seus amigos e bebe cerveja.

7) Nós homens nascemos com uma natural habilidade para trepar todo dia, peidar, jurar em falso, consumir quantidades enormes de bebidas alcoólicas, mijar na tábua do vaso sanitário, jogar futebol e coçar o saco em público. Você sempre soube muito bem disso. Portanto conforme-se.

Nós mulheres nascemos com uma natural habilidade para trepar todo dia, juramos em falso também, consumimos o seu cartão de crédito na mesma quantia em que você ingere bebida alcoólica, mija na tábua do vaso sanitário e joga futebol.

8) Ir ao supermercado definitivamente não é divertido, e nunca vamos considerar dessa maneira. Vá sozinha!
Fazer sexo anal definitivamente não é divertido, e nunca vamos considerar dessa maneira. Quem sente prazer nessa região são os homens. Inove e faça em você!


9) Quando temos que ir a algum lugar, absolutamente qualquer coisa que você vestir está bom. De verdade.
Ir em qualquer lugar com a camiseta do seu time e chinelo não está bom. De verdade.

11) A maioria dos homens tem 3 ou 4 pares de sapatos. O que diabo faz você pensar que nós sabemos qual dos 48 pares que você tem vai melhor com aquele ridículo vestido vermelho com bolinhas azuis? Nós temos mais o que fazer, mulher desocupada!
O que faz você pensar que temos que separar, lavar, passar e guardar as suas roupas? É obrigação dar uma opinião. É fato.


12) Não ligue se estivermos "secando" sua irmãzinha com uniforme de escola. É a nossa natureza "Rodriguiana"...
Não ligue se um dia você descobrir que seu irmão mais novo e mais velho já nos assediou e disseram que fomos fontes de inspirações nas suas noites.

13) Um simples "sim" ou "não", são respostas perfeitamente adequadas para 99,99% das perguntas. Entenda isso de uma vez por todas.
Lembre-se disso quando falarmos: "não quero você falando com a Amanda". "sim, você está fedendo a cerveja." e "não, hoje eu não quero saber de você."

14) Venha a nós com um problema somente se você quiser nossa ajuda para resolvê-lo. Não nos peça empatia como se nós fossemos uma de tuas amiguinhas.
Retire da nossa responsabilidade os 99% dos problemas que temos que resolver para vocês.


15) Quer nos agradar fácil-fácil? Fique pelada e com uma latinha de Skol bem gelada. É tiro e queda. Nenhum homem resiste
Quer nos agradar fácil-fácil? Termine sempre o que começou mesmo que você tenha terminado a sua parte.


16) Não atrapalhe quando estamos olhando uma bela bunda que não seja a sua. Deixe-nos cobiçar, é genético.
Não tenha pítis quando estiverem olhando a nossa bunda. Deixe-os cobiçar, é genético.


18) Uma enxaqueca que dura 17 meses é um problema muito sério. Melhor você procurar um médico imediatamente. Do contrário vamos comer suas amigas!
Se uma enxaqueca dura 17 meses meu filho, procure você um psicólogo, alguém está dando para os seus amigos!

22) Nossa visão só é mais evoluída que a dos cães, que vêem tudo em preto e branco. Nós homens, vemos não mais do que 16 cores. Salmão é definitivamente um peixe, mostarda sempre será um tempero de cachorro quente, berinjela, um legume. Nunca, jamais serão cores.
Desculpa se a gente tem uma visão bem além de RGB.

24) Não existe coisa mais nojenta e repugnante que calcinhas penduradas pelo
banheiro. Já ouviu falar em uma coisa chamada varal ou secador?
Não existe coisa mais nojenta e repugnante que lavar as suas cuecas. Já ouviu falar em água e sabão?


25) Já que você se incomoda tanto, pare de reclamar e aprenda a usar a merda do assento do banheiro. Se estiver pra cima, ponha-o para baixo e vice-e-versa. É fácil para você também.
Faça xixi sentado, não custa. Assim ninguém ergue ou abaixa.

26) Entenda de uma vez por todas: Não é sacanagem nossa. Por razões fisiológicas masculinas é impossível acertar o vaso sanitário na primeira mijada do dia. É mais fácil você pegar um pano e limpar do que reclamar.
É mais fácil você pegar um pano e limpar do que reclamar.

30) Não use sutiã e calcinha de cores diferentes. Já é bastante difícil concentrar-se e fingir não perceber estes buraquinhos na sua barriga e as estrias na coxa.
Hellooooooo! Cueca bege, azul bebê, folgada e sem elástico é tão sexy! Sem contar no seu produto quando dormente não é os dos mais motivadores. Se olhe no espelho!


31) Quando vemos uma ex-namorada gostosa, fantasiaremos sobre fazer sexo com ela novamente. Mas não se preocupe; a fantasia inclui você.
Quando vemos um ex-namorado gostoso, fantasiaremos sobre fazer sexo com ele novamente. Mas não se preocupe; a fantasia inclui você.

33) Em hipótese alguma corte ou pinte seu cabelo com cores exóticas. Cabelos longos sempre são mais atraentes que os curtos e todo homem sabe que mulher casada ou comprometida que muda de penteado é como homem casado comprando cueca, ou seja, traição em andamento.
Em hipótese alguma deixe a sua barba por fazer. Em partes sensíveis elas parecem lixa.


34) Nunca nos pergunte: "Você me ama?" Você pode não gostar da resposta.
Não se preocupe em perguntar: "Você me ama?" A gente tem capacidade para ser convincente.


35) Gravidez não é desculpa para não dar pro teu homem. Nos primeiros 3 meses pode-se tudo sem problema: "ipsilone duplo", "frango assado", "upa-upa cavalinho", "canguru perneta", etc. Do terceiro mês em diante a posição "cachorrinho" ou "de 4" é anatomicamente perfeita. E definitivamente, não. O pênis não cutuca nem incomoda o bebê.
Pela manhã, amarre uma melancia na sua barriga, ande com ela o dia inteiro e a noite vá transar. Depois de fazê-lo, discutiremos este tópico.

39) Agora a última e mais importante dica: Todos nós, homens somos completamente loucos por sexo oral. Nós adoramos que as mulheres chupem demoradamente a nossa pica. Todo dia, de preferência pela manhã pois sempre acordamos com muito tesão. E engula, não cuspa depois sob hipótese alguma! Nosso leite é um líquido precioso e cobiçado. Não o disperdice. Se você não beber, outra com certeza o fará. Depois não reclame. Se você não gosta de cair de boca na vara do teu macho, finja que gosta e faça! Esta é uma dica preciosa, se você segui-la à risca, teu homem nunca vai te trocar por outra.
Para nós mulheres, o sexo oral é tão importante como para vocês. Nós adoramos quem realmente sabe fazê-lo. Todo dia, de preferência pela manhã pois sempre acordamos com muito tesão. E faça-o até terminarmos. Se você não o fizer, outro com certeza o fará. Depois não reclame. Se você não gosta de cair de boca em sua mulher, finja que gosta e faça! Esta é uma dica preciosa, se você segui-la à risca, tua mulher nunca vai te trocar por outro ou outra.

Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Fondue, Suor e Sexo!



Putz, quem mora no Rio sabe que quinta-feira fez um calor INFERNAL (o capeta devia estar orgulhoso!), então, eu e minha vizinha resolvemos fazer um fondue de frango bem levinho para nossos respectivos, com direito a pudim de sobremesa para levarmos um papo agradável.   
Deu tudo certo, se não fosse pelo fato do meu respectivo convidado de honra ser chamado às pressas ao homem da capa preta para depor (assim ele disse!). Bom, como o convidado dela compareceu, até antes do esperado, não desmarcamos nada e ficamos os três lá: o swingueiro, a vizinha e a vela (euzinha aqui, vela de chocolate!).  
Estava tudo bem, o papo estava interessante, mas eu estava começando a me sentir mal com aquela situação toda, eles querendo se beijar e eu ali no meio... Então, catei meu celular (companheiro de todas as horas!) e fui para a sala, sentar no computador, na intenção deixá-los a sós.   
Alguns minutos após isso, ouvi uma cadeira cair no chão e pensei – “Ih, a coisa ficou quente ali!” , quando, logo depois, para a minha surpresa, os dois atravessam a sala de mãos dadas, dizendo – “ Vem, Flux, eu vou comê-la todinha e você vai assistir!. Dá pra imaginar que meus pobres olhinhos pequeninos se arregalaram, né?
- Não, gente, obrigada, mas estou bem aqui. Estou tentando escrever um post e vou comer um pedaço de pudim!   
O swingueiro me responde:  
- Para de fogo, Flux. Eu sei que você quer ver.  
- Posso assistir comendo pudim? - sorri como criança.  
- Pode, mas vem logo!  
Dirigi-me calmamente à cozinha, onde cortei um pedaço de pudim e fui para o quarto. Ao chegar na sala, reparei a porta aberta e, mais dois passos, estava ele encostado na parede e ela chupando com vontade. Recostei-me na poltrona vermelha do quarto dela, onde observava de perto os movimentos dos dois. Tapas na cara, fode daqui, fode dali...   
Foi, sem dúvida, uma experiência interessante. Após o fim(o fim não, pois a maldosa da minha amiga não deixou ele chegar até o fim), ficamos os três deitadinhos na cama conversando, levando-se em consideração que o meu amigo swingueiro, achando que estava no swing, meteu a mão no meu peito enquanto beijava a outra e achou que eu fosse deixar... Ai, ai...  
Experiência memorável, embora se fosse outra mulher e não minha querida vizinha, eu talvez entrasse na brincadeira. O primeiro passo já foi dado, agora, PRECISO URGENTEMENTE CONHECER UMA CASA DE SWING, FOR HOLY CHRIST!  
*RECADINHO PARA O AUSENTE: VIU O QUE PERDEU, SENHOR C.? DA PROXIMA VEZ EM QUE LHE CHAMAREM PARA UMA COMIDINHA RÁPIDA (COM TROCADILHO!), COMPAREÇA!*  
EM TEMPO: A performance do meu amigo (coitado!) nem foi tanta coisa assim. Achei que fosse melhor... No fim ele me perguntou o que eu havia achado e, eu, com a minha carinha mais maliciosa respondo: ”Sinceramente, achei que você fosse melhor!”- o cara murchou na hora, mas mamãe ensinou que mentir é feio e eu sou boa menina, quero ir para o céu! Beijoselambiidas, Flux!
Marcadores: , 2 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Piadinhas Sacanas 1
O Joaozinho entra no quarto e pega a mãe fazendo a famosa posição sexual:
Cavalgando' no seu pai. Joaozinho surpreso, sai correndo.
A mãe assustada, se veste e vai atrás do filho, preocupada com o que o
garoto tinha visto.
Joaozinho então pergunta a mãe:

- O que a senhora e o Papai estavam fazendo ?
Surpresa, a mãe logo pensa em uma desculpa:
- Ora - disse ela - Seu pai tem uma barrigona e eu estava tentando
achatá-la !!!
- A senhora está perdendo seu tempo! - disse Joaozinho- Por que ? -
perguntou a mãe e intrigada.
- Toda vez que a senhora vai pro shopping a vizinha vem aqui se ajoelha e
assopra tudo de volta !


Um brasileiro, um argentino e um português se perdem no Alaska.
Sem terem o que comer, resolveram cortar o próprio corpo.
No almoço, o argentino cortou um pedaço de uma das suas pernas e disse:

- Agora temos pernil para comer !!No jantar foi a vez do português, que cortou um pedaço das suas costas e disse:
- Agora temos lombinho !!!

Às 11 da noite chegou a vez do brasileiro. Ao tirar o pau para fora o argentino e o português gritam:

- Que Bom!!! Temos linguiça!!!!!!
Retrucou o brasileiro:
- Na-na-ni-na-não!!!!! Nada de linguiça.
Beber leitinho e 'mimi' !!!!!!



A 1ª vez no motel...(ALTERADO A PEDIDO)
- Mete gostoso, vai, meu major! Me faz sua, bota tudo, me enlouquece! Vai, assim, me faz sua puta. – assim ela gritava, ao ser penetrada por ele, de quatro, na cama de motel.
Já fazia algum tempo que eles estavam saindo, mas alguns fatores os impediam de dormir juntos.




Depois, tinha o fato de ele ser casado e ela estar estudando. Ah, sim, tinha o fato de uma promessa que ela havia feito de não fazer sexo até que passasse na faculdade. O tempo foi passando e, após algumas preliminares dentro do carro e pelas ruas. Até que chegou o dia.




Ele a pega na escola e eles vão para o motel. Ao que parece, o nervosismo está no ar, de ambas as partes. Ele, por estar com uma menina de dezenove anos, diferente de sua esposa e que ele não conhece muito bem, não sabe do que ela gosta, nem do real motivo por ela estar ali. O medo de não ser bom o suficiente para manter o pique.




Ela, por estar com um homem diferente, estar há muito tempo sem sexo e por não saber se conseguiria satisfazê-lo, afinal, experiência ele tinha de sobra, já ela...
No caminho, ela pensa em desistir, mas a fibra fala mais alto e ela diz para si que, por pior que pudesse ser, ficaria até o final.




Passam na porta e sua garganta fecha. Um simples movimento poderia fazer aquele momento desaparecer no meio do nada. No trajeto, havia esquecido de respirar por algumas vezes, mas nem por isso desistiu.




A porta se abre e ele a conduz para o interior do quarto. Tudo era novo para ela. Dani estava em um motel pela primeira vez e talvez isso aumentasse ainda mais seu nervosismo. Já Douglas, por toda sua experiência, sabia como conduzi-la para diminuir o stress, mas mesmo assim, deixava transparecer o seu.




Dani sai andando quarto adentro e ele pergunta:




- Onde você vai?




-Vou vestir uma coisinha especial para você – ela responde.




Ao abrir a porta do banheiro, se depara com ele sentado na cama, aguardando por ela. O ar condicionado já estava ligado, o som e ele já estava só de cueca.




- Você está linda, ele diz, ao observar Dani saindo do banheiro com um corpete preto com fitas rosadas e uma calcinha preta que delineava seu corpo. Ele sentiu sua cabeça rodar, vendo ali, tão próximo, ao seu alcance, seu objeto de desejo, que há tanto, havia se negado para ele.




-Obrigada, ela responde enquanto se ajoelha na cama, se aproximando dele. Ele já esticava seus braços e a abraçava, passando a mão pela sua bunda morena e grande, pressionando seu corpo contra o dela.




Assim permaneceram por algum tempo, até ela o empurrar para a cama e se posicionar sobre ele. Rebolando, o beija com vontade, sentindo que mais uma barreira foi vencida.




Forçando as pernas sobre ele, Dani levanta o corpo, saindo de cima dele e tirando sua cueca. Após tirada, ela agarra seu pau com vontade, colocando-o na boca, passando um bom tempo nesse para o deleite dele, que cada vez mais enlouquecia com aquela boca suave, quase que aveludada e o ritmo com que ela o fazia, enquanto acariciava seu peito com a outra mão. Ele passa a mão em seu seio, recebendo as lambidas e sentindo seu coração bater forte. Estava extasiado com aquela sensação mágica, que somente ela proporcionava a ele. Nunca uma boca havia se encaixado tão bem assim, em beijo e lambida.




Douglas levanta seu corpo, virando-se para o outro lado da cama, fazendo-a ficar deitada, de pernas abertas, de frente para si. Ele beija suas pernas, acariciando suas coxas, até que passa sua língua de leve no clitóris dela, enfiando devagar naquela fenda cheirosa e lisinha. Sente o corpo dela estremecer e assim, continua, sentido-a gemer de prazer e pedir mais.




- Fode comigo? – ela sussurra em seu ouvido, deixando-o louco e, assim seu pedido é atendido, com carinho e pressão na medida certa. Logo estavam em um ritmo frenético, fazendo mais do que sexo, mas penetrando na intimidade um do outro e se doando. Após força, puxões de cabelo, sussurros e gemidos, ele goza, e a abraça, sentido sua respiração acalmar e voltando a seu estado normal.




Eles ficam deitados naquela cama de motel, conversando, conhecendo um pouco mais um do outro, até que ela decide ver até ode aquele homem de trinta e sete anos agüenta a menina de 19. Dani passa a língua por todo aquele corpo deitado sobre a cama, excitando-o e negando-se, testando-o e deixando na vontade, até que cede e o monta com vontade, como um garanhão, com força, mantendo o ritmo, até que decide parar. Douglas pede por mais, mas ela, em toda sua crueldade, nega seu corpo, deitando na cama enquanto ele a observa.




Num ato inesperado, ela começa a se tocar, enfiando devagar o dedo dentro de si, despertando nele certa curiosidade. Ele tenta participar, mas ela o impede, deixando-o com vontade de mais e mais, até que aos poucos, foi se infiltrando naquele momento único e pessoal, quando ela deixa de fazer e ele assume a posição, lambendo-a devagar e, ao mesmo tempo, enfiando seu dedo devagar dentro dela. Isso a enlouquece e ela chega ao êxtase, sentindo seu corpo tremer por completo e não conseguindo manter-se concentrada.




- Você está bem? – ele pergunta, fingindo não saber o que estava acontecendo.




- Estou, só me deixa, momento meu, um minuto e já falo com você.
Ela permanece introspectiva, até que volta à terra e, ainda fora de si, se levanta e vai tomar banho.




Foi, sem duvida, uma das experiências memoráveis de sua vida, mas para a primeira vez dos dois, até que foi satisfatório.
Preciso dizer a quem eu dedico?

 

Beijoselambidas, Flux!



Marcadores: 4 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou?