Fondue, Suor e Sexo!



Putz, quem mora no Rio sabe que quinta-feira fez um calor INFERNAL (o capeta devia estar orgulhoso!), então, eu e minha vizinha resolvemos fazer um fondue de frango bem levinho para nossos respectivos, com direito a pudim de sobremesa para levarmos um papo agradável.   
Deu tudo certo, se não fosse pelo fato do meu respectivo convidado de honra ser chamado às pressas ao homem da capa preta para depor (assim ele disse!). Bom, como o convidado dela compareceu, até antes do esperado, não desmarcamos nada e ficamos os três lá: o swingueiro, a vizinha e a vela (euzinha aqui, vela de chocolate!).  
Estava tudo bem, o papo estava interessante, mas eu estava começando a me sentir mal com aquela situação toda, eles querendo se beijar e eu ali no meio... Então, catei meu celular (companheiro de todas as horas!) e fui para a sala, sentar no computador, na intenção deixá-los a sós.   
Alguns minutos após isso, ouvi uma cadeira cair no chão e pensei – “Ih, a coisa ficou quente ali!” , quando, logo depois, para a minha surpresa, os dois atravessam a sala de mãos dadas, dizendo – “ Vem, Flux, eu vou comê-la todinha e você vai assistir!. Dá pra imaginar que meus pobres olhinhos pequeninos se arregalaram, né?
- Não, gente, obrigada, mas estou bem aqui. Estou tentando escrever um post e vou comer um pedaço de pudim!   
O swingueiro me responde:  
- Para de fogo, Flux. Eu sei que você quer ver.  
- Posso assistir comendo pudim? - sorri como criança.  
- Pode, mas vem logo!  
Dirigi-me calmamente à cozinha, onde cortei um pedaço de pudim e fui para o quarto. Ao chegar na sala, reparei a porta aberta e, mais dois passos, estava ele encostado na parede e ela chupando com vontade. Recostei-me na poltrona vermelha do quarto dela, onde observava de perto os movimentos dos dois. Tapas na cara, fode daqui, fode dali...   
Foi, sem dúvida, uma experiência interessante. Após o fim(o fim não, pois a maldosa da minha amiga não deixou ele chegar até o fim), ficamos os três deitadinhos na cama conversando, levando-se em consideração que o meu amigo swingueiro, achando que estava no swing, meteu a mão no meu peito enquanto beijava a outra e achou que eu fosse deixar... Ai, ai...  
Experiência memorável, embora se fosse outra mulher e não minha querida vizinha, eu talvez entrasse na brincadeira. O primeiro passo já foi dado, agora, PRECISO URGENTEMENTE CONHECER UMA CASA DE SWING, FOR HOLY CHRIST!  
*RECADINHO PARA O AUSENTE: VIU O QUE PERDEU, SENHOR C.? DA PROXIMA VEZ EM QUE LHE CHAMAREM PARA UMA COMIDINHA RÁPIDA (COM TROCADILHO!), COMPAREÇA!*  
EM TEMPO: A performance do meu amigo (coitado!) nem foi tanta coisa assim. Achei que fosse melhor... No fim ele me perguntou o que eu havia achado e, eu, com a minha carinha mais maliciosa respondo: ”Sinceramente, achei que você fosse melhor!”- o cara murchou na hora, mas mamãe ensinou que mentir é feio e eu sou boa menina, quero ir para o céu! Beijoselambiidas, Flux!
Marcadores: , | edit post
O que você achou? 
2 Responses
  1. Thay Says:

    MEU DEUS, Flux!
    Como você é má! rs


  2. Ah, querida! Má, eu? Sou uma das pessoas mais bondosas que vc conhece... Vc sabe o quanto de caridade que já fiz por aí...
    Hahahha
    Verdades, apenas verdades saem de minha boca aveludada!
    Beijos