Toques e retoques

Eu não sei por que, mas ainda me surpreendo com algumas coisas que ouço. Ontem eu estava conversando com um amigo que já saí, e não foi lá essas coisas, sobre como os homens têm uma visão distorcida das formas de levar uma mulher ao orgasmo. No meio do papo acabou surgindo um comentário sobre ejaculação precoce e disfunção erétil (a famosa borracha fraca), que embora muitos não assumam, é mais comum do que se imagina.

Eu lembro que no dia em que saí com esse meu amigo, que sofre de ejaculação precoce, ele ficou meio com cara de bunda, sem saber o que fazer e eu com uma vontade tremenda de sair dali, matá-lo ou qualquer outra coisa. Não por eu ser insensível ou grossa - duas coisas que sou mesmo - mas por não admitir que ele, já sabendo do problema que possui, não tenha buscado outras formas de se dar prazer a uma mulher que não seja com o pau. PORRA, acho isso indemissível. Sem contar que quando eu disse isso ontem, que tinham mais formas de se dar prazer do que com o ‘membro’ (isso ficou horrível) ele ficou me olhando com uma cara de espanto, como se eu fosse um E.T. ou coisa parecida. Depois veio a fase do adivinhômetro, onde ele, com sua vasta experiência do tamanho da Eslovênia, ficou perguntando se era com beijinhos, lambidas ou se tinham coisas além dos dedos. Juro que comecei a rir. Por fim, disse que colocaria aqui para o deleite de todos e para que também não façam feio, como muitos fazem, né, VN?

Meninos, todo o corpo da mulher é erógeno. Pelo menos o meu, sim. Haha
Massagens, toques, carinhos, às vezes podem causar muito mais efeito do que aquela socação sem fim. Falo por mim e algumas amigas quando digo que acho muito mais interessante o clima sensual, a liberdade e intimidade do que o ato de penetração em si.

Articulações são boas amigas, as costas, pescoço, cintura. Imaginem o corpo feminino como um mundo a ser descoberto. Um mundo onde vocês já exploraram a orelha, os bicos dos seios e as grutas profundas, porém, os maiores tesouros estão nos lugares mais distantes. Esqueçam um pouco das orelhas e dos bicos dos seios e concentrem-se no seio por inteiro. Contemplem a visão do corpo feminino como se você fosse um gordinho faminto vendo uma torta de chocolate. Não adianta ter pressa. Com as mulheres não é nada visual. Tudo funciona no sensorial e com toda calma do mundo. Correria só nas rapidinhas, e mesmo nelas, não podem faltar as preliminares, mesmo que sejam poucas e rápidas.

Um bom exemplo disso é a boa e velha massagem. Ela funciona de uma forma ampla, podendo relaxar, excitar ou tensionar. Tudo depende de como é feita. Passe um óleo – não exagera porque se não fica tudo lambuzado e meio nojento - com calma nas costas de sua parceira, em movimentos circulares, do pescoço até a cintura. No meu caso, pode exagerar na cintura. Amo que mexam na minha cintura. Faça com carinho, calma e um pouco de pressão – não vai amassar a garota, ela não é massa de pizza.. Vire-a e deite-a de frente para você, que estará sentado na cama. Passe as pernas dela pela sua cintura, a fim de que o ventre dela esteja relaxado e de frente para você. Massageie seu ventre, em volta do umbigo, subindo e passando pelos braços e chegando aos seios. Agora é que a coisa complica, pois vocês não têm noção de força quando se trata dos seios de uma mulher. Quando chegar aos seios, a massagem muda um pouco de figura, perdendo uma pouco da pressão. Massageie com muuuita calma e atenção para não machucar a moça. Tente não se concentrar nos bicos, e sim no seio com um todo. Depois pode beijá-lo e dar umas mordiscadinhas de LEVE, mas lembre-se que fato de ela estar deixando-se ser massageada por você já demonstra muita confiança, logo, aproveite a oportunidade e faça valer à pena.

Nenhum comentário:

Imagens de tema por sebastian-julian. Tecnologia do Blogger.