Desabafo

Eu juro com toda dor e angustia que eu estou sentindo agora que se eu pudesse voltar no tempo eu nunca teria te prejudicado. Creio até que se eu pudesse voltar no tempo, eu voltaria um mês atrás e nos pouparia de qualquer início.


Fui imprudente, infantil e genuína. Minha intenção era simplesmente saber se estava tudo bem com você e não te causar nenhum problema. E agora eu me sinto mal com isso tudo.

Não só pelo fato de saber que eu te causei um problema muito grande, mas por tudo o que eu ouvi de você. Por todas as ofensas, todas as grosserias, por tudo. Certo ou errado, ela não tem o direito de te tratar do jeito que ela te tratou e eu me sinto pior por não ter te defendido da forma que minha mente mandou.


Não há nada que eu possa dizer que melhore toda essa situação, apenas que eu sinto muito. Sinto muito por ter entrado na sua vida em uma corrida e em tão pouco tempo ter te causado tanto problema. Sinto muito se eu tentei ser mais sua amiga do que qualquer outra coisa e o tiro saiu pelo local por onde entrou. Sinto muito por ter te defendido quando ela te chamou de ‘merda’, mas tenho vc como um amigo e na minha concepção, é isso que os amigos fazem, mesmo sendo eles o motivo do problema.

O Marquinhos me disse que se vcs terminarem, a culpa será minha, que eu terei destruído tudo. Então, se os danos não puderem ser reparados, eu consigo apenas te dizer que eu sinto muito do fundo do meu coração e que eu sou grata a vc por me mostrar o que é ser humana novamente. Espero que algum dia vc possa me perdoar.


Para terminar, eu sei que nunca vou conseguir te dizer isso, mas acho que vc merece um pouco mais do que o seu relacionamento atual pode te dar. Aliás, qualquer ser humano merece mais do que isso. Por mais errado que se esteja, ninguém tem o direito de ofende-lo como foi feito. Ainda mais na sua frente com vc ouvindo e sem poder fazer nada. Vc é mais homem do que isso e só abaixa a cabeça porque quer.

Saiba que se eu não a coloquei no lugar onde deveria estar foi simplesmente por respeito a vc. Por saber que se eu respondesse alguma pergunta errada, a roleta russa estaria apontada mais tarde para a sua cabeça, e não para a minha. Por ter mais respeito pelo seu relacionamento do que vc mesmo. Por respeitar mais a vc mesmo do que ao meu orgulho.


Por um momento eu vi que eu posso ser humana e segura ao mesmo tempo. Que eu consigo passar por cima das minhas vontades e fazer o que é certo. O nome disso é disciplina e em relação ao que foi, é lealdade. Eu preferi me sentir ofendida a te prejudicar. Eu preferi chorar, socar paredes e ver a minha pressão chegar aos picos do que tomar alguma atitude que pudesse te prejudicar. Eu abri mão dos meus sentimentos pelos seus.


Eu espero sinceramente que vc não deixe de falar comigo. Que essa confusão seja resolvida da melhor forma possível e que tudo dê certo. Eu que devemos isso um ao outro. Acho que vc deve isso ao homem que existe em vc e eu devo isso ao meu orgulho, pq eu tenho em mente que se vc não souber tirar nada de bom disso, que se vc preferir me olhar como pivô disso tudo e me classificar como o Marquinhos disse de ‘destruidora’ de seja lá o que vcs tivessem, vc não é meu amigo. Não, isso não pode ser chamado de amizade.

Marcadores: | edit post
O que você achou?