Além do que os olhos podem ver...

Um rinoceronte e dois coelhos de pelúcia assistem ,imóveis,a cena que se arrasta.
Enquanto ela acaricia e puxa para si o seu parceiro,este se segura na cabeceira cinzenta e arredondada da cama dela.
Um leve sobe e desce de seu corpo que pesa sobre o dela,arrancando gemidos e pedindo na linguagem silenciosa dos corpos que se desejam,que ele continue desse mesmo modo,com essa mesma intensidade.
As estocadas agora começam a ser mais rápidas,ela chupando delicadamente o biquinho do peito de seu amante e amado,fazendo com que ele se arrepie e se excite ainda mais.
Ele então pára,e posicionando sua amada de joelhos,começa a passar primeiro os dedos,depois o pau pra lá de duro naquela bunda gostosa e grande,nunca possúida e deveras cobiçada.
Ela se contorce de prazer a medida em que ele a chupa,passando do grelinho inchado,até a entrada de sua buceta completamente melada,querendo de novo que ele a foda com força,com o modo único com que eles se encaixam e sabem dar e receber o prazer mútuo.
Ele se deita agora,pedindo para que ela fique por cima,oferecendo o cuzinho para ele,enquanto efetua sua célebre cavalgada,fazendo o coração dele bater mais rápido,descompassado,num acesso de violencia com a qual ela senta e rebola.
Em questão de minutos,ele sabe que irá gozar.
Ele tira ela de cima e coloca ajoelhada de frente pra ele.
A velocidade imprimida por ela trás a gozada farta dele,que ela,ansiosa,acaba por receber em sua boca,inundando-a de sensações de objetivo concluído.
Ainda assim,ele anseia pelo prazer dela.
Ela então se senta na beirada da cama,e , segurando um peito com uma mão,inicia uma singela siririca.
Olhos fixos,ela treme,vítima de seus espasmos sexuais,cada vez mais ciente que irá gozar forte para ele.
Apenas mais 30 segundos e ela larga o peito e crava as unhas no colchão,gozando intensamente.
Eles se abraçam e no silencio que se desenvolve eles tem apenas uma certeza:
A de que daqui pra frente,eles são verdadeiramente um do outro,em todos os sentidos.


1- Do fundo do meu coração,obrigado por TUDO .

2-Amo voce de maneira incondicional,mesmo sabendo o quão turrão eu possa ser em determinadas ocasiões.

3- Meu sorriso franco e genuíno,refletem a alegria de todas as coisas que partilhamos e dissemos um ao outro nesses dias que se passaram.

2 comentários:

Aragorn disse...

Quero ter histórias pra contar!
fevereiro me,ou melhor,nos aguarda...

contando nos dedos os dias...

Tara Flux* disse...

Ei, que historia é essa de rinoceronte e dois coelhos? Vc está falando de Bill, Pimpim e Pimpinha,mais respeito com eles... Uhn ¬¬

Imagens de tema por sebastian-julian. Tecnologia do Blogger.