Papo da Sexy - Na boca?
E nesse clima de quebrar tabus...
Ontem estava no rádio por horas com uma amiga falando sobre sexo, quando trocando estórias sobre oral ela declarou que tem pavor de engolir esperma.
Depois disso, entrevistei mais algumas pessoas e 70% delas na faixa etária de 20 anos também nunca tinham feito. Algumas o acham sujo, impróprio e até proibido.
Pensei que o "monstro" feminino fosse o sexo anal, agora to percebendo que tem muito mais coisa por aí...
Pois bem, assim como minha querida Tara vou narrar pra vocês como foi minha primeira vez, que desde então não vi mais motivos para não fazê-la...

...tive uma vez um namorado mais velho e em uma de nossas noites, bem na hora H do oral ela me pediu pra gozar na minha boca. Na mesmo hora parei e não sabia o que falar. Até então achava nojento, nunca tinham me pedido isso, então falei pra ele que nunca tinha feito e que não estava pronta pra isso.
Ele foi tão solidário e carinhoso com aquilo tudo falando que nunca me pressionaria a nada, que me amava e "mimimis" que durante a semana fiquei com vontade de experimentar, de satisfazê-lo e deixá-lo feliz.
Então, na vez seguinte  quando estava lá fazendo nele, ele pediu pra parar pq iria gozar. Falei então que dessa vez eu queria fazer, saber com o era... Ele ficou assustado e impressionado ao mesmo tempo, acho que aquilo o excitou ainda mais e então ele gozou.
Não doeu, não engasguei, o gosto não e ruim, mas também não é um suquinho de laranja. Tenho até uma amiga que fala que é igual a tequila.

Pois bem, hoje em dia, com a pessoa que estou, sinto até prazer em fazer... Parece até que aumenta o orgasmo dele, e o meu também.
Então, nada de vergonha, quebrem suas barreiras e divirtam-se.

Beijosemordidas, Sexy.


'COMENTÁRIO DA TARA: Acho que isso vai de pessoa para pessoa. Não só da mulher se sentir à vontade, como em ter confiança e desprendimento para compartilhar isso com o parceiro. Da mesma forma que ´uma coisa perigosa, pode ser bem agradavel se feio com vontade e da maneira certa. É aquela velha historia... existem as indecisas, decididas e as nojentas. Eu sei que sou decidade, e você?(Mas só com quem merece.)

Quem não souber a piada das decididas, reclama nos comentários que eu conto.'
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Coluna Sexo Oral: Sexo Anal

Eu já estava querendo escrever esse texto há bastante tempo, mas acho extremamente desagradável ler sobre um assunto que o autor não conhece, não compreende, nunca partilhou (o que aconteceria caso eu tivesse escrito isso antes). Ainda mais esta sendo uma experiência única, intimista e diferente para cada um. Do sabe do que eu estou falando?? De sexo anal. É, sexo anal, pela portinha de trás, no rabixó e tantos outros nomes que as pessoas dão por medo, receio, vergonha ou seja lá porque.


Não queria escrever um texto típico que se lê em todos os sites que tocam no assunto. Então, antes de dizer qualquer coisa quanto ao ato em si, digo apenas uma coisa às mulheres que estão lendo isso: façam sexo anal, dêem seus rabinhos lindos, conheçam seus corpos e sejam felizes.

Pronto, agora podemos ir a parte interessantemente didática do post.

Primeiro eu queria dizer que odeio a forma com a qual as pessoas se referem ao sexo anal. Já começam errado chamando o sexo vaginal de normal, caracterizando o sexo anal ou oral como ‘a’normal. Outra coisa que muito me irrita é o fato de muitos ainda terem preconceitos contra as mulheres que praticam e sentem prazer com este tipo de sexo. Para que isso quando se sabe claramente que a região anal é passível de proporcionar prazer quando estimulada? Tanto nas mulheres quanto nos homens (você, seu machistazinho que está olhando para a tela do computador como se eu tivesse falado coisa de outro mundo, consegue muito bem entender que a-n-a-t-o-m-i-c-a-m-e-n-t-e a região anal feminina e masculina são iguais. Logo, se elas sentem prazer, vocês também sentem).

Foi-se o tempo onde mulher era proibida de sentir prazer durante o sexo e era apenas um objeto para o macho na cama. A mulher de hoje explora seu corpo, exige suas que vontades sejam atendidas e reclamam quando se sentem insatisfeitas – ou pelo menos deveriam. O sexo anal vem apenas para acrescentar, para os dois lados da moeda, mais uma região de prazer sexual. Vai tudo da cabeça de cada um, da vontade de cada um.

Porém, antes de evoluir para a penetração anal em si é importante que elas (e eles ajudem) entendam algumas coisas. Antes de qualquer coisa elas precisam ter na mente que estão fazendo isso porque querem e não para agradar quem quer que seja. Além disso, precisa (necessariamente) ser com alguém de confiança. Não precisa amar, estar apaixonada ou ser com namorado – no meu caso foi com um amigo- mas precisa haver confiança, cumplicidade, entrega e respeito. Ele precisa saber parar quando você não se sentir confortável e você precisa confiar que ele vai parar independente de qualquer coisa. A mulher também precisa estar relaxada, consciente, e desejosa de que o ato aconteça sem medo. O medo faz com que você contraia a musculatura corporal, inclusiva a anal, aumentando as chances de que doa.

Então, meus caros, pode-se ter uma relação anal sem dor ou desespero e cheia de prazer, tal como foi a minha. Cada um precisa ter consciência de seu papel ali e tentar dar o melhor de si, conhecendo os limites do outro.

Perguntas:
1 - Mas será que vai doer? Olha, a minha não doeu, nem um pouquinho. Pode ser que doa se você não estiver relaxada, lubrificada ou se tiver com algum machucadinho na região. 

2 - Será que eu vou sentir prazer? Isso só se a sua mente permitir. Não adianta ir com meod ou desesperada pra sentir alguma coisa. Precisa mesmo estar livre de qualquer pensamento, encarar como uma coisa normal.

3 -  Posso fazer sexo anal e depois vaginal, ou vice-versa? Pode, sem problema nenhum, desde que você troque a camisinha.

4 - Pode-se engravidar pelo sexo anal? Não, desde que o seu utero não fique no interior de seu intestino, mas pode-se contrair doenças, então, use SEMPRE camisinha.


Não importa se você ama muito o seu parceiro ou não, mas você não estiver fazendo isso por vontade própria, não vai ser bom. Concentre-se, peça ajuda dele (a) estimulando a região, relaxando, introduzindo um dedo, quem sabe depois outro, até que você se sinta confortável o suficiente com a penetração peniana. Indico até, para quem curte, comprar um consolo e não um vibrador ou um estimulador daqueles pequeninos para ir se acostumando aos poucos.


Tirem qualquer preconceito da cabeça e deixem o prazer tomar conta de seus corpos. Lembrem-se de usar camisinha e também que dentro de quatro paredes vale tudo, tudo até que você se sinta desconfortável.


Beijoselambiidas, Flux*


(Desculpem pelo texto enooorme consecutivo, mas é que em se tratabdo desse assunto, não dava pra ser de outra forma)

Você também pode ler este texto com os comentários do Anselmo no ALEATORIUM.
Marcadores: 7 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
A volta da que não foi.
E não é que após anos sem dar as caras a dona Sexy resolveu aparecer por aqui? Por indisponibilidade de tempo para escrever, ela agora será a nossa autora contribuinte, ou sej,a quando ela tiver tempo, manda texto, quando não tiver, ninguém reclama. Tudo é bonus e o combinado não sai caro. Segue aí o texto que a gatissima me mandou hoje...


Beijoselambiidas, Flux*





'Mais uma vez deixamos o tesão falar mais alto.
Nossos corpos não se cansam de procurar um ao outro, minhas mãos já conhecem suas costas de cor e seus braços, abraços me enlouquecem.
A rotina parece não nos afetar, e aos poucos a intimidade vai aumentando junto com todo o prazer.
A penetração me faz gozar, o toque certeiro no meu ponto G, os beijos no pescoço... Ele tá ficando bom nisso, confesso.

Bem devagar, de um jeito que nunca tive, tenho me redescoberto. E como quem é vivo sempre aparece, meu caros e minhas caras, VOLTEI!
E com boas histórias novas, até porque depois daquele drástico ano de seca, um dia o El niño tinha que acontecer e chover na minha hortinha. Pois bem, como eu me embolei nesse vício estudar 300 horas por dia, acabei encontrando alguém com características iguais, que me renderá bons posts.
Ouvi até o mesmo dizer que um dia escreveremos juntos. Quero só ver. Já joguei no ventilador, agora cobrem dele.

Volto logo, beijosemordidinha.'
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Quando o mito se torna verdade

Quando chegamos,ela nem pensa duas vezes.
Tira o vestido.
Os seios firmes e morenos brotam para minha alegria.
Me aproximo.
Puxo seu corpo pra mim.
Ela me empurra.
"Banho"
Água na temperatura ideal.
A gente logo se beeija, se toca e se deseja.
Cabelos molhados ( sim,meninas,quando forem ao motel molhem o cabelo,não usem a famigerada 'touquinha"...além de ser feia, é brochante...[exceto se tiver gasto horas e $$ pras tais escovas lá]
Ela rebola para mim com as mãos na parede.
Eu me ajoelho e busco me afastar da água para poder chupá-la ali mesmo,no iluminado box de motel.
A sacanagem rola gostoso.
"Vamos para a cama"
Ela se enrola na toalha.
Eu vou pra cama.
Ela, até o frigobar e pega um pacote de preservativos.
Nos deitamos e ficamos naquela brincadeira de toques e lambidas.
Eu a coloco na beirada da cama e gentilmente começo a chupá-la.
Ela geme, se contorce,aperta os peitos, chupa o direito e fica me olhando, louca,enquanto chupo aquele grelo rosado e enfio devagarinho meu indicador pra dentro dela.
"Eu quero que você chupe meu pau"
Ela vem, se deita e , lambendo o indicador ( marca registrada) passa na cabeça dele.
Fica me tocando uma punheta enquanto vai sorvendo devagar meu pau para dentro de sua boca.
"Morde a cabecinha, vai, putinha'
Ela morde....do nada vai pro meu saco e chupa, uma,duas,três vezes eu e eu ali, perdendo descaradamente a linha!!!
"Bota a camisinha em mim, bota...que eu quero te foder agora"
Obediente.
Ela se deita.
Eu por cima.
Pincelo e faço força.
Apertadinha.
Ela dá um gemidinho enquanto eu começo a meter, o vai-vem gostoso de nós 2.
"Veio pro motel comer PUTA e quer ficar fazendo amorzinho?"
Tapa na cara.
Cravada com força.
"Isso,isso..." e morde o braço.
De lado.
De 4.
"Quero gozar pra você agora"
Ela vem mais uma vez ,mama meu pau com vontade e me pede.
"Já quem homenageou 3 vezes em nossa viagem e eu não vi,quero que dê leitinho para sua putinha chamando meu nome"

Ela me chupa,deixando eu me tocar rapidamente.

"....!!!! Eu vou gozar,caralhoooo!!!"
E a porra ,presa a tantos dias, vem farta.
Encharca o peito,a boca e até,pasmem,sobrancelha.
"Eu te batizo por mim, Rei...você sabe que até sua porra não pode ser desperdiçada"
Perdi as forças.
Perdi para ela.
Assumo.
Banho para recarregar as baterias.
Ela se e me ensaboa.
Gastamos água e sorrisos.
Papo tranquilo.
Mais uma brincadinha e cama novamente.
"Chupa minha bucetinha,chupa?"
Língua,dedo e mordidas de travesseiro.
"Morde meu grelinho,morde,cachorro"...
Eu tento,mas a posição não permite.
Logo fico com vontade de novo.
Ela me chupa mais uma vez e eu peço,
"Cavalga!"
Ela senta,sem medo .
Sem pressa.
Sem camisinha.
Eu olho e não acredito.
Cavalga,mas seu joelho de amazona está dolorido.
Logo,é um papai-mamãe ,olhos fixos.
Meto fundo,ela se aperta.
Me enlaça com as pernas.
Cravo mais.
Pernas no meu ombro.
Meto,meto e porra jorra,no seu monte de Vênus.
Passo o dedo.
Ela lambe tudo.

Outro banho.
E a força novamente se esvai.
Por que ela, puta,vadia,cadela,vagabunda de marca maior,me faz perder de novo.
Põe meu pau na boca.
Chupa minhas bolas.
Uma e depois as duas ao mesmo tempo.
Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
É preciso fazer um esforço sobrehumano para não desmoronar.
Uma sensação de fraqueza e ao mesmo tempo prazer .
Enquanto me chupava, dedilhava a buceta,brincando consigo mesma.

Cama de novo.
Procurar música pra uma dança.
"meu amor oriental" ,"Tina Turner","Elimar Santos"
Aí ela aparece.
On bended knee,Boyz 2 men.
música foda.
Momento foda.
Logo depois entra um "Spanish guitar"e você já vestida, canta e sussurra a letra.
Não sei o que me deu naquele momento.
Mas foi sincero e espontâneo.

Conta paga.
Bala de cereja.
Gritarias perto do elevador....hahahhhah
"Mestre dos Magos e Bruxa do 71 " no elevador.

A certeza de que foi muito bom.
E o desejo de repetir.

Obrigado por tudo o que me deu,da maneira que me deu.
Me realizou na cama, assim como faz fora dela.
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Poker? Não, strip poker...

Foi tudo combinado meio as pressas. Por sorte, conseguiram juntar gente suficiente para o jogo, que nunca havia contado com a participação das meninas. Garrafa de Ciroc na geladeira, pizza pedida e mesa arrumada. As fichas já estavam em seu devido lugar e a mesa arrumada, bastava apenas esperar os participantes chegarem.

O anfitrião, Rômulo, havia convidado algumas pessoas, mas no fim, chegaram apenas cinco, tornando o grupo de seis, contanto com ele. Wagner, Rodrigo, Bianca, Daniela e Juliana. O grupo estava formado. Royal Flush, as brincadeiras começaram. Strip poker, dança sensual, dados eróticos. O que era para ser um jogo sério, havia se tornado uma putaria de alto estilo.
Wagner, Rodrigo e Rômulo já estavam só de cueca. Juliana tentava esconder sua pele por baixo do braço, que já restava sem sutiã, rezando para ter que tirar a calcinha também. Bianca já tinha deixado o jogo, peladíssima, com a garrafa de vodca na mão. Daniela se aguentava no jogo, só de sutiã e calcinha e as cartas na mão.

E desistiram de jogar, resolvendo fazer algo mais interessante. Rômulo, partiu pra Juliana, que ainda estava meio sóbria, mas entrou na brincadeira. Ele a segurou pela mão e levou para o quarto, com vergonha dos outros. Já Wagner, já beijava Bianca encostada na parede da cozinha, com uma mão em seu seio e a outra na bunda, completamente sem jeito.

Enquanto isso, Rodrigo e Daniela brincavam um com o outro na mesa. Ela sentada de pernas abertas sobre a mesa, ele de frente para ela, beijando seu pescoço, agarrando suas costas. Rodrigo então, procura com uma mão o fecho do sutiã que ainda cobria os seios de Dani, aquilo que encobria a visão que ele esteve aguardando durante todo o jogo. Ele encontra o fecho e abre, libertando aqueles seios rijos, fartos de dentro do sutiã, imediatamente levando-os à boca, lambendo os bicos, segurando com vontade. Num surto de desejo e vontade, ele a tira de cima da mesa e, apoiando seu corpo sobre a mesma, chega a calcinha para o lado e agacha, para chupá-la com vontade. Daniela se contorce sentindo aquela língua entrar e sair do seu corpo, gemendo baixo para que ele a possuísse. Rodrigo obedece, passando a cabeça do pau devagar naquela buceta lisinha e completamente encharcada. E ele finalmente, após torturá-la com aquelas pinceladas deliciosas, a penetra, estocando firme, entrando e saindo, puxando-a para si e segurando a cintura, fazendo-a rebolar.

No quarto, Rômulo colocou Juliana de bruços na cama, deu um travesseiro em sua mão e lambeu seu cuzinho, vendo-o piscar e a penetrou devagar, segurando seu cabelo, enquanto ela mordia o travesseiro para não fazer barulho.

Wagner já comia Bianca em pé, com as mãos espalmadas na parede, que gemia alto. Ele a segurava pelos seios e metia com força.

Sem conseguir segurar muito, Rômulo goza fundo, puxando os cabelos de Juliana e sua cintura. Wagner, também não passa muito tempo, solta um gemido e puxa Bianca com força para perto, chegando a um êxtase nunca antes sentindo.

Rodrigo e Daniela continuavam na sala, ela já estava sentada sobre a mesa, de pernas abertas e ele socando fundo. Ele chupava os seios dela e olhava em sues olhos, xingando-a de cachorra, safada e por alguns momentos dando tapas em seu rosto. Não demora muita, ela enfia suas unhas nas costas dele, fechando as pernas nele e gemendo. Pronto, sua missão estava completa, agora ele poderia gozar em paz. Tirando-a de cima da mesa, ele diz:

- Vem , que agora eu vou te dar letinho.

E ela se levanta, rebolando com o corpo mole, agachando ao lado da mesa, de frente para ele. Ele começa uma punheta rápida, chamando com força, segurnaod o seio dela, quando o gozo vem. Vem quente, vem certeiro na boca de Dani, que engole tudo, sem desperdiçar uma gota. Boa menina, obediente, gostosa, putinha.

Ai, ai, por que será que eu sempre tive tesão por mesas de jogos?

Beijoselambiidas, Flux*
Marcadores: 9 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
3some

Assim que chegamos na porta da Iniquity, vi que uma ruiva estonteante te comia com os olhos.
Seguimos para a mesa onde um grupo de amigos já nos esperavam.
Ela, de olho na pista de dança, procurava a tal ruiva misteriosa.

"vem dançar, quero ver se acho a ruivinha" ela me convida.

Descemos a escada que noe levava até o mar de gente se agarrando,se esfregando.
Sim.
Swing.
A música berrando alto naquela montoeira de gente e logo a avistamos.
Dançava com uma loira magra,de pernas longas e saia muito curta.
Elas sse beijavam delicadamente, enquanto a ruiva, de olhos abertos,mais uma vez despia você só com o olhar.
Elas então se encaminham para mais perto de nós e, pegando você pela mão, a faz se unir à dupla.
Eu vou até o bar e de lá fico espiando.
Fazendo uma espéecie de "sanduíche" com a loira no meio, elas dançam se esfregando....
Noto que a ruiva fica por trás,segurando seu peito com firmeza.

Nem demoram muito, partem para a área escura , lotado de futtons que eram progressivamente ocupados por casais,trios e até quartetos.

A ruiva ( que vim saber mais tarde que se chamava Nicole) logo toma as rédeas da situação.
Tascando um beeijo nas duas , empurra a loira, que, ja um pouco embriagada, cai de costas na almofada.
Ajoelhando-se , suespende a saia da moça e, num gesto rápido, já pôe a calcinha minúscula pro lado e inicia uma chupada.
A loira goza em alto e bom som, enquanto puxa Nicole pelos cabelos até parar de tremer as pernas.
Agora, você se deita ao lado da loira, que, se recompondo, começa a acariciar seu peito durinho por cima do tomara que caia,que, iexoravelmente, cai.
Bronzeada, seu peito cheio e firme logo vira objetode desejo e cobiça de Nicole.
Ela senta-se a seu lado e nem pede.
Passa a lingua em torno da auréola e suga o biquinho.
você se contorce e geme baixo em seu ouvido.
Logo, as mãos de Nicole vão abrindo sua calça e entrando pela calcinha adentro.
Ela te toca com força e rapidez, num mixto de pressão e ao mesmo tempo, delicadeza.

Você , seguindo os passos de sua predecessora loira, logo goza.
Nicole se levanta e , se encaminhando até a saída,diz:
"Convida seu amigo pra irmos até meeu apartamento...eu vi que ele olhou com bons olhos....quero ver se só se são só os olhos ,ou ele todo bom".
Você chega e fala logo:

"Ela me chupou como você notou...gozei horrores com ela...e agora ela te quer...vamos,to ainda com vontade e quero você dentro de mim"

pagando a conta, nos dirigimos para o apartamento dela.

No elevador, as duas se pegam com força.
São 9 andares.

Porta que se abre, entramos e ela nos serve um drink para relaxarmos.
Sadê no cd,logo um clima gostoso toma conta da sala.
Ela se senta entre nós dois e, enquanto te beija,acaricia minhas coxas e logo encontra meu pau.
Liberando da minha calça,ela começa a me tocar ,passeando com o indicador pela cabeça, enquanto nao desgreuda a boca do seu peito, outra vez para fora.
Se ajoelhando, coloca o pau todo na boca,acariciando meu saco que latejava de dor, louco pra liberar toda a porra acumulada de uma semana.

Agora, é você quem me beija,sugando minha língua enquanto ela põe o maravilhoso par de peitos para fora e , botando meu pau no meio, brinca de espanhola.

Você,adorando o que observa, decide tirar as calças e ,só de calcinha, se senta no encosto do sofá de Nicole.
Calcinha pro lado, se posiciona para que eu possa meter a bocana sua buceta raspadinha.
Tento me concentrar,mas Nicole aumenta a velocidade da espanhola,me fazendo quase gozar.
Travando tudo e mais um pouco, eu tiro do meio dela e , puxando você,boto na beiradinha do sofá e nem perco muito tempo.
Tiro a calcinha com vontade e cravoo pau fundo.
Uma, duas ,tres vezes.
Você geme e grita ,pedindo mais fundo e que eu não pare.
Nicole se senta e observa enquanto se delicia com uma gostosa siririca em si mesma.
Meto fundo,pegando pelos ombros, já sentindo que a porra não tarda.
Mais cinco metidas e a porra vem que vem.
Boca aberta,você engole tudinho, sem desperdiçar nenhuma gota.
Nicole logo goza também.
Nos convida a ficar.
Telefones trocados.
E a ligeira sensação de que logo logo nos encontraríamos novamente.
Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Presentinho [2]
Presentinho para vocês...

Beijoselambiidas, Flux*
Marcadores: , 8 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Perdão ou perda?

Eu tremi.
Meus alicerces também.

Numa sequencia de músicas que a cada minuto iam me fazendo ficar mais e mais sentimental ,eu simplesmente errei.
Uma pergunta, fora de hora.
Tarde da noite.

Passsei essa noite inteira pensando na estupidez que cometi.
E na forma de me desculpar.
Sei apenas que estava errado.
Errado em perguntar, quando,sem precisar me falar,era só eu sentir.
Eu cometi um erro de colocação,não de julgamento.

Não me puna por não querer te perder.
Não me puna por ficar alegre por ter vindo me ver e triste em vê-la ir.
Não pense que não fez diferença.
Fez e faz toda a diferença que eu poderia sequer sonhar.
E nesse diálogo cheio de "porras" numa só conversa,não me faça ficar sem você.
Eu te peço da maneira mais sincera e humilde,perdão.


Perdoe-me por não ter sido sensível quando você estava na sua "viagem interna".
Perdoe-me por ontem falar "piriguete" quando na verdade você mais uma vez esteve linda.
Perdoe-me por quando te beijar, acabar te afastando e virar um tagarela.
Perdoe-me por não ter uma playlist pronta com todas as músicas que eu queria ouvir ao seu lado. ".
Perdoe-me por usar Michael e Jay como parametro e não termos "Claire's, Jr's e Caddie's
Perdoe-me por não conseguir segurar as lágrimas enquanto escrevo agora, assim como não as contive ontem.
Perdoe-me por incitar o seu pior ontem,assim como ter sido um tolo.
Perdoe-me por todos os erros que eu tenha cometido,sinceramente.
Pode ser que não faça mais a mínima diferença,mas eu te amo.
Eu preciso de você.
Não me afaste.
Não pense que eu te afasto e não se sinta afastada.
O que mais quero é voce por perto.
Só falta você enxergar isso.
E ver que ninguém usa ninguém.

Vem.
Me abraça e me diz.
Que ainda temos tudo.
E que me perdoa,sinceramente

Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
O ultimo caído

As luzes apagadas eram o prenúncio de que o clima esquentaria. O amigo, anfitrião e espectador, sentado na poltrona em seu vicio contínuo, ignorava o que acontecia embaixo das cobertas.

Dois corpos entrelaçados. Eu deitada de costas para ele, corpos colados, respiração ofegante no pescoço, sussurros e afagos. As mãos firmes dele percorrem meu corpo, segurando meus seios e minha cintura. Ficamos assim por horas entre risadas e filmes, ou entrevistas de atrizes pornôs.

Ele desce a mão pela minha cintura chegando ao meu sexo, acariciando devagar, fazendo movimentos circulares, mordendo meu pescoço. Ele sabe como me excitar, sabe onde tocar, o que fazer... Não é nada automático, é a arte de quem sabe, quem sente, percebe e gosta do que vê, do que faz...

O tempo passa e ele continua me excitando, enquanto eu, contenho um gemido. Eu senti um calor percorrer meu corpo e virei meu corpo em direção ao ouvido dele, chegando próximo e falei:

- Eu quero que você passe seu pau devagar no meu cuzinho, forçando um pouquinho e mordendo meu pescoço.

E assim ele fez, obediente, segurando meu peito, puxando minha cintura pra perto de si, enfiando um dedo devagar em mim, acostumando meu corpo, preparando minha mente. E eu ia rebolando no dedo dele, mordiscando, gemendo, relaxando. E quando eu pedi ‘enfia, vai’, sua sobrancelha elevou-se em uma confirmação de certeza, e eu gemi de novo, baixinho, pedindo com carinho. Com a mais pura suavidade do mundo, ele se forçou para dentro de mim, devagar, com calma, arrancando um gemido baixo de minha boca. Ao mesmo tempo em que eu queria mais, ele, com perícia e medo de me machucar, dosava na medida certa o quanto me daria, até que eu rebolei junto com ele e puxei seu corpo para perto de mim, cravando fundo e fundindo nossos corpos.

Eu rebolava, ele metia, num ritmo suave ao som de ‘When you say nothing at all’, no maior estilo Um lugar chamado Nothing Hill, fizemos amor. Meu corpo queria suga-lo para dentro de mim com força, com vontade, com urgência, enquanto ele me dava estocadas firmes e delicadas, respeitando meu espaço, beijando minhas costas, ora virando meu rosto para me beijar, ou apenas apertando minha bunda.

Por alguns segundos, enquanto ele chamava meu corpo para perto do seu, demos as mãos e o mundo poderia simplesmente acabar ali.
E foi bom. Na verdade, foi ótimo. Nada daquilo que todos dizem. Nada de dor. Nem pouca, nem muita, nenhuma. Não senti dor em momento algum. Não senti medo ou arrependimento em nenhum segundo. Estava ao lado de quem confio, ao lado do escolhido e foi simplesmente, maravilhoso, mesmo com os ‘filhas da puta’ e os arremedos de soco no teclado.




* Perdoe por não conseguir expressar mais do que isso. Acho que desaprendi a escrever, sei lá.
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Sou mais eu....porque sou você

Aragorn.
Passolargo.
Thorongil.
Elessar.
Estel.
Telcontar.

Humano.
Masculino.
Líder dos Dunédain do Norte.
Um dos Nove Caminhantes.
Senhor de Arnor e Gondor.
O Rei.
Portador de Andúril, a chama do oeste, a Narsil reforjada.
Tantos títulos.
Tantas definições para uma só e importante verdade.

"Seu Homem".

É incrível.
Durante horas, eu tive a exata noção de que tudo mudou.
Das incertezas ao crescente desespero,passando pela renovação de pensamento e ações.
A interrogação passa a fazer parte do passado.
E a certeza se faz presente, pronta para afastar toda a "ESCURIDÃO" que nos rodeou em um momento crítico e que se desfez com a chegada da Estrela Vespertina.
Foi ÓTIMO e eu amei amar você.
(Mesmo que para você AMAR seja algo tão improvável e o que fazemos na cama é AMOR, sem dúvida , cada um a seu modo e denominando como bem entender)

Cada hora passada na cama.
Cada sussurro.
Cada palavra proferida.
Cada troca de olhar.
Cada risada com os "puta que pariu's" e as batidas no teclado.
Até na hora da segunda interrupção,quando eu logo logo estaria entrando e saindo da sua boca.
(Que por sinal,cavalgando.....aiai....perco e assumo)
Eu te agradeço do fundo do meu coração pelo privilégio
Por me fazer ser Digno da sua Graça.
Merecedor do que me destes.

Confiança,cumplicidade e carinho são a chave para uma relação sem DOR.
Respeito.
Sinceridade.

Mesmo não sendo "automático".
Ainda assim, perfeito,em todos os aspectos.


**Você é minha rainha,por mais que a idéia te pareça por demais absurda.


** Considerações

1- Seus pés.Você precisa aceitar que eles, hora ou outra,irão encostar nos meus.
2-O conjunto era particularmente lindo.Em cima,uma tentação.Em baixo, uma delicadeza.
O nosso amigo,entretido,nem viu sua 'exposição'.Azar o dele.Sorte a minha.
3-Eu realmente queria que tivessemos passado a noite inteira juntos.
Sei que Celebrian iria matá-la e deixá-la ir para lá com a roupa do corpo.
4-Quero,claro , o"20"e farei o possível para acertar.
5- Suprimir gemidos!Que coisa feia, mocinha. ahhahahhaa.
Da próxima vez, geme a vontade. O fone no ouvido é para isso mesmo.

Te amo.E quero repetir TUDO de novo.
Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
While we make the sounds that lovers do

Ela desce do coletivo.
Vestido preto.
Arrasador.
Pronta pra matar.
Coca-Cola,Malzibier e bala halls de cereja.
Papo vai,papo vem.
Rally dos "sertões".
Portão de ferro.
Dentro do quarto,portas fechadas.
"Você disse que tava com saudades mas nem pra me dar um abraço"
"Eu sei que você odeia suor e eu to pingando"
"Não faz mal".
Beijo na boca.
Mão na bunda.
Peito pra fora.
"Que saudade que eu tava de você,amor...e desculpe pela ousadia"
"HUMMM....gostei disso"
Tiro a roupa, deixo a porta do banheiro entreaberta te esperando.
Me ensaboo,enxaguo ,porém você não vem.
Te encontro no colchão ao lado da cama.
Pensativa.
Me aproximo.
Nos deitamos.
Os 1:13 min. de filme bem que tentam.
Mas aí, vencido,dá uma pausa.
E nós começamos.
A princípio,são beijos e "interrogações" no olhar.
Aos poucos, suas pernas se enlaçam na minha cintura.
Chupadinhas delicadas e mordiscadas nos biquinhos dos peitos mais que bronzeados.
"Eu te peço...tira essa vestido...."
O fecho Eclair vai de cima a baixo em segundos.
Calcinha nova.
Uma "tentativa" de vergonha.
Sua mão gentilmente procura meu pau por cima da bermuda.
Ainda não...
Pegadas de cabelo.
Tapas na cara.
"Puta"
"Gostosa"
"Safada"
"Você é um filho da puta mesmo"
Adoro.
"Me bate, sua puta, sua safada...vai..."
Recebo.
Me animo mais ainda.
Logo,baixo a bermuda e deixo você segurar meu caralho na mão.
Coloco você de ladinho e fico no vai e vêm simulado....
"Deita,eu tô mandando..."
Cumpro ordens.
Ela chupa meu peito,eu perco tudo assim.
Vai descendo pela barriga.
Se posiciona de lado.
O indicador passa pela língua ( aiai....)
Na glande.
Você então fica lentamente sugando a cabeça do meu pau...
EU QUASE PIRO.
"Não segura meu cabelo....."
Obedeço....mas tiro da frente do rosto...para poder vê-la sugar meu pau de maneira gentil e concentrada.

Descendo para o saco,eu rio.
Duas, três vezes.
Até achar o jeito.
Aí,eu bato com o pau no seu rosto.
Necessário ( por mais que você discorde).
"Batismo ou na boquinha?"
Você é quem sabe!!"
Começo uma punheta mais rápida enquanto sua boca fica abertinha, pronta pra receber .
Batem na janela.
E eu gozo inteiro em sua boca ,louco para ser completamente sugado para dentro de você.
Batidas na porta.
Te pego na parede.
Mãos para trás.
Você no banheiro
Eu me vestindo.
E a certeza de que nada termina aqui.


Frases da rua e da pracinha


1-"Caralho, tua porra tem um gosto muito bom..." ---------Obrigado,mas de mim , espero sempre te dar o meu melhor.

2-"E eu to saindo daqui com uma vontade do caralho de dar..." -----Só não deu ,infelizmente,por que não consegue ainda se adaptar a situação na qual se encontrava.

3-"Nunca fui chupado assim, profissionalmente....é REALMENTE TUDO o que você me disse ser" --------Realmente,tem o DOM de dar prazer....se via "oral" é assim.....aiai



9 Canções

1- "Você estava L I N D A de morrer e foi um privilégio ter visto você daquela forma absurdamente simples e deslumbrante.Um verdadeiro colírio.

2-Adorei o macaquinho branco.Te deixou mais gostosa do que nunca.E com uma bunda de arrasar até vidro de carro parado!

3-"Fiz a sobrancelha hoje e me vesti para você"...pqp...acertou em cheio...e eu na loteria!

4-Pegar meu pau em frente a igreja é sacrilégio? ahahahahaha. A luz tá voltando!!!!!!

5-Eu disse que vejo a beleza em você de mil formas diferentes.Desde um torcer de nariz até uma balançada de cabelo,passsando pela mão na cintura e a tentativa de ser marrenta.

6"Perder"pra você na hora do orgasmo ?Eu queeeeeeeero

7-Mindinhos entrelaçados a la Deaqon Hayes e sua "priminha" e beijinho na ponta do nariz.

8-Conversa de banco de rodoviária:
"Esquece o onibus,pensa que aqui é um restaurante e que só temos nós 2 aqui! Concentre-se somente em nós!"

9- "Fiz porque eu quis e faço quantas vezes eu quiser!!!!!"

Adendo
"Você pode ser o escolhido" :)

Considerações Finais:

Eu te amo e isso é um fato.
Eu curti cada minuto e sei que valeu a pena TUDO.
Só falta você ter consciencia de que temos muito mais que encaixe.
Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Pré-post do Carnaval
Eu juro que quero muito escrever aqui e contar as fofocas do carnaval, mas não tenho forças. Amanha, assim que voltar do clube e da apuração, passo por aqui. Beijos





P.S.: TE AMO MAIS DO QUE NUNCA.
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Sexo Oral - Relacionamentos e psicopatas

Ah, como é bom o amor. Só que um dia ele acaba, e nunca na mesma hora para os dois. E como é insuportável sentir que não se está mais agradando, melhor ficar atenta para, aos primeiros sinais do fim, começar a cuidar da vida, mesmo sofrendo e arrancando os cabelos. Mas, afinal, que sinais são esses? Bem, eles variam, mas são parecidos. Na hora de ir dormir, por exemplo, ele vai correndo se aninhar nos seus braços ou diz ‘vai que eu já vou’ e só chega quando você já pegou no sono? Aliás, se você dormiu é porque não está se incomodando tanto, mas é bom ficar alerta. Há quanto tempo seu companheiro não diz que você está linda e não te dá um bom aperto no elevador, daqueles que te obrigam a dizer ‘ai, não desmancha meu cabelo?’. Se isso não acontece há mais de 12 meses, é bom abrir os olhos; aliás, ele também. No inicio você se entregava a esse homem em qualquer vão de escada e agora está preocupada com o penteado? Pois ele que se cuide. Quando saem para um restaurante, ele escolhe o que vai comer sem pedir sua opinião? Se a resposta for sim, comece a prestar atenção. E, se ele pedir um prato com alho sem combinação prévia, está quase na hora de pedir a separação. Ele tem comprado muita roupa nova? Tem se olhado demais no espelho antes de sair de casa? Anda meio distraído, sem reclamar da comida, que é sempre a mesma? Mau sinal. Não há maior segurança do que ter um marido que vive reclamando e exigindo. Quando começa a fase do tanto faz, trate de abrir o olho. Já se foi o tempo em que era grave os maridos chegarem tarde com batom no colarinho. Hoje as mulheres nem usam batom, nem gostam de homens casados desses que saem para jantar e voltar para casa correndo, à meia-noite. Se por acaso sua alma gêmea chegar em casa com um CD de músicas românticas e ficar na sala ouvindo com um uisquinho na mão enquanto você tira a maquiagem, posição de sentido. Se o CD estiver no carro, então a coisa pode ser grave mesmo. E, se ele começar a dormir nas tardes de domingo sem chamar você para compartilhar o edredom, desconfie. Alias, desconfie sempre. Uma mulher prevenida vale por duas. Vai ver, é exatamente isso que ele quer: duas. Se ele não briga mais, mostra cara de tédio quando você faz aquelas gracinhas de que ele gostava tanto, é bom começar a se preparar para um futuro sem ele. Mas não se estresse; isso tudo pode ser uma fase, casamento é difícil mesmo e, com paciência e compreensão - dizem - , qualquer crise pode ser resolvida. Mas, se todos os sinais se apresentam ao mesmo tempo, você só tem duas opções: esperar o dia em que ele vai te dizer que está precisando de espaço ou tomar coragem e chamá-lo para uma conversa – e essas conversas costumam ser longas – sobre a relação. Em qualquer um dos casos, espere pelo pior. Que, dependendo de como você encarar as coisas, pode ser perfeitamente o melhor.

Texto acima por Danuza Leão

Considerações a respeito do texto acima:

Parte 1 – Relacionamento:

Ta, ninguém disse que seria fácil, 100% legal 100% do tempo ou que você teria sua liberdade tal como era antes. Todo mundo sabe que mulheres têm forte tendência a serem possessivas, exageradas, possessivas, escandalosas... E vocês escolhem amarrar a coleira assim mesmo. Já disse alguém sábio: homens casam achando que suas mulheres não vão mudar (mas desde o inicio eles já sabem que elas são loucas) e mulheres casam achando que vão mudar seus maridos (mas desde sempre elas souberam que eles possuem certa incapacidade de serem fiéis, coçam o saco e vegetam aos domingos em frente aos jogos de futebol). Logo, reclamam já sabendo da realidade, ambos os lados, entendendo que contrato previamente lido para depois ser assinado, não sai pesado para ninguém.

Parte 2 – Sinais?

Eu queria muito perguntar a essa senhora autora desse texto – Danuza (pqp de nome feio do cacete. Se este for o nome da sua mãe, desculpe-me, mas continua feio do mesmo jeito) quando ela conheceu um homem, que não fosse gay, e que chamasse a mulher em pleno domingo a tarde, passando jogo para dividir cobertor. Ou ainda que combinasse previamente que comeria alho no jantar e ficaria sem beijar a mulher (não conhecem pasta de dentes?)

Se ele não briga mais. Porra, será que o cara não pode estar simplesmente tentando evitar mais estresse e dor de cabeça com uma briga sem sentido que não vai dar em lugar nenhum? É, vai ver ele é que mestá errado...


Parte 3 – Mulheres psicopatas

Alguém já viu aquele filme chamado Dormindo com o inimigo? Ou quem sabe O perigo mora ao lado? Pombas, nesse texto a autora praticamente dá um curso de como se tornar uma desperate housewife. Será mesmo que ser esposa é estar sempre a postos para perceber supostos sinais de que sue marido a está traindo? Daqui a pouco ela vai ministrar aulas de kung-fu para aplicar porrada da sirigaita (filhote de siri com gaita) que está saindo com o cara.


Parte 4 – Considerações Finais

Além de achar isso completamente desnecessário, acho idiota e cansativo, tanto para ela quanto para ele. Pode-se ter todo o cuidado do mundo, vigilância (com a qual eu discordo piamente), desconfiança e estar de olhos abertos aos sinais, mas a verdadeira questão é que, quando tem que acontecer, simplesmente acontece. E vou mais além: quanto mais você se priva, se prende, fica preocupada e pensando na possibilidade de algo errado estar acontecendo, mais chance você dá para as coisas realmente darem errado. Se as mulheres passassem mais tempo curtindo seus relacionamentos ao invés de discutindo, pensando ou tentando afastar a possibilidade dele acabar, os relacionamentos durariam muito mais.

Mulheres, please, deixem o desespero embaixo da cama e sejam verdadeiras esposas/namoradas. Lembrem-se de que assumir um relacionamento vai além de contar para as amigas que tem um namorado ou mostrar a todos um bambolê de otário na mão. Ter um relacionamento é antes de qualquer coisa, saber respeitar limites. Tanto os seus e principalmente os do outro. Saber que o seu direito termina onde o do outro começa e que não adianta forçar, que se tiver que acabar, vai acabar. Sejam amigas, companheiras, saibam dizer sim com certeza e não com graça. Saibam que para concordar não é preciso abaixar a cabeça, da mesma forma que para dizer não, é desnecessário criar a terceira guerra mundial (isso vale mais para ouvir não do que dizer).

Enfim, eu sei que o texto de hoje foi grande e cansativo, mas resolvi mudar um pouco a cara da coluna (entenda-se por eu estar sem libido nenhum para escrever sobre sexo).
Prometo que vem um conto bem quente por aí.
Beijoselambiidas carnavalescas, Flux*


*Um apelo importante. NESTE CARNAVAL, PODE SER AMOR, PAIXÃO OU SÓ SEXO, MAS USE CAMISINHA.
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
10 entre 10
Ajoelhadas,as duas lambiam meu caralho pra lá de duro.
Uma de cada lado,suas línguas passando na glande,nas bolas.
Fernadinha tira da boca de Amandinha meu pau e me deixa apreciar o que 10 em 10 homens fantasiam.
Suas bocas se encaixam.
Ao se beijarem, uma pega pelo pescoço,ao passo que a outra acaricia gentilmente o rosto.
No meio desse exercício oral,Amandinha começa a descer pelo pescoço de Fernanda.
Mete aquele peitinho pequenino e firme na boca e começa a mamar na amiga.
Eu,sem me fazer de rogado,trato de ir pra bucetinha lisinha de Fernanda,que geme ao sentir que eu a chupava e tocava uma siririca com delicada atenção.
Amanda ,por cima da amiga, me oferece seu rabo moreno e bem feito.
Seu cuzinho piscava de excitação ao mamar e beijar Fernanda que,a essa hora,já viajava e quase gozava.
Nem bem se passa um minuto,Fernanda treme e ,apertando minha cabeça de encontro ao ventre, goza baixinho,apertando um biquinho enquanto colava a boca na boca de Amanda.
Agora, era a minha vez de me divertir e Amanda também.
Nos levantamos , pego Amanda e boto de costas pra mim.
Pincelo na entradinha da xota e deixo que sua buceta mordisque meu pau.
Ela,vadia que é fala:
"Fernanda, esse é fraquinho...nem me bate como eu gosto"
Cravo a piroca mais fundo naquela buceta apertada,segurando pela cintura, o som das estocadas ecoando nas escadas do prédio.
Paro,tiro o pau de dentro e bato na cara dela.
"Me respeita, sua putinha..."
"Bate, safado ,me bate, porra"
Meto até sentir as pernas fraquejarem.
É hora de dar de mamar.
O leite espirra e Amanda logo toma a frente.
Engole tudo.
Satisfeita,levamos Fernanda para casa.
Lá chegando,nos despedimos.
Ela me beija e beija Amanda.
No caminho,papo vai e papo vem.
Ao chegarmos no prédio eu pergunto:
"Tem espaço pra mais uma?"
"Caralho,não se cansa??"
Elevador.
A trepada?
Fica pra uma próxima história.
Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Servir
'Quero servi-lo como uma árabe, esperá-lo com o jantar pronto, tirar seus sapatos, colocar os chinelos' 

Dançar para ti e seduzi-lo enquanto estamos sozinhos, envoltos em toda nossa vontade de possuir um ao outro. Deixá-lo ser meu dono, meu amo, meu homem. E ao acordarmos, ver minhas roupas jogadas pelo chão,sentir o fervor debaixo da minha pele e acorda-lo da forma mais deliciosa possivel, fazendo-o sentir o céu de minha boca.
E quando você acordar, ve-lo sorrir, dividindo comigo o mel de sua alegria, a essencia de seu prazer a intensidade de sua vontade.
Marcadores: 2 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Inexplicavel

São poucos os que fazem assim. Ele não sabe, mas mesmo a distancia, me deixa fora do ar. Tem a capacidade de me transformar em amante-felina, meina-mulher. Mexe com meus sentidos. Eu não sei explicar, mas é instantâneo. O som da voz, o cheiro, a lembrança. Seja perto ou a distancia, tudo nele me excita. Lembro da voz grossa sussurrando em meus ouvidos, as mãos firmes agarrando meus cabelos, a boca macia beijando a minha e percorrendo meu corpo. É simplesmente inexplicável o que ele faz comigo, como ele faz comigo.

Ele não precisa se esforçar para me excitar, me levar para a cama ou me deixar pronta para recebê-lo. Basta estar. Estar perto, estar longe, estar em meus pensamentos. E quando aqueles braços estão em volta de meu corpo, aí é que eu estou. Estou feliz, estou entregue, estou em outro mundo ou apenas ausente qualquer coisa que não seja ele.
Marcadores: 3 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Necessidade
Eu preciso, desesperadamente, sentir alguém dentro de mim, uma boca sussurrando em meu pescoço, uma mão passeando em minha cintura. Quero sentir um pau enrijecer na minha boca, o doce saber daquela porrinha que escorre...
Por favor, que não me façam esperar até sábado, pois assim eu cometo um loucura. (Alguem do Rio disposto a me ajudar nesse quesito?)




Preciso de sexo, alguém me ajuda?

Gente, minha vida está uma lourura. Assim que eu tiver tempo, juro que passo aqui com os textos prometidos na semana passada e alguma coisa bem quente e tesuda para vocês, ok?

Beijoselambiiiiidas, Flux*
Marcadores: 9 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou?