Sharing the quest

Loira e linda.
Assim é Fernanda.
Morando sozinha em São Paulo,me convidou para passar o fim de semana em seu apartamento.
Nós,que jogamos um MMORPG (sigla grande ,né?) juntos,quase nunca nos falamos devido ao fato de seu namorado ser bastante ciumento.
Sim.
Namorado.
Ingame, começamos a nos falar,pois ela disse me admirar pela liderança que inspirava na guilda, por ter posições corretas e não ser um ditador.
Trocamos msn's e começamos com o papo mole de sempre.
O que faz.
O que curte.
Tipo de música.
Aí ,ela solta:
"Eu queria te conhecer melhor e tal...os caras te chamam de "vovô"...quanto anos têm?"
Eu respondi a idade e ela:
"Nossa, você não é velho,é bem experiente ....tudo o que eu queria que meu namorado fosse..."
Err...
Decidimos aprofundar os conhecimentos.
Descobri que não chupa.
Não faz anal.
Gosta de se tocar e faz isso com frequencia.
E que gostaria de ter experiências com um cara mais velho.
Sobrou pra quem?
Pro "vovô" aqui.
Peguei o avião e cheguei em Sampa as 16:00.
Em Guarulhos, ela me esperava.
Um abraço e "como foi de viagem?"
Selinho.
Mala no banco de trás de seu carro.
Já rola uma mão boba enquanto nos beijamos.
Procuro sua mão e trago pro meu pau que,duro,dava mostras que iria fazer uma mulher muito satisfeita.
Parando ,ela fala:
"Podemos ser presos".
Mas aí,bateu aquela vontade de ser visto.
Botando Fernanda por cima,já levanto sua camiseta,deixando os seios lindos e branquinhos à mostra.
Bicos duros,seios firmes.
Começo a chupá-los,enquanto minhas mãos seguram sua bunda por cima do jeans.
Ela se retorce,enquanto vai se esfregando em mim.
Sentindo que "não ia prestar" se continuassemos, ela se recompõe e ligando o carro,pega a estrada até sua casa.
No caminho,um papo descontraído sobre esse ou aquele player....
Chegando depois de 1 hora e meia (São Paulo é a terra dos engarrafamentos,pô),subimos.
Surpresa.
O telefone dela toca.
É o namorado.
"Oi ,meu anjo....tô ligando pra avisar que já to aqui em Salvador....bom fim de semana...estuda bastante..."
Me mostrando o prefixo,vejo que não era balão.
"Vou estudar sim,só que a matéria vou aprender com quem tem doutorado e excelência!"
Me empurrando pro banheiro,já vai tirando minha roupa,enquanto ajudo a livrar-se da sua própria.
Um banho quente, já entramos e começamos a nos beijar novamente.
Dessa vez, posso ver seu corpo perfeito.
1 metro e 65.
Pele branquinha.
Buceta depiladinha.
Do jeito que gosto.
Já coloco Fernanda de costas,mãos espalmadas no azulejo.
Adoro fazer isso.
Esfrego meu pau em sua bunda.
Pego pela nuca.
Começo a falar as sacanagens que seu namorado,amoroso,não fala....
"Você é uma putinha,não é?"
"Sim....sou toda sua...me fode,me come como eu quero,vai..."
Nem penso duas vezes.
Apenas guio meu pau para entre suas coxas.
Ela me segura passando u'a mão por trás de mim.
Me puxa de encontro a seu corpo.
Cravo fundo nela.
Ela grita e pede:
"Me fode,vai,me fode...come tua putinha"
Eu paro.
Levo para a cama.
Beiradinha da cama,pernas abertas.
Chupo com vontade.
Faço ela segurar seus biquinhos,enquanto mordisco seu grelinho.
Ela goza em minha boca em questão de segundos.
Me oferece o bumbum.
Não boto.
Direciono meu pau para sua bucetinha e nem fiz força.
Deslizou.
Ela estremeceu e , me pedindo:
"come meu cuzinho por favor..."
Tirei...
Caí de boca por trás dela.
Cu,buceta e grelo.
Na portinha,ela pede:
"seja delicado...ele já quis mas foi bruto"
Meti devagarinho,deixando que ela se adequasse a esse intruso bem-vindo.
Metendo a mão na buceta,enfia 2 dedos enquanto eu vou comendo sua bundinha bem gostoso.
Acelerando,ela goza com meu pau enterrado em seu bumbum.
Meto mais um pouco e ,colocando ela ajoelhada,falo:
"Agora,se for uma boa menina, eu te considerarei formada pela minha tutela"
Faço abrir a boca.
Gozo.
A porra escorre pelos lábios.
Faço pegar e engolir.
Como boa aluna,Fernanda obedece.
Adormecemos.
E o fim de semana estava apenas começando.
Teve o lance da boite...
Mas isso é assunto para uma próxima aventura...
Papo da Sexy - Matando as saudades
Uma sexta qualquer, mesmo bar de sempre com os amigos, mas uma nova surpresa. Ele estava lá. Já faziam alguns meses que não nos falávamos, não nos víamos, não nos nada. Ele tinha uma loura do lado, e eu sozinha, como de ultimamente. Nosso olhares sismavam se encontrar a cada 2 minutos e a situação foi se tornarndo rapidamente insuportável. No meio da noite ele me passa um rádio, pedindo pra me encontrar na porta do banheiro.
Ele me puxou pelo braço até o carro dele. Saímos do bar. Falava que precisávamos ter uma conversa muito séria, que já passava da hora. Eu gelei de excitação, medo, nervosismo. Queria uma discussão horrível e depois, um sexo selvagem.

Quando me dei conta estávamos na casa dele. Entramos e sentamos no sofá. Ele veio me perguntando porque eu o abandonei. Sem saber o que responder, mesmo com tanta coisa engasgada, levantei e tirei o vestido que estava devagar... tirei o sutiã e a calcinha. Sentei no seu colo sem nada e tirei ainda sua blusa. Sentia saudade daquele corpo perfeito e definido, dos braços morenos e fortes... A mão dele já subia e agarrava meu cabelo. O olhar severo cheio de tesão me molhava e ele perguntava "porque eu ainda fazia isso com ele, como conseguia fazer ele enlouquecer assim?" Ele beijou meu corpo todo, ficando muito tempo acariciando meus seios. Me pegou no colo, me levou pra cama e tirou o resto da roupa que faltava. Colocou-se por cima me virando de costas e penetrou bem fundo. Bem forte. Bem grosso. Falando que eu era a mulher mais gostosa e mais inacreditável do mundo.

Eu já sabia que ele me colocaria de quatro e me faria gozar em 5 minutos, afinal ele me conhecia como nenhum outro. Não deu outra... tive meu primeiro orgasmo da noite.

Estava amanhecendo quando dormimos e não demorou 30 minutos pra ele me acordar de noite. Dessa vez ele veio por cima, abraçando a minha cintura e tirando metade do meu corpo da cama, enquanto beijava meu pescoço e minha boca. Ainda estava meio dormindo, meio acordada... quando gozei de novo. Dormimos.

Mais 30 minutos e ele me vira, deitando de "conchinha" quando vejo, já estava sendo penetrada de novo. Ritmo forte e rápido, meu corpo tremia. E eu gozei.

Depois disso, já desisti de dormir. Sentei em cima dele e cavalguei por tempos, ele me parava o tempo todo quase gozando e eu agarrando minhas unhas nele.

O sexo oral durou quase 1 hora também. Não sentíamos fome, nem frio, nem calor, nada. Estávamos parados no tempo, só eu e ele.

O cansaço venceu e dormimos 5 horas. Acordamos e sexo mais uma vez. É, eu gozei.

Tomamos banho, comemos e fomos embora. Foi a última vez.

Nossa história de 2 anos foi finalmente encerrada. E com chave de ouro.


Beijosemordidas, Sexy.
Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Luminosidade
Ao Rei:

As bençãos do domingo que passamos juntos ainda permanecem em minha alma. Eu ja revivi milhares de vezes as horas em que estivemos lado a lado; repeti sem parar as palavras que você me dizia e- cada vez que fazia isto - parecia que as entendia melhor. Quando ouço a sua voz, a doçura e a realidade da vida reaparecem. Cada vez que abro a boca para responder algo, sinto-me estranhamente lucido e confiante. Você é capaz de fazer com que eu coloque a mão na parte mais brilhante e luminosa de mim mesmo.

Khalil Gibran a Mary Haskell
03/05/1914
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Ausencia
Gente, mil perdoes pela minha ausencia e pela falta de posts novos, mas devido à faculdade, estou mudando de cidade e minha vida ainda esta uma loucura. Assim que possivel, volto a escrever como de costume.

Estou morrendo de saudades de vcs.


Beijosss, Tara
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Roteiro? que nada, a gente improvisa



Eu realmente preciso disso tudo.
Uma tarde ( ou noite) de puro e extasiante sexo,sexo e mais sexo.
de lado,papis and mami's ( By Bruna Surfistinha),cavalgadas,aquelas cravadas sensacionais nas quais a dama arranha e aperta as coxas do rei ,gemendo como puta que leva vara de maneira soberba.
Mal chegarmos e nos agarrarmos.
Um banho , como o de sempre, carregado de tudo o que levamos para debaixo d'água.
Os toques, línguas passando uma na outra,matando saudades de vinte dias,sensações e vontades de corpos que se procuram, no box do banheiro de motel.
Já chegar acariciando sua buceta, meladíssima apenas com as putarias que eu sussurrarei em seu ouvido.
"Putinha!"
"Gostosa"
Morena que é e não se fazendo de rogada, já parte para se deixar acariciar, enquanto me esfrega as costas, e , molhando o cabelo, se encosta no ladrilho da parede, me oferecendo seu peito gostoso para eu me deliciar.
Enquanto brinco em cima, gentilmente toco e sou tocado em baixo.
Ela, putinha experiente, se ajoelha, e,botando meu saco ( affff......perco) na boca, suga com vontade enquanto desenrola uma punheta sensacional.
Depois de me "arrasar" com essa prática,ela me chupa com perícia.
Dessa vez, ela vai ganhar no cuzinho , se curvando para seu Rei poder penetrá-la embaixo do chuveiro.
Ela, devassa, vai gemer,rebolar e pedir mais e mais.
Na pia, ela vai se sentar e me travar com suas pernas ao redor do meu corpo.

Eu,benevolente, vou come-la das mais variadas formas e velocidades.
Ora devagar, ora com força.
Firmeza.
Gentileza.
Mãos dadas.
Chupadas naquela bucetinha rosa na pele morena.
Mordiscadas naquele grelinho gostoso.
Um 69 (quem sabe?aahahah)
Aquele rabo imenso na minha cara e eu ali, me deliciando.
Lambendo do cuzinho até a entradinha da xota ( ela odeia,ahahahahahaahaha)
Fodendo com um dedinho enquanto ela mama meu pau até que a porra venha quente em sua boquinha.
Ensaiado?
Não...
Apenas o que pode vir a acontecer,quando a gente se encontrar.
Marcadores: 6 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Uma certa quarta-feira....

Enquanto o clima era frio naquele quarto,debaixo das cobertas, tudo era muito,muito QUENTE.

A começar pelo casal,que,indiferente ao que acontecia ao seu redor,se tocava e esfregava.

Ele,pau duro ,roçando em sua bunda grande e gostosa.

Ela,calças arriadas até o joelho,peitinhos livres das roupas.

Acariciando a cabeça do meu pau, ela vai me tocando gentilmente.

Enquanto isso, eu busco o contato com sua buceta,mas ela, impedida pelos "impedimentos mensais",não me deixa chegar muito perto do meu objetivo.

O ritmo impresso por nós vai se tornando angustiante,até que ela, sussurrando me pede:

"Coloca na portinha do meu cuzinho e me fode?"

Para que ela se acostume, eu coloco o indicador e vou ,aos poucos,deixando ele escorregar.

Quando sinto que ela está pronta, me ajeito na cama e ,segurando o caralho com força, vou forçando minha entrada.

Rompo medo,barreira e tabú.

Como , com jeito,seu cuzinho virgem.

Por mais que queira estocar, apenas chamo pela cintura,metendo fundo.

Ela engole um gemido e me aperta.

Aos poucos,vou fazendo ela entender que , á partir daquele momento, aquele rabo gostoso tinha sido penetrado pelo escolhido.E que tinha um dono.(presunçoso,não?)

E bem penetrado.

Uma vontade louca de gozar mas, ainda assim, sabendo que não poderia.

Seus peitos agora estavam livres de tudo e ela mal se dava conta.

Eu lambia,mordiscava o bquinho enquanto ela quase desfalecia.

Aos poucos,nosso ritmo vai diminuindo.

Mas o tesão permanece.

Enquanto vou contando dias e horas, em busca de um repeteco.

E tencionando ser novamente escolhido,para o prazer de ambos.
E fazer, TUDO de novo.

Marcadores: 4 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Um pouco egoísta...mas nem tanto!

"Voce pode subir".diz o porteiro.

Rumando ao elevador,ia pensando em como seria nosso reencontro.

Pois já iam uns 20 dias desde nosso último .

Porta entreaberta.

Cachorro na porta,pulando em minhas pernas.

Me dirijo ao seu quarto.

Ela, de costas, pele morena,trajando um conjunto LINDO de calcinha e soutien brancos.

Se aproxima.

A mão vem rápida e estala em meu rosto.

"Filho da puta, porque demorou tanto?"

Já me puxando de encontro a seu corpo,vai logo apertando meu pau por cima da roupa.

Não satisfeita, fala:

"Nem para falar se eu to bonita...voce já foi melhor nisso,Rei"

"Voce se superou,Morena...linda de morrer e de bater"

Ela ri.

Sem tirar os olhos dela,me aproximo e, pegando pela cintura,já coloco a alça da parte de cima de sua lingerie, deixando livre o esquerdo,e ,lambendo delicadamente, vou descendo a outra mão rumo a sua buceta lisa e cheirosa.

Ao tocá-la, já sinto o perfume e a excitação.

Meus dedos aos poucos a penetram e ela, apertada como o que,vai aos poucos se deixando levar pelo penetrar firme,porém delicado,de meus 2 dedos dentro de si.

Ela vai se posicionando em sua cama,e , ficando de 4,entreabre as pernas para que eu possa chupar sua bucetinha enquanto ela segura e lambe seus próprios peitinhos.

Na clássica "colocada de calcinha pro lado",ela me puxa pra pesar sobre ela,enquanto guia meu pau para dentro,não sem antes passar o indicador na boca com minha "porrinha",coisa que ela diz gostar.

"Porra,seu cachorro...até tua porra é doce...imagina a porrinha...adoro..."

Deixando meu pau escorregar,nem quero muito "romance."

Cravo fundo, uma,duas,tres....

Ponho as pernas dela em meu ombro e ,metendo fundo, arranco gemidos e arranhoes na cama e em meu braço.

Ela me morde.

Meus braços ficam vermelhos.

Vao ficar roxos,eu sei.

Sentindo que vou gozar, eu saio de dentro dela,e,colocando na sentada na beira da cama,só tenho o trabalho de guiar meu pau para sua boca, ja aberta, que aguardava meu precioso líquido.

Ela engole.

Um pouquinho se perde pelos cantos da boca.

Ela pega,passa o dedo e chupa.

Nos beijamos.

Eu para a porta.

Outro beijo.

Ela pro banho.

Eu pro elevador.

E a ligeira impressão de que foi só o início do final de semana.



******************************Em tempo****************************************************

1) Agradecer pelas palavras sobre a "Qualidade"...não mereço tanto.Mas mesmo assim,muito obrigado pelo reconhecimento.


2)Ser rainha é uma honra.E eu não promovo quem quer q seja de maneira leviana.Rainha e escudeira...Um sem precedentes.Que muito me alegra.

3) Saudades...
Marcadores: 2 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Vai rolar...
A festaaaa.

Hoje é aniversário da gata gostosissima Sexy. E eu, como sua amiga das maiores putarias (e chororôs e inscrições no parperfeito, haha), não poderia deixar de te homenagear. Ah, eu não sou muito boa em escrever coisas melosas, mas pra você eu até que faço um esforço, vai. Dá pra desejar mais alguma coisa de bom que você já não tenha conseguido com esse coração lindo?  A unica coisa que eu desejo, e não canso, é felicidade. Muuuita felicidade. Amor, não, porque amor cansa. Mas felicidade, pode cair o mundo, o amor acabar, a bebida acabar, que ela ainda estará ali.


Aniversário: Passam-se os anos, apagam-se mais velas, mas ficam maiores os bolos e melhores os amigos.
Tudo isso porque você existe e merece.

Feliz aniversário.

Curta seu aniversário e sua vida minha amiga, pois como Mário Quintana disse:

'No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento...'


                        Imagem roubada com carinho do blog do Ceó Pontual. Frases Ilustradas 


E você, tem o meu. Pode ter certeeeeza disso.

Beijoseparabens, Fluxonilda.


Ah, e pra você não achar que eu  não te amo, montei uma festa pra você.
Já contratei o DJ...
E o carinha aí de baixo vem trazendo o bolo... hahahahah


Se depender deles, a festa vai bombar.

Brincadeiras à parte, amiga, seja muuito feliz. Te adoro.
Marcadores: 4 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Nua
Talvez, eu realmente concorde com Aragorn quando diz que eu sou outra pessoa nua. Outra pessoa dentro de quatro paredes. A sensação de estar ali com outra alma faz com que meu corpo se acenda, transmitindo algo além do que normalmente faço. É tudo muito singelo, ingenuo, puro de qualquer segunda intenção que não seja o prazer (nem sempre). Ontem, um leitor queridissimo, o Mr. T. me definiu como a leveza e delicadeza em pessoa. Segundo ele, a frase que me descreve é 'um balanço a caminho do mar'. Talvez seja, talvez não. Essa minha dosagem entre o real e o imaginario, o cuidado e o desprendido, dentre outras coisas, é que faz de mim o que sou. E sou muito feliz por ser assim, pois, como alguem já me disse, eu posso ter o homem que eu quiser.


Quando estás vestida,
Ninguém imagina
Os mundos que escondes
Sob as tuas roupas.

(Assim, quando é dia,
Não temos noção
Dos astros que luzem
No profundo céu.

Mas a noite é nua,
E, nua na noite,
Palpitam teus mundos
E os mundos da noite.

Brilham teus joelhos,
Brilha o teu umbigo,
Brilha toda a tua
Lira abdominal.

Teus exíguos
- Como na rijeza
Do tronco robusto
Dois frutos pequenos -

Brilham.) Ah, teus seios!
Teus duros mamilos!
Teu dorso! Teus flancos!
Ah, tuas espáduas!

Se nua, teus olhos
Ficam nus também:
Teu olhar, mais longe,
Mais lento, mais líquido.

Então, dentro deles,
Bóio, nado, salto
Baixo num mergulho
Perpendicular.

Baixo até o mais fundo
De teu ser, lá onde
Me sorri tu'alma
Nua, nua, nua...

Manuel Bandeira

Ah, queria agradecer ao Mr. T. pelas horas de conversa e por me aturar até as altas horas da madrugada. A tatoo ficou linda e quando estiver pronta eu quero ver. Quem sabe aquela historia do banho não acontece, hein? hehe

Beijoselambiidas, Flux*
Marcadores: 3 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
"Inocente"

No trajeto até a casa de nosso amigo,fomos conversando sobre fatos e situações que precisavam ser esclarecidas.

Depois do onibus,nos esprememos em uma van barulhenta em uma estrada empoeirada.

Sem querer,ia roçando meu braço em seu peito,que,ao me mostrar,estava completamente arrepiado por cima da blusa.

"Filho da puta, me deixou excitada...mas voce me paga"

Eu ri, e ,esquecendo da ameaça,vou ao jogo com ela.

O dia transcorre sem muitos incidentes.

Nossos olhares se cruzam por mais de uma vez.

Na volta,voce me fala:

"Estou sonolenta, posso descansar ?"

Pensando que ela iria se aconchegar em meus braços, permito.

Ledo engano.

Ela inclina-se sobre o banco,e,repousando a cabeça em meu colo,logo "adormece".

È quando alguem "acorda".

Porque ela,safada,putinha que me excita mais que qualquer outra tenha conseguido,vai abrindo o zíper da minha bermuda e,segurando meu pau com força, começa a me chupar como louca.

Enfia meu pau na boca com gosto, com vontade, chupando e dando lambidas ,enquanto desenrolava uma punheta "bacana".

Logo, a Casa e Vídeo se faz presente.

A porra, vem quente e jorra para dentro de sua boca,enquanto arranho o couro,ou sei lá que tipo de estofamento, da van.

Ela se recompõe e eu também.

E ,me beijando,descemos .

Tudo muito inocente.

Se não se tratasse de nós dois.

E no grau de putaria "master" que temos um com o outro.






Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
As qualidades de um Rei.

Ele é aquele tipo de homem que consegue fazer você se sentir perfeita, amada e desejada só com o olhar. Aquele que repara até se você fez só a sobrancelha, e ainda assim, elogia. Se você esta triste, mesmo que queira só o silencio, ele sempre o terá para te acalmar. É um perfeito amigo, um homem completo.

Na cama, não existe parceiro melhor. Sabe aquele cara que consegue te falar as mais pesadas putarias e te xingar do que quer que seja e ainda assim te fazer sentir desejada, querida, respeitada? Ele é esse cara. Sua boca tem o toque suave, suas mãos o peso certo, e seu olhar o desejo ardente. O céu é logo ali quando ele resolve te levar até lá.

Sabe ser homem sem ser bruto, ser macho sem ser agressivo e ser agressivo mesmo sendo delicado. É daqueles que conseguem satisfazer uma mulher, dentro e fora da cama. Que quando ama, ama com o corpo todo, com a mente e a alma. Não tem aquela de fingir ser isso ou achar aquilo. Ele é o que é e pronto. Mas mesmo sendo quem ele é, ele é exatamente o que você quer que ele seja.

Compartilha segredos que os outros não têm coragem, formula opiniões sobre assuntos que ninguém nem sabe que existe, fala exatamente o que você quer ouvir. Ele é um homem completo. Dentro e fora da cama. De uma delicadeza máscula e preocupação não só com o seu prazer, mas com o seu bem-estar que eu nunca havia visto. É capaz de perder horas em um sexo oral só para ver um sorriso singelo no rosto da mulher que se doa para ele. Revoga seu prazer em prol do prazer da fêmea. Ama completamente, trepa perfeitamente e fode com vontade.

Ele é um homem completo que merece uma mulher completa. Ele é o meu melhor amigo, a pessoa com quem eu escolhi compartilhar minha alma. Ele é o homem que pode fazer uma mulher ser a mulher mais feliz do mundo. Ele é o homem que merece toda a felicidade do mundo. Ele é um Rei que há de encontrar sua Rainha e ter uma vida longa e feliz. 


*Amigo, eu não consegui expressar nemum terço do que voce merece, mas foi escritocom toda sinceridade e carinho do mundo. Beijos
Marcadores: 3 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Tenho certeza


Você,mesmo sem se dar conta,é de uma feminilidade absurda.
Sua sensualidade é muito espontânea.
Nada de caso pensado.
Você simplesmente "e´".
Lembro,por exemplo,de você analisando seu próprio reflexo no espelho do teto do motel.
"Eu não poderia ser assim?" me pergunta.
"Assim como?"eu indago.
"Desse jeito"
Eu entendi o que quis dizer.
Talvez, naquele reflexo,você se olhasse com o ventre reto e achatado ou qualquer coisa do gênero.
Talvez ali você olhasse para uma outra situação.
Que não seria o que te faz ser o que é.
Você tem uma postura extremamente erótica na hora do sexo.
Como eu mesmo disse,seu enlaçar de pernas é fatal.
Você,nessa hora,é insuperável.
Toma as rédeas .
Diz o quanto pode ou não.
Dita o ritmo .
É extremamente carinhosa,delicada e por mais que não consiga enxergar,sabe fazer amor ( quando lhe convém e com quem acha ser merecedor,é bom destacar).
Sua boca, por exemplo.
O ligeiro morder de lábios.
A forma delicada com que emite seus gemidos.
O prazer que faz com que você se entregue.
Na cama, você sorri de uma forma realmente genuína.
Me encanta e eu não me canso de falar.
O olhar perquiridor.
Quando você me esquadrinha os pensamentos e diz só com o olhar :
"O que foi?"
É que eu fico analisando e refletindo sobre você em horas distintas.
Cama.
Convívio.
E no que mais me atrai quando estamos juntos.
Nossa cumplicidade.
Nossos acordos.
E a forma com que nos encaixamos.
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Resposta
Lady Flux Undómiel.

Todos os eventos que culminaram com a cama mais recente que tive me fizeram pensar.
Uma sacanagem MASTER na viagem de carnaval me fizeram ver que ela era tudo isso e mais um pouco.

E BEM MAIS.

Embora o local não fosse dos melhores,na quarta feira eu fodi com a consciencia de que deveria ter sido exatamente como fui.
Firme,gentil e paciente.
CLARO que eu gostaria de ter metido com força, dado estocadas fundas,mas naquela ocasião específica, eu não poderia.
Apesar de ter querido gozar abundantemente naquele cuzinho,eu tive de me conter.
Já no domingo,as coisas eram diferentes.
Pude ,na medida do possível ( lembre-se da conversa de itinerário),agir como queria.
Gozei com força.
Meti com jeito.
E tive a medida exata de sexo,prazer,aliados à cumplicidade,a alegria de estar na cama ( e no chuveiro,sendo chupado com precisão e habilidade) com quem realmente fez amor comigo.
Marcadores: 0 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Pergunta
Lord Aragorn, lembro-me bem de uma afirmação onde dizias não fazer amor há dois anos. Ainda carregas este fardo ou o problema já foi resolvido? Conte-nos, por favor, de todas as formas possiveis.


Beijoselambiidas, Flux*
Marcadores: 1 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Você sabe o que é sexo?
Sabes pelo que passa o corpo humano quando fazes sexo? As pupilas dilatam, as artérias contraem-se,
a temperatura aumenta, o coração dispara, a pressão arterial quase que explode, a respiração fica ofegante,
o cérebro libera impulsos eléctricos de um lado para o outro, as glândulas libertam secreções, e os músculos ficam tensos como se levantassem três vezes o peso do corpo. É violento, feio, e desarrumado, e se Deus não o tivesse feito tão divertido... a raça humana estaria extinta há séculos.


Os homens têm sorte por só terem um orgasmo. Sabia que as mulheres podem ter múltiplos
orgasmos durante uma hora?
Marcadores: 3 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou? 
Lembranças acesas

Saí do banho pelando com um pouquinho de frio, então, quando coloquei a camisola, senti meus seis tesos encostarem-se ao pano macio. Um vento fresco corria pela janela e deixava meu corpo ainda mais aceso. Não estava com a mínima paciência para ficar no computador, então, deitei logo. Aos poucos milhares de lembranças encheram minha mente e eu fui começando a me excitar. Lembrava de mim, do banho que acabara de tomar, da boca de um homem em um motel no domingo. Pensava em sua lingua percorrendo meu corpo, sua boca procurando meus seios, suas pernas bambeando ao simples toque de minha boca e meus joelhos enfraquecendo com a maciez de sua lingua. Ainda permaneciam em mim o desejo e a ansia de homens diferentes. Coisas que gostaria de fazer, sexos que gostaria de ter, membros que gostaria de provar.

Quando percebi, minha mão já acariciava meu seio, devagar, com calma, enquanto a outra descia em direção ao meu sexo. Eu já estava me tocando, sentindo minha pele umedecer e minha respiração se tornar ofegante. Levei meu dedo à minha boca e pude sentir o cheiro leve e doce do sabonete de maçã verde e do meu sexo, inundando meus sentidos, desejando não estar sozinha naquele momento. Mas não importava. Meu desejo estava presente e as lembranças me eram suficientes para abrandá-lo. Desci minha mão novamente ao meu sexo, fazendo pressão, segurando com uma ligeira força, enfiando um dedo devagar. 


Noites preenchiam meus pensamentos, sorrisos, bocas. Eu queria sentir, queria ouvir. Cada vez mais pressão se fazia sobre meu sexo e meus seios, e cada vez mais eu me sentia excitada, respirando fundo, sentindo o vento invadir meu quarto, desejando que alguém mais invadisse não só o quarto...

E assim eu adormeci. Completamente excitada, relaxada, sozinha. Os bicos dos seios duros roçando no lençol, meu sexo encharcado de vontade e minha mente divagando e se esvaindo. Aos poucos eu me desfiz e da extrema vontade de ser possuída, sobrou apenas o cansaço, a tristeza e o sono.
Marcadores: 2 Comentários | Links para esta postagem | edit post
O que você achou?