De um jeito diferente

"Não!Pára!" ela sussurrava em meu ouvido,enquanto eu tocava seu corpo e segurava pelo pescoço.
Buscando incessantemente assenhorar-me dela,eu simplesmente insistia.
Ela,após uma sessão de agarramentos,fugas,beijos,empurrões,finalmente decidira ficar.
Foi para o banho,eu arrumei nossa cama.
Nada parecida com aquela em que nos entregamos um ao outro até o sol nascer anteriormente,mas ainda assim,deveras eficiente .
Ela saiu.
Deitou-se.
Dei boa noite.
Ela ficou me olhando.
Já comecei a buscar sua boca,ao mesmo tempo em que percorria seu corpo...
Ela,a princípio,procurara resistir.
Tudo em vão.
Passando a mão pela bunda linda,eu fui abaixando o shortinho do baby doll.
Sim,só o shortinho,pois estava sem calcinha e eu adorei isso.
Buscando a entrada de sua maravilhosa e incomparável bucetinha,senti meu indicador melado,escorrendo seu próprio prazer que ela,louca,tentava ocultar-me.
Sem ter mais como resistir,ela finalmente cedeu,me puxando de encontro a seu corpo,me querendo.
Roupas retiradas.
Gozou sendo dedilhada,mamilos sugados,como gosto e sei fazer.
Pós-gozo,ela começa a me chupar.
A princípio,devagar ,do modo que eu AMO quando ela executa.
Depois,começo a foder sua boquinha,ela adorando cada movimento.
Vem o pedido
"Fica de 4 pra me chupar ,fica?"
Me olhando surpresa,ela obedece.
Abocanha meu pau,mamando fundo,enquanto eu,puto,enfio o dedo na sua xotinha e faço o "girinho".
Ela simplesmente me olha com a cara de safada mais pura que consegue fazer e me pede:
"Me fode de quatro,por favor"
Me ajoelho e ,pincelando,penetro devagarinho,no gostoso vai-e-vem que ela gosta e eu também.
Logo,imprimo o ritmo que ela há muito desejava,metendo com muita força e pressão.
Puxando seu corpo e seus braços para trás,eu cravo fundo até que ela desmorona,gozando deitada em cima da cama.
Agora é minha vez.
Ela se deita,suas pernas em meus ombros.
Não demoro.
O gozo vem forte,quente e farto.
"Desculpe,não pude segurar".
Ela me olha,satisfeita.
"Mas eu ainda quero mais..."
Ela sobe então e me cavalga,seus seios,inchados,lindos,imensos,deliciosamente sexy's na penumbra.
Damos as mãos,ela senta e rebola com gosto.
Mete com força.
Meto por trás ,ela deitava,cravando fundo....
Ela me pede.
"Morde meu grelinho com força"
Mais uma vez,eu obedeço suas ordens.
Chupo,mordisco e sugo seu grelinho rosado e pequenino.
Ela goza chamando meu nome.
Goza de novo.
Eu então estou pronto de novo.
Nem demoro tanto.
Gozo em sua barriga.
Cansados,tentamos em vão não dormir.
Nossa consciencia se esvaía,o sol despontava no horizonte.
| edit post
O que você achou?