Perdido na selva
Sexta. Show. Lapa. Lapa, a maior concentração de gente diferente por metro quadrado. Sorrisos, corpos, beijo a três. Aiii, que delicia, que loucura, que vontade...

Eis que perdido no meio daquela confusão surge uma delicinha de pessoa, com um beijo doce e macio, um sorriso lindo.

E aí, rola ou não rola?

(Depois continuo, pois preciso ir me arrumar!)

Beeeijos
 -----------------------------------------------------------------------------------------------------

Update:  Ah, e ele é um fofo de verdade. Saímos no domingo. Ele veio me pegar aqui em casa de moto (velocittà, velicittà), me levou até o seu bairro e ficamos a tarde juntos. Passeamos, comemos bolo, conheci alguns amigos dele... Eis que fomos à casa dele pegar um casaco para que eu não congelasse na moto no caminho para casa. Conheci seu espaço, seu mundo e sua cadelinha gostosaaaaaaaaaa! Neguinha linda, basset fofissima que não gosta de visitas, mas não queria me deixar ir embora. Hheh. Segundo ele, ela me aprovou!

Beijos, abraços, carinho. Ele é um amor de pessoa, um menino encantador e me trata como se eu fosse um diamante de muitos quilates.

Inhaí, mas será que eu não consigo me ver com ele?
| edit post
O que você achou?