Enfim...
Sentada no bar eu estava, aguardando a chegada dele. Ia para o meu segundo chopp quando chegou. Calça bege, blusa verde, banho tomado, cheiroso. Delícia. 

Vamos? Claro! Chegamos, banho. É, eu sempre tomo banho quando chego a motel, independente de ter saído de casa ou não. Principalmente para relaxar, por ser a nossa primeira vez em um lugar adequado, silencioso, sem ninguém por perto. 

Saí do banho ele estava deitado na cama, olhando para o teto, sem camisa, de calça, ainda. Achei isso fofo. Parecia estar me aguardando para despi-lo. Deitei sobre ele, beijou-me a boca. Os bicos dos meus seios já estavam tesos pelo frio, pelo medo e pelo tesão. Ficamos nos beijando por um tempo até que fui descendo pelo seu corpo até chegar em sua calça. Abri um botão, ele abriu o resto. Tirou só a calça, deixou a cueca box preta. Ahh, como eu adoro cueca box. Fui mordendo seu pau devagar, por cima da cueca, puxei a cabeça pra fora, lambi e tirei aquele pano que me impedia de chegar ao meu objeto de desejo.

Lambi, chupei, coloquei a 'porrinha' na ponta da lingua e senti o gosto dele. Gemi. Desejei tê-lo dentro de mim com toda força. Mas ele não queria ainda. Não, ele queria me torturar. Deitou-me na cama e beijou-me os lábios. Desceu, chupou meus seios demoradamente, beijou minha cintura. Ahhhh, desespero. Mordeu, lambeu, desceu mais. Beijou a ponta da minha fenda, abriu-me devagar, lambeu meu segredo. Ficou assim por um bom tempo. Lambia e chupava enquanto enfiava um dedo devagar. Mordia minha coxa, segurava minha cintura, apertava minha bunda...


Deliciem-se. O resto amanha eu conto!
Marcadores: | edit post
O que você achou?