Entrevista - T.A.D

Bom, gente, como eu não estou tendo tempo hábil nem para fumar um cigarrinho, quem dirá escrever, tentei bolar alguma coisa que pudesse manter o blog atualizado sem que me tomasse muito tempo. Então, fiz algumas entrevistas com autores de outros blogs que eu acho interessantes para postar aqui. 

Então, vamos ao primeiro deles que é um negão de respeito, com uma mente maravilhosa e escreve maravilhosamente bem. Dono do T.A.D, Trauma a Dois, ele conta experiências suas e de outras pessoas em seu blog que começou com um propósito e acabou tomando outro rumo. Tem um jeito meio garanhão de escrever, dominador mas que ao mesmo tempo parece derreter nas mãos (e em outros lugares!) de quem sabe o que fazer e como fazer. 

http://traumaadois.wordpress.com/


1 - Olhando a sua vida sexual há anos atras, quando se iniciou, e hoje em dia, como você se define anteriormente e agora? O que acha que melhorou? 


Eu diria que eu amadureci sexualmente. Antigamente, fazia sexo por fazer. Hoje, "brinco" de satisfazer durante o sexo. Então, hoje sexo só é bom para mim quando é bom para a parceira. Acho que se todos fizerem sexo pensando unicamente em satisfazer o outro, o sexo tende a ser cada vez mais delicioso... 

2 - Qual foi a sua melhor e a mais diferente experiência sexual?


Minha melhor experiência foi pouco antes do meu noivado... Uma garota do serviço. Falei que depois do casamento não aprontaria mais, então gozamos muito durante umas 2 semanas... Uma das mais loucas foi uma trepada numa sala de aula, antes do período letivo...



3 - Qual a sua posição preferida? Por que? E a que menos gosta? Por que? 


Minha posição preferida é a horizontal. Rsrsr. 

Bom... Falando sério agora, a mulher de 4 é a melhor visão do mundo. A imagem daquele cuzinho na frente, à sua mercè, enquanto meto na bucetinha... Realmente não tem igual.





4 - Qual a sua fantasia, seu fetiche e qual o melhor que já realizou?


Não tenho uma fantasia. Tenho quase todas. Transar com duas mulheres ao mesmo tempo ainda continua o "top fantasia". A que já realizei? Transar com uma mulher em "revezamento de turno". Peguei a mulher e meu amigo esperava na sala. Quando terminei, o cara foi lá fazer a parte dele... Depois eu voltei novamente pra dar conta dela.

Porque isso era uma fantasia? Porque era uma amiga de trabalho, e não uma puta. Foi show.  

5 - Loira, ruiva, morena ou negra? 

Sou negão... Tenho preferências por carne branca no meu prato. Mas tenho uma clara preferencia por morenas. Então eu diria morenas de pele clara.


Não... Não sou racista. Morenas me excitam. Loiras são sex simbol. Ruivas são fetiche. Mas tenho percebido minha queda clara por morenas de pele branquinha... 


6 - Sexo anal ou vaginal? O que você acha sobre o tabu em torno do sexo anal? 

Vaginal. Sexo anal tem hora e, geralmente, não é prazeroso pra parceira. Sexo anal, pra mim, é uma conquista. Pro sexo anal ser prazeroso pra mulher, tem que haver a limpeza interna, tem que ser com camisinha e com um bom lubrificante. Se a mulher não tiver uma boa experiência, fudeu de vez. Acho o sexo anal uma delícia, mas não é aquilo assim pro dia-a-dia.


Tabus são para serem quebrados. Quem ainda tem algo contra o sexo anal, com certeza teve uma péssima experiência... 



7 - O que é melhor: uma mulher que chupa maravilhosamente ou rebola maravilhosamente? 

Boa pergunta... Mas vou optar pela primeira. A que chupa melhor, com certeza tem menos "nojinhos". Isso pra mim é que é mulher!!!

8 - Já teve alguma experiência com mais de duas pessoas? Como foi? 


Infelizmente não... Sou doido por uma bagunça a 3, a 4... O máximo que eu cheguei dessa putaria foi o que descrevi lá no ítem 4. 

9 - Qual o melhor horário para fazer sexo, na sua opinião?

De manhã. Acordar recebendo um boquete é melhor do que dormir recebendo um.  

10 - Sua esposa sabe do seu blog? Se ela descobrisse, qual seria a sua reação? 


Não sabe. Seria o fim do relacionamento sem sombra de dúvidas. Ela me encheria a porra do saco, falaria horrores e teria uma crise de choros. Não iria aceitar a separação, mas tornaria inevitável... 


11 - Li um texto onde voce falava sobre ciume, escolha e relacionamentos. Explicava que era incomodo ter que esconder seu blog da sua esposa, mas que era a escolha que havia feito e vivia feliz assim. Você gostaria que fosse diferente? Você  acha que vive duas vidas diferentes ou só não se mostra por inteiro a ela? 


Achei ótima essa pergunta. Super penetrante, mas ótima. Rsrsrs.

Seguinte... Me percebo vivendo realmente duas vidas. Acho isso péssimo. Acharia delicioso se minha esposa se aprofundasse no mundo virtual como eu o faço... Compartilhasse nossas transas e nossas boas experiências... Talvez experimentasse coisas novas.
Minha esposa sabe quem sou. Sabe como sou e conhece meu potencial sexual. Se ela não vive essa minha parte do blog, de uma forma ou de outra é escolha dela. O que conto no meu blog - geralmente - são experiências que outras leitoras compartilham comigo. Classifico como conto e introduzo aqui. Sempre tem um pingo de verdade em tudo o que está aí, mas geralmente não é minha vida. Às vezes tem um pouco de minha vida, claro... Mas não sou eu. Meu blog tem sido um desabafo de tesão subaproveitado...



12 -  O nome do seu blog é Trauma a Dois. Qual foi a pior situação que você já passou na cama? Foi desse trauma que surgiu o blog? 


Trauma a dois foi um péssimo nome, tendo em vista o rumo que o blog tomou. Escolhi este nome porque minha intenção era esculachar com o relacionamento que vivo. Acontece que em pouquíssimo tempo eu pensei: Seria justo eu falar minha versão dos fatos e ela não? Várias pessoas vão pensar que minha esposa é um capeta. Não é verdade. Se um relacionamento vai mal, a culpa é dos dois... Meu relacionamento ia mal e eu achava que este nome serviria. Amadureci, mas o nome teve de continuar... O trauma a que me referia, era a vida de casado em si. Trauma já superado. 

O legal é que meu blog me ajudou nisso. Cresci com o blog. Amadureci com ele. Hoje, se você ler a descrição do blog, vai ver que ele está mais para discussão de problemas de outros casais. Acontece que isso também não tem ocorrido de forma direta... Está solvido em contos que acabam sendo deliciosos, mas sempre escondem por traz uma traição vivida por um leitor/leitora... 



13 -  No seu blog você descreve diversos contos eróticos - aparentemente de sua autoria. Você os vive? 


Infelizmente não. Vivi parte de alguns. Os textos são inspirados na vida real... Em taras ou em pequenos devaneios que tive. Às vezes em conversas via msn e pequenos desabafos.

14 -  Já traiu sua esposa? 
Depois de casado não. Ter vontade já é outra coisa...

Queridão, obrigada pelo carinho e pela disponibilidade em responder minhas perguntas cheias de curiosidade. Você é uma simpatia de pessoa! Sinta-se à vontade para fazer deste pedacinho seu também. 

Beijoselambiidas, Flux! 

As fotos desta postagem foram deliciosamente surrupiadas do blog: http://desejosincosntantes.blogspot.com.br da Nega linda! 



Marcadores: 19 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Inspiração
Eu acho que ando precisando de sexo diferente para ter boas inspirações. Alguém me ajuda?

Amanhã tem post novo, mas por hoje, preciso dormir.

Beijoselambiidas,

Flux!
Marcadores: 1 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Faz tempo...
A festa era na casa da mãe da amiga. Longe, lá na Barra. E lá fui eu embalada pra presente. Vestido tomara que caia vermelho, aquele que me deixa com cara de dama do cabaré meio putinha, sapatilha e cabelos esvoaçantes.

Quando ele me viu do play chegando não acreditou. Ficou lá me olhando com aquela cara de besta e eu rindo da cara dele. Bebemos, conversamos, tomamos o rumo de casa. Eu da minha e ele da dele. Dentro do  ônibus um engraçadinho se meteu à besta comigo e ele riu da cara do homem, sabendo que quem fazia o serviço era ele. No meio do caminho resolvi acompanhá-lo até a casa dele, com a mente cheia de segundas intenções e o corpo já pegando fogo.

Entramos e fui ao banheiro. Voltei. Não deu tempo de respirar. Jogou-me no sofá e me colocou de quatro. Levantou meu vestido e abaixou minha calcinha, lambendo da bocetinha até o cuzinho. Quando viu que eu estava molhada enfiou um dedinho devagar e me fez gemer. Fomos pro quarto. Eu queria chão, queria espaço. E então ele me deitou no colchão e abriu o ziper do meu vestido e lambeu minhas costas, mordeu de leve, beijou meu pescoço e depois minha boca. Aí começava a brincadeira...

Abriu minhas pernas devagar e foi descendo, beijando minha cintura, lambendo minhas coxas até que chegou ao meu segredo. Assoprou, passou a linha de levinho, com força, enfiou um dedo enquanto chupava meu grelo com força, quase arrancando, me levando ao limite do prazer com a dor e eu adorava. Gemia, quase morrendo, quase explodindo, enquanto ele fazia seu milagre. E quando eu quase gozava ele se colocou dentro de mim e eu tremi. Tremi, gemi, gozei. Com força, com tesão, sentindo meu corpo formigar e o mel escorrer.

Dali pra frente eu gozei mais duas vezes. Uma enquanto chupava ele. Lambia da cabeça ao talo e engolia e ele pediu pra eu cavalgá-lo que ele queria gozar. E assim eu fiz. Montei sobre ele de costas e rebolei com vontade, com força, devagar, rápido, colocando a bunda o mais alto possivel enquanto ele enfiava um dedo no meu cuzinho. E logo depois eu gozei. Ele junto comigo. E enquanto deitados estavamos falando bobagens o sol despontava no céu, pois era sempre assim, da noite ao dia, gemendo, suando e morrendo de prazer.


Faz tempo, mas na memória fica pra sempre, até eu ter Alzheimer. Sempre, até clarear...

Marcadores: 6 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Gente, não me morde, por favor. Ou mordam, porque eu gosto!
Então, eu sei que estou sumida, mas aproveitei as férias da faculdade para tirar férias de todos os compromissos e o blog acabou entrando nessa. Mas eu tenho tanta coisa pra contar e deliciar você que prometo neste mês de março dois posts por semana, tá?
Só esses três ultimos dias foram de cansar! Mais um pouco e eu pedia arrego.

Amanhã passo aqui de novo com uma pitadinha de sexo gostoso pra vocês.
Grande beijo molhado,

T. Flux*.
Marcadores: , 2 Comentários | | edit post
O que você achou?