Coluna Sexo Oral - 12 Erros ao cair de boca!

Olá, meus queridos. A vida anda tão corrida que eu tenho postado só contos, coisas que acontecem ou que eu gostaria que acontecessem e ando sentindo falta de conversar com vocês, aquele bate-papo cheio de malícia e fofoca que eu sempre postei por aqui. Acho que por estar tendo pouco contato com minhas pouquíssimas amigAs e, com isso mal farmos mal dos homens,  cabeça tem andado mais voltada para o fazer do que para o falar. Bom, mas como meus planos nesse feriado foram literalmente por água abaixo, vou ter tempo de sair com os amigos, beber, falar besteira e trazer um pouco dessas palhaçadas que fazemos para vocês. Por enquanto, queria fazer meus comentários sobre um texto que encontrei no Casal Sem Vergonha sobre sexo oral. Vamos lá? 

Os comentários em preto já estavam no texto deles. Os meus estão em vermelho, delícias! 


1. Vá direto no clitóris

Mulher precisa aquecer. Se você vai direto na parte mais sensível do corpo dela sem que ela esteja com bastante tesão, você provocará o efeito inverso – ela vai morrer de agonia e implorar pra que você tire a língua de lá.

TF: É mais ou menos isso mesmo. Não dá pra já chegar lá, porque se você começa os trabalhos sem que ela já esteja pelo menos um pouco a fim, não vai ter graça nenhuma e ela vai começar a pensar nas contas que têm pra pagar. Explore o corpo dela, beije, aperte. Quando uma mulher está com tesão, todo o corpo dela se transforma em zona erógena - no meu caso menos as orelhas e os pés. ECA! - então aproveite disso para criar um clima, deixá-la com gostinho de quero mais e também não passar aquela impressão de que você quer só lubrificá-la para meter, se aliviar e ir embora. 

2. Fique pedindo pra ela gozar de 5 em 5 minutos
Não tem coisa mais broxante do que um cara mala repetindo de minutos em minutos “goza logo pro papai ver” ou coisas do tipo. Com certeza, nesse momento, ela vai pensar: Eu até gozaria, se você colaborasse e trabalhasse em vez de ficar tagarelando.

TF: Ah, não rola. Quanto mais alguém pede para eu gozar, pior é. Eu gozo no meu tempo. Mas isso é sexo ou é prazo de trabalho da faculdade com data e hora marcada? Se ele não estiver fazendo há muito tempo - eu sei que cansa o maxilar e a língua - não tem motivo pra ficar apressando. A não ser que a sua esposa ou o marido esteja estacionando o carro na garagem ou a mãe batendo na porta... 

3. Não escute as dicas dela
Você está se achando o rei do boquete, mas nem se deu conta que está estimulando uma parte que não dá tanto prazer pra ela. E aí ela, toda paciente, diz: “Gosto um pouco mais forte e mais pra direita”, pra ter que ouvir de você: “Relaxa que eu sei o que tô fazendo!” Tem certeza? Não parece.

TF: Se eu estou tendo que parar a minha concentração pra abrir a porra da boca e dizer que em outro lugar é melhor, não, você não sabe o que está fazendo. E ás vezes a situação está tão crítica que desistimos e carinhosamente puxamos vocês pra cima, dizendo que é a ânsia de querermos tê-los dentro de nós o mais rápido possível. MENTIRA! Tá, isso até pode ser verdade em algumas situações, mas se ela faz isso sempre, tem que ver isso aí! Converse com ela sobre o que ela gosta, como ela gosta e ouça! Ouça sempre. Com toda certeza ela conhece melhor o próprio corpo do que você e às vezes a sua super técnica de orador-mór não funciona com ela. 

4. Fique com a língua dura

O clitóris é a região mais sensível do corpo feminino, por isso o homem precisa usar toda a suavidade e textura macia da língua pra não provocar aflição. Língua mais firme pode até fazer parte do processo, mas mais pro final, quando ela já está com bastante tesão e prestes a gozar.

TF: Quando isso acontece a sensação que dá é que nossa boceta é na verdade uma boca e que tem um pedacinho de carne preso entre os dentes e ele está lutando para tirar. É nojento falar, né? Imagine a aflição que não é sentir? Tem que ser com carinho, com jeito. Não dá pra sair enfiando a língua assim. Essa porra não é o Mc'Colosso do Mc'Donalds. que vocês tem que endurecer a língua pra conseguir pegar a calda lá do fundo. 

5. Economize na saliva
Não tem nada pior do que um sexo oral seco. Se tem um momento na vida em que a saliva é sua forte aliada, é nessa hora. Abuse dela.

TF: Fica esquisito. Por vários motivos. Primeiro porque  língua seca tem um aspecto áspero que não é legal em contato com a pele fina e sensível do sexo de uma mulher (nem de homem). Segundo que não tem graça nenhuma, é chato. O toque é que dá o tesão e se o toque é esquisito, qual o ponto disso? É mais fácil partir logo pros finalmente e se garantir no que sabe fazer. Se a boca tá ruim, tenta o dedo, quem sabe ajuda?  

6. Use somente a sua boca
Um sexo oral bem feito é aquele em que o homem explora o corpo da mulher com as mãos também. Vale de tudo: Passar as mãos pelo corpo, acariciar os seios, pegar na bunda, segurar as mãos dela, colocar um ou mais dedos dentro dela, introduzir aquele dedinho na porta traseira ou até mesmo trazer um amigo vibrador pra ajudar naquelas horas que que a língua ou os dedos se cansaram.

TF: Esse dispensou qualquer outro comentário. Exatamente isso! 

7. Pense que lá embaixo é um pedaço de bife. E que você é um cão esfomeado.
Não sei se é nervosismo, ansiedade, inexperiência ou muito tempo sem sexo, mas tem homem que se afoba na hora do sexo oral. Ele mexe a cabeça e a língua descontroladamente, sem se preocupar em ler os sinais da mulher, resultando numa cena lamentável e numa mulher que não vê a hora de partir pra próxima fase do sexo, porque essa já deu.

TF: Você está fazendo teste para ser figurante de 'The Walking Dead"? Não? Então não trate a minha Tchuna como um pedaço de carne. Machuca, não tem graça e nos faz perder o tesão. Se você for o próximo figurante de série de zumbi ou for um recém chegado do Zimbábue e não vê comida há um bom temo, a gente para, pede uma pizza de calabresa e depois continua, tá? 

8. Tenha nojinhos
Você quer que a sua mulher engula seu gozo mais morre de nojo de colocar a língua na área mais estratégica do corpo dela? Desconfio que talvez não goste tanto de mulher assim como anda dizendo por aí… Se depois do sexo oral corre pro banheiro pra lavar a boca, então…caso perdido.

TF: Ah, eu já discordo. Claro que tem os exagerados, né? Mas tem mulheres que têm o gosto muito forte e não é todo homem que curte isso. Tem aqueles também que não estão acostumados. Se a mulher estiver com cheiro ruim na bacurinha eu aconselho que nem tente começar. Vai que dá ruim e você vomita em cima da mina? (Essa ia ser engraçada de ver acontecer com os outros!) Então, se você não curte muito o gosto da mulher com a qual você está indo pra cama, você tem três opções: dê um banho nela antes de começar, compre óleos comestíveis ou vá chupar um pau! Mais simples!


9. Fique sempre no mesmo movimento, com a mesma pressão
Sexo oral pra ser bom precisa de variação de movimentos. Agora é a hora de você usar sua criatividade. Vá testando opções e observando como ela reage. Se percebeu que ela gostou, memorize esse movimento pra repetir numa próxima oportunidade, assim você vai montando um repertório seu de técnicas. Pressão também precisa variar – é fail total se você começa forte demais e se fica muito molenga e suave quando ela está querendo gozar.

TF: Isso irrita. Perde  surpresa do negócio. E quando o tecido lá embaixo acostuma, não há santo que faça voltar ao normal logo de cara. Tem deixar ventilar um pouquinho, pegar um ar, circular o sangue até que você possa tentar fazer algo que cause algum efeito positivo. 

10. Morda o clitóris dela
Tá louco? Essa a área mais sensível do corpo da mulher então a não ser que ela dê sinais claros de que quer uma mordida, aconselho nem tentar essa manobra arriscada. A não ser que não se importe em tomar um chute no meio do sexo.

TF: Eu sou suspeita pra falar, porque eu adoro! Aquela mordidinha que deixa bem no limite entre a dor e o prazer. Mas saiba bem o que está fazendo. Não pense que o clitóris dela é um pedaço de carne e você é um zumbi. Tem que ser de leve, caso contrário, você vai MESMO tomar um chute no saco!


11. Cuspir pra fingir que ela já está molhada
Você acha que engana quem? A mulher sabe exatamente quando está lubrificada ou não. Tem homem que se acha o esperto – dá uma cuspida pra simular lubrificação e pra ter uma desculpa pra ir logo pros finalmentes. Coisa que quem não tem habilidade nenhuma pra deixar uma mulher excitada.

TF: Sério que tem homem que faz isso? Essa pra mim é nova. Mas, se colocaram lá é porque é um realidade. Não preciso nem dizer que isso é coisa de Looser, né? Se você não tem capacidade de deixar a mulher que está indo pra cama com você excitada, pega tua roupa e vai-te embora! Não precisa nem ligar depois! 

12. Pare antes dela gozar
Se não sabe brincar, não desce pro play. A partir do momento em que você decide colocar sua boca na perseguida dela, não pode sair de lá até que ela tenha gozado pelo menos uma vez. Isso pode demorar um tempo e você precisa ter determinação. Pense que um sexo oral caprichado, cedo ou tarde, acaba voltando pra você.

TF: Comigo não precisa necessariamente até eu gozar, porque me fazer gozar com oral é quase como a busca pelo Santo Graal. Tem que saber o caminho, como chegar lá e saber o que e onde apertar quando chegar na sala sagrada. Caso contrário chega uma hora que perde a graça e eu gentilmente vou segurar você pela cabeça e dar o sinal verde pra mudar a brincadeira. 


Gente, claro que isso tudo varia de mulher para mulher, né? Eu comentei com base no que eu gosto e no que eu ouço minhas amigas falarem e homens reclamarem. Mas no ruim de tudo, tente perceber. Dá pra sentir se a mulher está curtindo ou não o que você está fazendo. Se ela realmente não estiver gostando, pare, converse com ela, pergunte opinião. Assim vai ser muito melhor pros dois! 

Beijoselambiidas, Flux!

Nenhum comentário:

Imagens de tema por sebastian-julian. Tecnologia do Blogger.