Dia do Orgasmo - 31 de Julho
Pode ser clitoriano, vaginal, anal (UI!), ponto G, na ponta do pé ou no lóbulo na orelha. Pode ser sozinha, acompanhada, por cima, por baixo, de ladinho... Pode ser real, virtual, emocional. Pode ser de tantas formas que eu poderia passar o dia aqui escrevendo. Mas o que vale não é como e sim o porquê! O que vale a pena é gozar plenamente e ser feliz. 

Feliz Dia do Orgasmo a todos os queridos e queridas que passam por aqui. Que vocês gozem muito hoje e sempre!

*Obrigada a todas as pessoas que já me proporcionaram orgasmos. Os de perto e principalmente o de longe, que em breve estará perto, porque me faz gozar todo dia quando ouço sua voz.

Beeijoselambiidas, Flux!
Marcadores: 2 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Molhada
Completamente excitada... indo dormir toda molhadinha. Depois passo aqui e conto o porque.

Só sei que a noite hoje vai ser assim...

Beijoselambiidas, Flux!
Marcadores: 4 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Desespero

'Mas o matuto não sabe o que eu sei. Que só se trepa bem por amor, nunca por dinheiro e que o resto é só desempenho. Amar e viver sem meio-termo. Amar e nunca baixar os olhos. Amar e perder no jogo. E, estropiada, aceitar a trepada sirva de forro quando o coração cai do topo da lona e não há rede nenhuma para protegê-lo. Se quebrar toda e aceitar viver desconjuntada. Já que a cabeça está salva...' 

Amêndoa - Nedjma

Aprendi que existem várias formas de sexo. O do olhar, o da boca, do cheiro, do abraço e o dos corpos em si. E acho que estivemos fazendo sexo desde o momento em que nos conhecemos. Desde o momento em que trocamos beijos no rosto, até a madrugada de sexta, quando finalmente nos deitamos juntos.

Na quarta fomos passear Centro Historico de João Pessoa. Ao som do roots, do forro ou do que tocasse nossos corpos colados dançando enquanto eu rebolava bem proximo a ele, provocando, atiçando, querendo que ele me levasse pra atrás daquele palco e fizesse o que desejasse comigo, sentindo meu corpo gritar de tesão.  


Mais tarde, antes de nos deitarmos pra dormir, eu tomava banho desejando e sonhando que ele invadiria o local para tomar banho comigo. Sonhei com suas mãos escorregadias pelo sabão e pela agua, com sua boca quente, sua lingua macia... Depois nos deitamos para dormir e como eu queria aquele corpo sobre o meu, aquela boca na minha, aquele pau dentro de mim. Sentir aquele calor e aquela energia fluindo pelo meu corpo. Mas não poderia. E a cada centimetro que as mãos dele avançavam em meu corpo, era um martírio delicioso. Sentir a mão passeando pelos meus seios, a boca que beijava meu pescoço, a língua que lambia o lóbulo da minha orelha, a mão que apertava minha bunda... desespero. Era isso que eu sentia. Mas apenas dormimos juntos enquanto eu me sentia completamente pronta pra recebê-lo. Meu corpo fervilhava, mas tudo o que fizemos foi conversar e trocar carinho. Como foi gostoso. E ao acordar com aquele friozinho do ar condicionado a vontade se fez presente de novo. Como eu adoro sexo pela manhã. Como eu adoraria ter aquele pau lindo na minha boca e brincar com a língua até ele não aguentar mais...

E no dia seguinte não deu certo. Eu fui dormir na barraca dele pois meu quarto era muito movimentado e eu queria paz. Mentira. Eu queria que ele abusasse de mim. Tá, fui pelos dois. Mas quando ele deitou ao meu lado e me beijou com carinho meu corpo estremeceu e a vontade se fez presente. Enquanto nossos corpo estavam colados e os beijos aconteciam, o reggae de leve como trilha sonora e eu sentia aquela pica latejar por baixo da roupa dele e o desespero ia aumentando, a vontade crescendo e a visão ficando turva de desejo. Mas eu ainda não poderia. Era meu ultimo dia de 'impedimento'. O dia em que eu mais odeio. Tudo fica mais difícil.

Mas foi aí que ele me quebrou. Olhou no fundo dos meus olhos e disse que não havia dormido com mais ninguém no Encontro e pediu por favor para fazer amor comigo. Que não ligava pro meu 'impedimento' e té seria bom, pois eu estaria mais quente do que o normal. Como dizer não? Como negar a ele o que meu corpo mais queria e minha alma mais ansiava? Fui beijando cada parte de seu corpo devagar. A boca, o rosto, o peito, lambendo, mordendo de leve, até chegar na barra da bermuda. Passei a língua ali devagar e senti que ele gostava. Mordi seu pau de leve por cima da roupa, só pra fazer uma pressão devagar e voltei pra boca. Aquela brincadeira gostosa que excita e deixa o corpo aceso, em desespero. Abri sua bermuda e fui beijando, lambendo, até me livrar de toda aquela roupa que me impedia de chegar no meu objetivo final. Até que me livrei e vi aquele corpo lindo, aquela boca enorme e aquele pau. Ahh, aquele pau.

Pau que eu lambia, chupava e me deliciava com cada suspiro dele. Que me deixava completamente molhada e com vontade de tê-lo dentro de mim. E que me fez ganhar a noite enquanto eu chupava com calma e vontade, o ouvi gemer e fincar as unhas no chão. Jesus, era muito tesão. Dar prazer ao outro me excita mais do que qualquer coisa. Na minha língua eu senti escorrer aquela porrinha transparente deliciosa e isso só me deixou com mais vontade ainda.
Tirei  roupa. Depois de muito sacrifício consegui tirar o short. Não queria nenhum acidente acabando com a noite maravilhosa que eu estava tendo...

Sentei sobre ele e rebolei de leve, ao som da música, enquanto ele me olhava e dizia que eu era linda. Ele lambia o bico do meu seio, colocava na boca, apertava minha cintura. Coloquei a camisinha com a boca, olhei pra ele e sorri. Fui sentando devagar sentindo aquela pica invadir cada espaço do meu ventre e quando me senti preenchida comecei a rebolar. Rebolei com vontade, rápido, devagar, ao som da música e enquanto eu rebolava ele fazia caras e bocas e me dizia que eu era gostosa. Enquanto eu rebolava, o vi colocar o dedo na boca, lamber e passar de leve no meu grelo. Uma das cenas mais lindas e eróticas que já vi na vida. Lambeu o dedo devagar, depois de novo e ficou me excitando. Pouco tempo depois o gozo veio. Não foi aquele gozo desesperado. Foi um gozo diferente de todos os que eu já tive. Foi calmo, sereno e me fez deitar sobre ele e continuar rebolando devagar.

Nossos amigos chegaram e continuamos com o que estavamos fazendo. Eu gemi alto, ele comentaram... eu expulsei todo mundo mandando que eles catassem alguém pra foder. Onde já se viu? Amigo que é amigo não atrapalha o sexo do outro. E nós continuamos assim por mais algum tempo até que a vibe mudou de sexo pra carinho e a proxima coisa que eu vi era que estavamos deitados, abraçados, nos beijando e curtindo nosso momento.


*Você ainda me deve o final dessa noite. Nem que nos reencontremos só pra terminá-la. 
*Como é gostoso te chupar. Putaquepariu! 



Espero que você goste, dengo. De um lado meu que você ainda não conhece. Um lado mais saliente, mas que quando colocado em prática rende bons gemidos!

Beijoselambiidas, Flux!


Marcadores: 5 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Sexo Oral - Ejaculação Precoce
Primeiro queria pedir desculpa pelo sumiço, mas estava em João Pessoa desde sábado passado. E depois dizer que eu vou ser simples e objetiva porque senão vou acabar escorregando no papo e vai dar ruim pra mim...

Bom, recebi um e-mail de um leitor que não vou identificar dizendo que tem problema com ejaculação precoce, perguntando o que eu acho sobre isso, se já passei por isso e o que ele poderia fazer pra resolver essa situação.

Vamos por partes:
1 - O que eu acho disso? Sei lá. Acho que esse tipo de problema é mais ou menos como a discussão do aborto. A favor de verdade ninguém é. Ninguém quer o aborto incontrolado, como método contraceptivo, mas salvo conduta, cada um deve ter consciencia de seu problema e de seus atos e tentar lidar com isso, tendo a escolha de levá-lo adiante ou não.

Se o cara esta vendo que o problema é grave e não procura um médico, psicologo, sexólogo, pai-de-santo, pastor, seja lá o que for, tá pedindo pra não comer ninguém, né? A gente entende que deve ser dificil assumir um problema desse, mas ai você tem que pesar o que vale mais: continuar com o problema por conta da vergonha ou ter uma vida sexual saudável e garantir isso a sua parceira?

2 - Sim, eu já passei por essa situação e foi péssimo. E também já passei por essa situação e foi ótimo. Tudo depende da intimidade que você tem com a pessoa que esta do outro lado e qual vai ser sua reação quando você gozar. Como assim?

A primeira vez em que passei por essa situação o maluco cabaçou e não soube lidar com o problema dele. Se é uma coisa de uma vez, a gente entende. Aconteceu, da próxima não vai acontecer mais e bola pra frente. Agora quando o cara sabe que tem o problema e não faz nada pra dar prazer ao outro lado, é foda. É horrivel começar uma coisa e estar no meio, cheia de tesão e cortarem nossa onda. Da mesma forma que vocês não gostam de mulher que atiça e corre, a gente também não gosta de homem que fica com o caralho na mão sem ter o que fazer.  Da outra vez foi melhor porque não era um problema constante. Era uma coisa que acontecia quando o cara estava com muito tesão, então, ele gozava rápido, mas pouco tempo depois já estava pronto pra outra e nesse meio tempo não me dava descanso.

3 - O que você pode fazer pra resolver isso? Primeiro procurar a ajuda de um profissional. Um médico? Sim, um médico. Homens também devem ir ao médico frequentemente como as mulheres. Se não tem problema já devem ir, se apresentam alguma alteração então, vá correndo. O médico ou a médica vai te examinar e definir se você tem algum problema físiológico ou se é só ansiedade mesmo. Caso seja ansiedade, pode encaminhá-lo a um psicologo ou te ensinar alguns exercícios para melhorar seu problema.


Agora, alguns truques para aliviar sua tensão:


Técnica de distração
Durante o ato sexual, o homem é orientado a fixar o pensamento em alguma situação que o desligue de sexo, como em morte de alguém, ou em alguma mulher que não o agrada ou em contas bancárias. Assim que perceba que a ereção está se desfazendo, volta a se fixar na parceira. Deve usar essa distração, algumas vezes, para poder prolongar o tempo de penetração antes da ejaculação.
Técnica de compressão
O homem deve comprimir a base da glande (cabeça do pênis) por 4 a 5 segundos imediatamente após a primeira sensação de maior excitação. Com esse procedimento vai dificultar a entrada de sangue no pênis e retardar um pouco a ejaculação.
Técnica stop-start
Consiste em orientar o homem a ficar na posição superior à parceira para poder ter controle do movimento sexual. Deve iniciar a penetração e parar completamente os movimentos próximo ao momento de maior excitação. Pode usar a técnica de distração concomitantemente.


Então, nego, é isso! Nada de pânico, em primeiro lugar. Muitos homens têm esse problema. A questão é como lidam com isso. Não adianta gozar e virar pro lado e dormir ou ir tomar banho e deixar a companheira ou o companheiro lá chupando dedo porque ela/e vai ter odiar eternamente e nunca mais vai querer dar pra você. Gozar rápido, tudo bem, até você se resolver, mas já que gozou e não tem mais jeito, que tal usar o tempo disponivel até a sua proxima investida para deixar o parceiro ou a parceira gozando por várias vezes. Use lingua, dedo, mãos, boca, até enfia o pé se você quiser e achar que isso vai ser bom. Mas demonstre interesse em saber que o seu prazer veio rápido, mas que o de quem esta do outro lado não precisa ser rápido, mas precisa existir. Um segredo: enquanto você tiver dedos, lingua e boca, você pode gozar em dois segundos que mulher nenhuma vai te achar tão problemático assim!


Bom, espero que eu tenha ajudado! Desculpe a forma rispida de falar, mas não estou muito bem hoje, além de estar mega gripada!

Beijoselambiidas, Flux!


Marcadores: 2 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Puta com prazer.
Cá entre nós, sou uma mulher de poucas amigas. Na verdade, qualquer mulher que não sente numa cadeira cruzando as pernas e dando sorrisinhos charmosos se torna uma inimiga da moral e dos bons costumes babacas da sociedade. Me tornei puta ao sentar nos bares e tomar cervejas  com meus amigos, me tornei puta quando o namorado de alguma garota acendeu meu cigarro. Me torno uma vadia assim que os homens me chamam pra curtir um churrasco ou um jogo de futebol que as namoradas deles não curtem.
Sabe, ser puta é muito simples, é só você fazer sexo com quem quiser, a hora e no lugar que quiser. E pra ganhar uma estrelinha por bom comportamento ''putesco'', goste de fazer sexo selvagem, goste de apanhar, de fazer aquele anal apertadinho e cheio de vontade, de xingar, aja por tesão!
A maioria das mulheres me taxa de puta porque eu não resisto a quem sou. Me chamam de  vagabunda porque eu faço sexo com homens enquanto elas fazem sexo com pirus de plástico (não que eu não curta). Qual o problema de sexo no primeiro encontro? Qual o grande tabu em fazer sexo com mais de um homem ou mais de uma mulher ao mesmo tempo? Se você gosta, faça. Melhor uma foda rapidinha e o apelido de puta que o resto da vida com aquele sentimento de curiosidade.





Beijos da puta mais gostosa do bar.




P.S.: Só estava precisando desabafar.
Marcadores: 3 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Minha entrevista no Erótico e Profano!
Ai, gente! Finalmente o delicinha do Profano postou a entrevista que ele fez comigo. Espero que gostem!


Segue um trechinho:


          "Nos fale um delito, uma aventura, algo que foi uma loucura.
Voltando do Salgueiro com meu ex namorado, 4 horas da manhã, eu cheia de tesão e ele também. Eu estava de saia e acabamos parando na rua ao lado da minha e transando em cima de um carro, assim a olhos vistos, no desespero. Foi maravilhoso e depois nos demos conta da loucura que fizemos. Também teve um passeio pelo Rio, da Zona norte a zona sul passando por barzinho e praia de vestido sem calcinha. Terminamos a noite transando loucamente dentro do carro e gozando com força! "
"Onde foi sua melhor rapidinha? Oque rolou?Não gosto de rapidinhas. Gosto de espaço, conforto. Mas a melhor foi na garagem do prédio do meu namorado, em cima da mala do carro do pai dele. Eu apoiada de bruços e ele botando fundo. Ai ai... "
 

Confira na íntegra no Erótico e Profano. Clique AQUI! 
Marcadores: 3 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Transcendental
A noite começou esquisita. Havíamos tido um momento tenso de casal na noite anterior e quando ele entrou na minha casa, todo arrumado, tudo o que eu queria era que ele me jogasse na parede para resolvermos nossos problemas da melhor forma que existe. Mas não foi o que aconteceu. Sentamos no sofá, acendi um cigarro e conversamos. Problemas resolvidos, fui trocar de roupa para sairmos.

A noite era simples, programa de casal. Teatro, comida casa. Tem certeza? O frio, a chuva, tudo cooperava para que dormíssemos juntos, aconchegados, eu ouvindo a respiração daquele homem, já que eu sempre durmo depois dele. Aquele homem que é meu protetor, mas que dormindo parece um menino ingênuo e indefeso.

Acabamos indo pra "casinha". Aquele motel onde a recepcionista já nos conhece, o garçom já virou amigo dele e onde tivemos tantos momentos gostosos e felizes. Roupas tiradas, deitados na cama conversando, revivendo na memória tantas vezes que já estivemos ali, tantas coisas que já aconteceram, o tanto quanto evoluímos juntos. Ele me abraça, eu jogo minha perna sobre as dele, ele me puxa pela cintura e me dá um beijo demorado, calmo, que dois minutos depois já vira ardente. Quando eu percebi eu já estava molhada, ele já estava de pau duro e roçando a mão na minha calcinha.



Daí pra frente não prestou. Ou prestou muito, vai saber... Se jogou sobre mim e disse que queria meus seios. 'Toma o que é seu por direito!' e lá foi ele com aquela boca, aquela lingua, lambendo, chupando e mordendo o bico dos meus seios com calma e tranquilidade, me fazendo relaxar. Ficou ali um bom tempo. Em um, depois no outro. Recostou sua cabeça em meu colo e ficou ouvindo meu coração bater. Foi descendo, beijando minha barriga e eu o puxei de volta. Eu o queria perto, queria sentir seu calor, olhar em seus olhos, beijar sua boca. E ele veio pra cima e ficou me olhando nos olhos, beijando a boca. Fomos interrompidos e quando recomeçamos eu sentei sobre ele. Sem muita pretensão. Só pra ficar ali, aproveitando, sentindo pele na pele. Mas o pau dele insistia em latejar, encostando no meu grelinho e fazendo a vontade crescer.


Fiquei por um bom tempo sobre ele só torturando, fazendo carinho, beijando, quando finalmente permiti que ele me tomasse. Fui sentando devagar sobre o pau dele, que já estava com a cabeça melada de vontade e assim fiquei. Rebolando devagar só na cabecinha, sem deixar entrar muito, acostumando meu corpo e aproveitando ao máximo. E quando ele fechou os olhos e menos esperou eu sentei firme, engolindo seu pau com vontade, sugando para dentro de mim, deixando-o na beirinha do desespero, como eu adoro vê-lo.

Sentei, rebolei, ele quase gozou, eu quase gozei. Devagar, no melhor estilo romance, metidinhas de leve, carinho, olhos nos olhos, sorrisos, eu te amo. A energia da suite era leve, pura. Nosso sexo atingiu um novo nível, diferente, carinhoso... transcendeu tudo aquilo que já fizemos em nossa trajetória e construimos algo novo, que só funciona entre nós dois e só nós dois sabemos reconhecer.

Devagar, com carinho, num domingo de chuva, enquanto ele me olhava, eu sorria e diziamos coisas bonitas no ouvido um do outro, eu descobri de verdade o que é fazer amor. E o melhor, eu gostei. Pra um domingo de chuva, não existe coisa melhor.

Depois veio o resto. Mas o resto, depois eu conto...

(Eu sei que esse texto foi bem diferente do que vocês estão acostumados a ler por aqui, mas depois da noite e da manha maravilhosas que eu tive ontem e hoje, não poderia me furtar a dividir esse momento com vocês ou descrever de outra forma.)

Beijoselambiidas, Flux!



Marcadores: 2 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Entrevista - Profano



Nome: Profano!
Idade: 32
Estado Civil: Solteiro

Se puder e quiser, mande uma foto sua pros nossos leitores (não precisa conter o rosto).

Cobra engolindo cobra.


Caso você tenha namorada(o)/esposa(o): Ela/ele sabe do blog? E o que acha? 
Já tive namorada, ela sabia de meu outro blog (6 anos atras, este blog já esta fechado), onde eu postava somente fotos.
Atualmente, só contaria sobre o blog caso tivesse muita intimidade e a pessoa gostasse de ver fotos também!
Seria interessante ter uma parceria postando !!! Admiro os casais que se permitem!

O que é mais importante e gostoso no sexo para você? As preliminares, o clima de intimidade ou a penetração em si? 
Sexo tem que ser safado, sexo tem que ser com vontade, sinceramente não gosto de rapidinhas (salvo algumas exceções), gosto muito de fazer oral, gosto de receber oral, gosto de tocar o corpo da outra pessoa, gosto de ser tocado, gosto do clima para o sexo, as caricias, os beijos molhados.
Gosto de gemidos, gosto de palavras profanas durante o ato, gosto de mensagens no celular safadas antes e depois, gosto de surpresas, gosto de surpreender, ja houve casos onde ficava mais tempo na preliminar do que na penetração, e foi muito gostoso.

Qual foi a sua melhor experiência sexual? 
A mais safada foi com uma mulher que conheci na net, e ela me confessou que queria muito tocar o homem "na região proibida", pra terem uma ideia, gozei 4 vezes em duas horas, a segunda o pau nem ficou mole!
A melhor foi com minha ex namorada, onde ela me amarrou na cama, me vendou, e me dizias coisas gostosas do tipo "vou chupar vc até gozar na minha boca, e vc não vai poder nem encostar as mãos em mim" 
E a pior? 
A pior, foi quando broxei na hora H. A mulher soube entender, e ficamos só conversando na cama. Saimos outras vezes depois e transamos normal, mas confesso que fiquei com aquilo na cabeça. 

O que nunca faria no sexo? E o que mais tem vontade de fazer (pode ser que ja tenha feito): 
Scat eu nunca faria.
Tenho muita vontade de ser submisso e dominado por uma mulher
Tenho vontade de menage, e conhecer uma mulher que goste de marido corno (fetiches né gente)


 

Conte-nos uma situação engraçada e uma estranha que tenha acontecido no sexo com você.
A primeira, foi receber oral de uma mulher no transito, eu dirigindo. Parou um onibus ao nosso lado, e algumas pessoas viram e ficaram comentado!
A mais estranha, durante o orgasmo de uma mulher que sai, ela começou a se contorcer muito, mas muito mesmo e começou a tremer! 

Gosta de se masturbar? Se masturba com as fotos que recebe de leitoras? 
Gosto de masturbar, faço ao menos 3 vezes por semana.
Gosto de ver as fotos que recebo de leitores, mas gosto principalmente de webcam, me exibindo e vendo. 

Como surgiu o Erotico e Profano? 
Eu tinha um blog bem famoso 6 anos atras, onde quase não haviam blogs do tipo (fantasias secretas), tive quase 6 milhoes de acessos.
Tive problemas pessoais devido ao blog, e decidi excluir.
O Erotico e Profano, trás meu estado atual, onde me sinto mais maduro para entender outros fetiches, e até gostar de outros fetiches que tinha receio ou não conhecia antes. 

Você é mais erótico ou mais profano? 
Sou mais profano, gosto de safadezas, mas sinceramente, meu maior desejo é conhecer uma pessoa para ficarmos juntos e que também goste de safadezas! 

Já teve alguma experiência com pessoas do mesmo sexo? Como foi e o que achou? 
Ja tive uma vez somente. Eu tinha esta curiosidade, porém não muita coragem. Um dia entrei no chat aqui de minha cidade, e um contato me chamou, o nick era casado curioso. Conversamos, e ele me disse que tinha vontade de sair com homens, ele morava próximo a minha casa e decidimos nos conhecer. Fomos até a casa dele! tomamos banho juntos, oral nele, oral em mim, depois fomos pra cama ****.
Foi uma experiencia legal, gostei, e foi ai que tive certeza que não tenho vontade de beijo hxh e não gosto de pêlos!
Já broxou? Como lidou com isso? (Caso não tenha acontecido, como acha que lidaria?)
Ja broxei uma vez, estava muito ansioso pra sair com uma mulher, nos beijamos, e eu percebi que o pau não ficou totalmente duro, tirei a roupa dela e "pra ganhar tempo" comecei a fazer oral nela primeiro, e tocava meu pau com as mãos, e NADA, ela se virou e começou a fazer oral em mim, pra ver se levantava..e ficou 40%, mas só. Fiquei mais ancioso ainda e falei pra ela parar, deitamos um do lado do outro, e rimos, ela foi legal pois ficou conversando normal, e dizendo pra eu não esquentar a cabeça com isso, ficamos fazendo carinho um no outro, beijando, conversando. Paguei o motel sem comer rsrsrsr

Sexo anal ou vaginal?
Vaginal sempre! Não ha nada mais gostoso do que sentir uma bucetinha beeeem molhada, onde a penetração é lisinha!
Anal as vezes, para incrementar a relação

Goza gemendo, gritando, em silêncio?
Gemendo grosso sabe! 
E gosto assim.Acho que da tesão ver a pessoa gemendo também, pedindo mais!

Onde você prefere gozar? 
Gosto muito de gozar na boca.
Gozar dentro da buceta também é gostoso, bem quentinho e fica mais lubrificado ainda! 
Ja houve casos onde eu gozei dentro da buceta, e continuei os movimentos, o pau nem ficou mole, nossa, foi mto gostoso!

Prefere mulher que geme alto ou baixinho no ouvido? 
Mulheres que gemam! rsrsrs
Alto, da um tesão enorme por saber que a pessoa esta gostando do sexo.
Baixo, geralmente é o incontrolável, a sensação da pessoa de olhos fechados gemendo baixinho com seu pau dentro dela é maravilhosa

Já pagou para ter sexo? 
Ja algumas vezes, ja frequentei bordeis, casas de massagem, e strip clubs, onde ja realizei os mais secretos fetiches
Levando em consideração a possibilidade da pessoa "contratada"  fazer tudo oque vc mais quer naquele momento, é bom.
Sonho de todo homem, uma mulher que seja dama na sociedade e PUTA na cama (o meu pelo menos)


O que prefere: uma chupada nervosa ou uma cavalgada rebolativa? 
Difícil escolha, mas considero uma chupada nervosa sorte para poucos! 

Já fez sexo com mais de uma pessoa ao mesmo tempo? Conte-nos:
Este é um dos meus maiores desejos, ainda não o fiz 

O que acha do blog Secrets Reveries? Nos dê uma sugestão para melhorá-lo ainda mais.
Acho seu blog um dos melhores que visito, layout, textos, fotos, e conteúdo!
Mande seu recadinho para os leitores e leitoras do blog:
Continuem visitando nossos blogs, pois fazemos com carinho. 

Muito obrigada por ter aceitado participar da nossa entrevista. Espero que eu não tenha sido muito abusada nas perguntas.

Eu preciso confessar que AMEI a entrevista do Profano. Ele é uma delícia de pessoa, com a mente SUPER aberta e bem divertido. Muito obrigada por ceder seu precioso tempo para matar um pouco da nossa curiosidade sobre esse blogueiro delicinha que você é.


Beijoselambiidas, Flux! 


Marcadores: 7 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Meu querido cafajeste...
Estudei na mesma escola a vida inteira, tive amigos que perdi com o tempo e outros que mantive. E com o advento chamado Facebook, reencontrei alguns desses que estavam perdidos. Papo vai, papo vem, o grupo combinou de se encontrar pra tomar uma brejinha, colocar o papo em dia e analisar os corpos pessoalmente, já que a curiosidade estava matando a todos.
Cheguei ao boteco com toda minha cara de pau clássica só pra disfarçar o atraso. Cumprimentei a todos e logo pedi meu primeiro chopp. Minha paixonite de infância estava lá, sentado. Lindo e moreno como mamãe pediu o genro a papai do céu. Mal pude evitar olhar aquele pacote que tem estampado ''Cuidado. Conteúdo canalha.'' Aquele jeitinho de homem que te pega hoje e amanhã só Deus sabe o que será de você.
Tenho uma queda, um tombo, um fraco ou seja lá o que isso possa ser, por esse tipinho e esse sexo casual que ele traz consigo. Pode ser um clichê, mas é impossível o mocinho despertar meu interesse sexual. Gosto dos vilões, daqueles que atiçam minha imaginação e me fazem querer atacá-los assim que eu ponho os olhos neles. Por Que? Porque bom mesmo é o lobo mal, querida, ele é quem te come melhor. O que eu sei é que o tesão que umedecia o meio das minhas pernas aparecera assim que ele sorriu pra mim.
Depois de algum chopps, uns petiscos e muito papo colocado em dia, fomos todos embora juntos. Já tinha rolado um beijo gostoso com uma amiga, mas aquela vontade de dar não me abandonava. Nada substitui um bom pau, na minha humilde opinião. E eu queria o pau dele. Depois de deixar todo mundo em casa, era a minha vez de ir. Eu, ele, altíssimo teor alcoólico e um carro. Paramos na minha porta e na despedida, não pude evitar, rocei os lábios na orelha dele. Soltei uma pequena safadeza e pronto. O cafajeste fez a parte dele. Me puxou pro colo e as mãos trataram de conhecer meu corpo. Ele era todo boca, respiração forte, chupões... era o que eu esperava. Era o que eu tinha procurado e instigado.
Me comeu, me comeu ali no carro, sem muitas voltas e gracejos, com força e sem paciência. Ele queria me machucar e eu queria mais. Apanhei, bati, mordi, fui chamada de piranha e daí? Sexo casual tem que ser assim. Se eu quisesse amorzinho arrumava um filme de romance na Sessão da Tarde. Não que eu não goste de fazer amor, mas pra fazer amor tem que ter aquele climinha. Pra sacanagem, eu só preciso de um pau,  ou uma buceta.
Ele era o que eu queria, o corpo cheiroso, o pau jeitoso e a boca cheia de palavrões. Com ela, marcava cada pedacinho do meu colo e pescoço às mordidas e aos chupões. As mãos apertavam minhas coxas e os dedos alisavam e penetravam sempre que eu dava uma brecha. E mesmo naquela posição incômoda, nós estávamos nos entendendo muito bem. 
Quando me penetrou, afinal, senti cada pedacinho se acomodar dentro de mim e tremi daquele jeito que o Diabo gosta. Nunca soube me conter nesse tipo de situação, acho que o estímulo mais forte pro parceiro é saber que você está mergulhado no prazer e que não está pensando em nada além. Me dedico mesmo, até quando não estou com vontade - o que pouco acontece - dou pra valer. Foi a rapidinha mais apertada e gostosa da minha vida. E cá entre nós? Não me arrependo nem por um segundo.
Dar pra cafajeste é bom e todo mundo devia fazer isso mais vezes.


Beijocas
Capitu


P.S.: Queridos, adoraria receber críticas, sugestões e histórias de vocês. Caso queiram: secretsreveries@gmail.com
Marcadores: 2 Comentários | | edit post
O que você achou? 
Agradecimento!
Hoje eu não vim aqui contar nada de sexual, erótico ou quente. Hoje eu passei aqui para agradecer.
A quem? A você que está lendo isso. Na verdade a todos os meus leitores. Os frequentes, os que vêm aqui esporadicamente, os que caem aqui de para-quedas e nunca mais voltam, a todos. Cada vez que eu entro aqui e vejo um comentário ou vejo o número de seguidores aumentar eu sinto mais vontade de escrever. Cada vez que recebo um e-mail, alguém me pede para escrever um texto, manda um texto para mim ou diz que gostou do que eu escrevi, explodo de alegria.

É para vocês que eu escrevo. É com vocês que eu divido meus desejos, minhas risadas, meus gozos. Foi aqui que encontrei amigos e dividi isso com meus amantes. Muito obrigada, do fundo do coração. Espero que eu consiga atiçar a mente de vocês por muito tempo, pois esse retorno é o meu pagamento e não tem preço.

Beijoselambiidas, Flux!


Marcadores: 5 Comentários | | edit post
O que você achou?