Temos visitas...

Acordamos e depois daquela bem dada logo ao acordar fomos passear pela Ilha, procurar alguma coisa pra comer, tirar fotos... encontramos alguns amigos dele e acabamos indo para a casa do sogro de um deles. A casa estava vazia, haviam acabado de se mudar e o sol fazia a piscina se tornar convidativa. Os meninos logo tiraram a bermuda e deitaram à beira daquela água azul linda. Logo depois eu não resisti e deitei também ao lado da cadeira onde ele estava sentado. Pelo óculos eu podia vê-lo esquadrinhando meu corpo, quase tocando-o com o olhar. Eu me sentia bem, desejada, um calafrio percorria minhas vértebras e eu adorava essa sensação.

Íamos para um festival que estava ocorrendo do outro lado da Ilha, mas passamos em casa antes pois os meninos queriam fumar. Na varanda a Lot*, o Renan* e o Turtle* sentaram-se. Eu abri a porta e fui entrando para abrir as janelas enquanto ele caminhava logo atrás de mim. O simples toque da nossa pele quando passamos um pelo outro foi o suficiente para acender o desejo. Cheguei bem perto do ouvido dele e sussurrei:

- Banheiro, agora que eu quero você.

Nada melhor do que um homem SEMPRE pronto pra dar prazer à mulher dele. Não disse nada a ninguém e saiu caminhando em direção ao banheiro. Eu fui logo atrás depois de passar o isqueiro aos nossos amigos. Eu já entrei tirando a parte de baixo do biquíni e empurrando ele na parede. Beijos de vontade, aquele aperto na bunda que eu adoro, me segurava pela cintura. A sunga dele se perdeu naquele momento enquanto eu abaixava e tirava com a ponta dos dedos. A sunga deslizava e eu já abocanhava aquele pau lindo que já brilhava na direção da minha boca. Passeava com a língua devagar e chupava com vontade, alternando pra fazê-lo ficar doido. E ficou... levantou-me rápido pelos braços, virou-me de costas e enfiou tudo aquilo que meu corpo ansiava dentro de mim. Eu rebolava apoiada sobre a pia enquanto ele me segurava pela cintura, esfregava seu corpo no meu, apertava minha bunda e dizia coisas deliciosas em meu ouvido. Não demorou muito para que o gozo viesse forte e me deixasse com as pernas bambas.


Mas não havia acabado ainda. Ele continuava a me enlouquecer rebolando e fodendo com vontade puxando meu cabelo enquanto eu gemia baixinho para não fazer barulho. No meu ultimo gemido ele gozou forte, me puxando pra perto de si como se quisesse literalmente nos fundir. Fui tomar banho enquanto ele se recuperava. Eu me ensaboava de costas quando senti as mãos e braços dele me agarrando e aquele nariz e boca lindos contra minha nuca. Um te amo baixinho ecoava pelo banheiro e já começávamos nossa dança novamente. Ele abaixou e colocou minha perna em seu ombro, lambendo meu sexo e apertando minha bunda. Levantou-se e encaixou seu corpo no meu, invadindo meu sexo novamente e me fazendo gemer....

Aí vem o lindo do Turtle bater na porta:

- Porra, véi, fode depois! Já fumei quase o back todo e vocês aí trancados no banheiro! HAHAHA.


Ele disse que nada estava acontecendo. Que eu estava tomando banho enquanto ele estava fazendo suas necessidades e já sairia. Continuou me tomando como sua e virou-me de costas, espalmando-me no box e metendo fundo. Minhas pernas falharam, meu gozo veio novamente me jogando do abismo enquanto ele se deliciava com as contrações do meu corpo. Mais um pouco ele gozou novamente me colocando de joelhos para receber seu mel em minha boca e eu juro que não deixei escorrer nenhuma gota!

Saímos do banheiro após um banho gostoso e voltamos ao aconchego e risadas de nossos amigos que não resistiram a oportunidade de falar umas gracinhas. Mas e daí? Quem não fode não é feliz!

*Fotos encontradas na internet! 

Um comentário:

MisterCharmoso disse...

bela aventura
Um bom dia charmoso para ti
Beijoca

Imagens de tema por sebastian-julian. Tecnologia do Blogger.