Interminável 1

Saímos da Lapa já com os corações a mil e os sexos pulsantes. A minha vontade era levá-lo para uma daquelas ruas de trás e encaixar nossos corpos sentindo-o me invadir como só ele faz. E quando estivesse bem próximo de gozar, abaixar e sentir sua porra quente escorrer em minha boca, engolindo tudinho até a ultima gota. 

Maaaas, não foi bem isso que aconteceu. Saímos e dá e fomos pro motel. Às quatro e meia da manhã entrávamos e cada segundo sem ele era um desespero interno. Meu ventre contraído, meu sexo latejando e os seios eriçados. Entramos e ele protagonizou aquela cena lindamente cinematográfica comigo em frente ao espelho. Abriu devagar o ziper traseiro do meu vestido e deu um beijo em minhas costas. Naquele momento tudo o que se passava pela minha cabeça era que aquele era o homem que eu queria pra minha vida. 

Fui pro banho e logo depois ele veio se juntar a mim. Lavamos o corpo um do outro com carinho e ele me
recostou na parede mordendo meu pescoço e apertando minha bunda enquanto apertava o bico do meu seio com a outra. Desceu a mão e acariciou meu sexo, deslizando a mão com sabão que escorregava pelo meu corpo. Ao mesmo tempo eu escorregava a mão por aquela pica gostosa que encostava bem no meio da minha bunda me excitando ainda mais. Lavou meu sexo, lavou meu corpo. Mais uma vez despiu minha alma. Beijava carinhosamente meu pescoço enquanto esfregava minhas costas e massageava. Assustou-me quando deu um tapa de mão cheia enquanto dizia que minha bunda era deliciosa. Abraçou-me no canto do box e ficamos nos beijando com os corpos colados, uma perna minha levantada aumentando o contato entre nossos sexos.

Saímos do banho e voltamos para o quarto. Deitei na cama e ele foi pegar um baseado pra acender. Enquanto eu estava deitada ele preparava e nós assistíamos televisão. Não
tínhamos pressa, não havia desespero. Éramos apenas um casal normal aproveitando os momentos a dois. Ele acendeu e fumou, quando já no fim eu passei a língua devagar na cabeça do pau dele que está sempre a postos pro meu desejo. Provoquei um pouco e deitei novamente de ladinho e ele se juntou a mim colando seu corpo no meu, apertando meus seios, respirando no meu pescoço enquanto eu rebolava devagar para atiçá-lo. E aticei. Desceu o corpo e abriu minhas pernas beijando o interior das minhas coxas, a virilha e passando a língua devagar na boceta que é dele. Molhada, quente, pronta para recebê-lo. Chupou com vontade por um bom tempo, deixando-me no limite várias vezes. Enfiava o dedo, rodava enquanto lambia meu relo devagar e encostava só a ponta da língua que sabe me deixar louca Mas eu não queria gozar assim. Queria gozar com ele todo dentro de mim, apertando e pressionando meu corpo contra o seu.

Subiu e meteu-se dentro de mim. Assim, simplesmente tomou o que pertence a ele. Eu já estava louca, implorando para que saciasse meu desejo e me desse minha liberação. Colocou-me de lado com as pernas abertas e me fez sua. Eu amo quando estamos assim pois posso sentir prazer ao mesmo tempo que observo cada músculo daquele corpo lindo trabalhando pra me dar prazer. Abaixou e beijou-me a boca e eu não resisti a soltar um "eu te amo" baixinho. Parecia que eu havia jogado fogo em gasolina. Ele respondeu de volta e o brilho no seu olhar valia pela noite inteira. Sua vontade parecia ter aumentando e enquanto ele segurava minhas pernas pelo joelho e rebolava me preenchendo eu gozei. Gozei forte, mordendo o travesseiro para não gritar alto e gemia como uma putinha no cio.


Abaixou minhas pernas e no melhor estilo papai-e-mamãe fizemos amor. Nós sempre fazemos amor, independente da intensidade da nossa cama. Mas foi firme e calmo, com muito carinho, enquanto nos beijávamos. Ele foi aumentando o ritmo e seu corpo estremeceu com um gemido alto, uma liberação de energia que transpassava meu corpo. Ele era meu. Eu dava prazer a ele e ele me correspondia maravilhosamente. Uma cama única, a melhor que já tive. A melhor cama com o melhor homem, o meu homem.

Mas a noite estava só começando...

Nenhum comentário:

Imagens de tema por sebastian-julian. Tecnologia do Blogger.