Novinho em folha
Foi tudo muito rápido. Na realidade só pareceu ser rápido pois se passaram quase oito horas do primeiro sorriso que trocaram até a ligação antes de dormir. Eles se conheceram numa roda de amigos em comum, conversaram, partiram pra um samba. Chegando lá o samba havia acabado, mas ainda rolava uma cerveja gelada e amigos, então ficaram um pouco. Ela já havia percebido o interesse dele, mas achou melhor ir com calma. Certa hora ele foi direto e perguntou sobre as possibilidades.

Caminharam para um banco onde estavam e ele a puxou pela cintura e a beijou. Um beijo suave, calmo, molhado... Durante todo o tempo ele a elogiava e ela sorria. Ele, meio chapado, ela muito cansada.

Antes de ir embora pararam em um cantinho escuro. Mais beijos quentes, ele pressionando o corpo contra o dela e ela sentindo aquela pica dura, as mãos dele passeando despretenciosamente pela bunda, cintura sob a blusa e ela sentindo a vontade bater forte com a calcinha já molhada. Respirava fundo, sentia a boca dele passeando pelo pescoço.

Decidiu ir embora antes que desse ruim. Ele, como perfeito cavalheiro que é, deixou-a no ônibus. Ao chegar em casa, ficaram mais de uma hora ao telefone falando coisas aleatórias, mas marcaram de se ver no dia seguinte. E o que será que deu, hein?

Beijoselmabiidas, Flux!
Marcadores: | edit post
O que você achou?