Como prometido, estou aqui para postar as entrevistas que fiz em duas sex-shops aqui do Rio.
Antes de mais nada, gostaria de agradecer o excelente tratamento e simpatia que tive nas duas. Na primeira, Planet Love Sex Shop, fui atendido pela Kátia. À princípio, eu estava um pouco nervoso e travado, pois nunca a tinha visto e já estava lá entrando e perguntando um monte de coisas. Na segunda, Perfect Sex Shop, fui atendido pela Selma, com a qual eu já estava mais relaxado.

Então abaixo, as entrevistas:

LM: Qual o produto que mais sai? O que as pessoas mais vêm comprar?

K: Bom, fica entre o gel térmico e as bolinhas com óleos que esquentam para sexo oral.
S: Fica difícil dizer ao certo, mas a grande procura é pelos vibradores, óleos e calcinhas comestíveis.

LM: Qual o público que mais procura sex shops?

K: Posso dizer que 75% do público é feminino, 15% masculino e 10% homossexuais. A grande procura é feminina pois homens ainda tem muita vergonha e medo de entrar aqui. Já coloquei homem para atender e reparei que ele servia exatamente como um vendedor. Empacotava e dava troco. Homem não fala com homem e mulher também não. A minha função aqui, além de vender (e ser dona) vai além de ser uma simples vendedora. Tanto homens quanto mulheres chegam aqui e conversam comigo sobre a intenção de entrar em uma loja que venda artigos sexuais. Eu passo por sexóloga e psicóloga, ao mesmo tempo.

S: Em geral, quem mais compra é o público feminino, mas é bem variado. Recebo desde casais heteros até homossexuais.

LM: Qual o produto da loja que você indica? (Não quer dizer que elas tenham usado, ok?)

K: O "Sensible", que é um gel que relaxa a musculatura para o sexo anal, sem perder a sensibilidade, mas diminuindo a dor.

S: As bolinhas que aquecem a pele para sexo oral. Existem muitas coisas que as pessoas desconhecem, como uma vela que eu vi em São Paulo numa feira. A vela, quando acesa, derrete, mas a cera que sai da vela ao tocar a pele, não queima. Ao entrar em contato com a pele e se tranforma em um óleo para massagem. (Interessantíssimo!). Ainda tem o vibrador de cyber, que tem a textura bem próxima da pele humana. Tem saído bem e sido bem aceito pelas usuárias.

Bom, ao contrário do que muitas pessoas pensam, sex shops são lojas comuns onde os artigos vendidos servem para melhoras a vida sexual das pessoas. Um mundo encantador que essas duas mulheres sabem dominar muito bem. Levando seu trabalho a serio e com total profissionalismo, são um brilho a mais no ambiente e pessoas boníssimas e extremamente simpáticas.
Meninas, muito obrigado, de coração. Agradeço a simpatia, a paciência e todas as explicações dadas.

Nenhum comentário:

Imagens de tema por sebastian-julian. Tecnologia do Blogger.