Entediado - Participação do Leitor

Abri meu e-mail hoje e tive uma grande surpresa. Um queridissimo amigo que estava me devendo um conto, o escreveu.

Agora, só depende de vocês descobrir quem são os personagens e se é verídico ou não.

Beijoselambiidas, Flux!




Entediado

Era assim que me sentia naquela tarde chuvosa de um sábado que estava fadado a ser mais um dia de pouco movimento na loja. O dono já havia passado pela manhã para recolher o movimento dos dias anteriores e , me desejando um bom fim de semana, saiu fora.
Lembro de estar no msn , trocando idéia mais para passar o tempo do que propriamente para armar qualquer coisa,quando entrou pela porta da loja minha amiga...Há muito tempo que eu "secava" ela...desde os tempos de colégio em que ela vinha me visitar na hora da saída...sempre pensava "cresce e me dá mole pra tu ver,pq me dar mole assim, novinha, nem tem muita condição..."


Chegou molhada, cabelo encaracolado colado no ombro...calça de tactel...um topzinho preto bem decotado...Me beijou,perguntando como andavam as coisas, o que tinha feito de bom e qual era a "boa" de hoje...falei que nada tinha programado, tudo na mesma, mas que se ela soubesse da "boa" que me chamasse...
"-Bom, a boa seria talvez você me levar pra conhecer um lugar que desde nova eu sempre sonhei em conhecer, mas você nunca se dispôs a me levar"...e, nem esperando minha resposta,subiu as escadas....Olhando pela "sacada", me disse:"lembro que vc sempre falava da iluminação de motel daqui de cima...pois bem, quero que ligue as luzes para mim"...


Fui até a porta,colei um "estamos em manutenção", abaixei as grades e subi a escada..,Quando cheguei lá em cima, me deparei com a minha "amiga" trajando uma minúscula lingerie branca, de lacinhos do lado...todo o restante das roupas haviam sido removidas e ela pra se justificar, com cara de sapeca disse:vai que pego uma gripe?"
caindo na risada, me dirigi até ela e , pegando pela nuca, fui logo tascando um demorado beijo....chupando sua língua, percorrendo suas costas com minha mão...sentindo sua respiração pesada, parei com os beijos e, segurando-a pela mão, me encaminhei a salinha onde, colocando-a sentada, recomecei com beijos e carícias mais profundas...

Um agarra-agarra louco,esfrega daqui, sente o calor e a quentura...comecei levemente a pressionar mais meu pau, que a essa altura ja latejava,louco pra pular pra fora da calça nela,louco para que ela o devorasse e sugasse tudinho,como uma mocinha que chupa pirulito.
Minha amiga se levanta e ,oferecendo a bundinha pra mim,nem se faz de rogada...solta os lacinhos da sua calcinha eabre gentilmente as pernas,me deixando com uma visão do "paraíso", área inexplorada...caí de boca nela bem gostoso por trás, a dama na ponta dos pés,alternando gemidos e elogios:"isso seu puto, cachorro,cai de lingua nessa bucetinha que sempre quis te sentir..."isso ia me excitando de tal forma,que mal conseguia me controlar naquela xota incrivel, louco de tesão pra colocar a camisinha e fodê-la com força e jeito...Mas aí,do nada,a mocinha parou...


"Parou pq???"

"Parei pra poder liberar essa piroca, ou melhor,liberar da cueca, pq da minha boca, ele num ta livre não!" - ajoelhou na minha frente, abaixando o zíper do meu jeans, pegou meu pau (endurecido como uma rocha,claro) e , iniciou uma punhetinha básica,olhando pra mim...toca, toca,toca...a boquinha, o biquinho se aproximando cada vez mais do meu caralho,minha "amiga" da aquela lambida do saco até a glande....depois abocanha com vontade meu caralho,lambendo, sugando, mordendo...as unhas enterradas na minha bunda, meu pau quase todo ,quase na garganta,de tanto que ela mamava com gosto e vontade.


Sabendo que o amigo num é de ferro,ela decide acabar com a brincadeira e partir pra coisa séria.Sentada na cadeira,enquanto eu pegava a camisinha e ja encapava o "menino",minha "amiga" aguardava com prévio deleite,tocando uma siririca deliciosa, segurando o biquinho do peito,olhando pra mim e pedindo: vem comer sua putinha, vem, seu filho da puta"

Parei em frente a ela,dei um beijo demorado,pau esfregando no grelo,pincelando e posicionado pra comer aquela buceta incrivelmente apertada...Deixei a piroca escorregar,as pernas dela no meu ombro,cravando de leve,ouvindo os gemidos que aquela fêmea emanava...

Saímos da cadeira,deitei no chão,ela veio por cima,cavalgando como amazona experiente,peitios na minha boca, boca no meu ouvido:"isso seu puto,me fode gostoso, crava essa pica em mim, me come...me come.."depois se virando,cavalgou de costas,cuzinho sendo ofertado para que colocasse um dedinho,pra dar o ritmo das sentadas dela, assim como das minhas estocadas....fiquei de pé, encostado na parede, ela veio, se ajeitando...meti,meti,meti naquela xota gostosa, cravei fundo...

"isso,isso,isso...vou gozarrrrrrrrrrrrrrrrrr...."senti as unhas cravadas nas minhas coxas, um desequilíbrio da minha "amiga"....e ela tinha gozado,encharcando meu pau, deixando aquela xota mais q melada...Feliz que tava,tirei a pica de dentro e,posicionando ela de 4,falei que queria gozar naquele rego..."meu amor, depois dessa foda, vc pode tudo"ri, pq sabia que "tudo" com ela era quase tudo, seu bumbum ainda era um lugar que nenhum sortudo tinha visitado ainda...
Botei ela pra mamar mais uma vez, deixando que acariciasse meu saco,chupando,chupando...

Quando senti que minha porra vinha, tirei da boquinha,botei de joelhos e encharquei aqueles peitinhos gostosos com meu néctar, fruto do prazer que ela me proporcionara...Espalhei toda aquela porra em seu peito,rosto e disse:"te batizei...agora você é minha para sempre"Rindo,olhar maroto,minha amiga pede:pega la embaixo papel para eu me limpar....Desci,peguei logo um rolo para ela poder fazer sua higiene...Quando subi,creio que senti alguém me sacudindo pelo braço: "Poxa tio , coloca tempo pra mim??"

7 anos e uma vontade louca de jogar na lan house. ¬¬

"Amigo, muito obrigada por esses sete anos de amizade linda e verdadeira. Mais do que amigos, somos cúmplices!"

Agora, tem mais gente me devendo conto por aí, né?

Marcadores: | edit post
O que você achou?