Um simples joguinho

Churrasco em família.
Não tem tu esperar se dar bem,né?
Errado.
André completava 29 anos naquele sábado.
Ele passou em minha casa,e,com o marido da minha prima junto,me buscou.
O sítio é da irmã dele.
Cerveja,churrasco e piscina.
Talvez um futebolzinho.
Chegamos,peguei a mochila.
Foi quando olhei para ela.
Paloma.
Deusa,linda,do alto de seus 19 anos.
"Caralho,Dedé,quem é, meu filho? Alguma prima que eu não conhecia?"
"Não,é minha cunhada,Paloma...Um tesão,né?"
"Porra...mas qual é a dela?Casada,solteira,enrolada?"
"Terminou há 2 meses...tá sem ver rola todo esse tempo...Mas relaxa,deixa comigo..."
Cheguei,abracei e beijei quem eu não via há muitos anos,sem tirar o olho dela.
Saia jeans,blusa branca,belíssimo par de coxas.
Cabelos loiros presos em um rabo de cavalo.
Olhos verdes.
Dedé me apresentou à sua noiva,e depois,falou:
"Paloma,vem aqui pra eu te apresentar meu primo do Rio...Esse aqui é o Rodrigo,aquele primo que eu te falei que veio de lá há pouco tempo...vamos colocar ele nas boas daqui..."
Ela veio,ofereceu o rosto,dois beijinhos.
"Humm,então é você o famoso primo dele...Fala pra caramba de você!"
"Ahah...a gente cresceu juntos,temos mais ou menos a mesma faixa etária...gosto dele de graça..."
"Você não bebe?"Disse ela,oferecendo cerveja.
"Só bebo cerveja preta, Malzibier..."
"Ah,mas pra você ver como o André gosta de você..."e foi até o isopor e puxou uma "Malzi" geladinha.
"Tim-tim"Ela tocou de leve o gargalo de sua long neck na minha.
"À saúde do aniversariante"Eu disse.
"Ao amor",ela disse ,e,me olhando,bebeu.
Papo vai,papo vem,aquela de saber o que se faz,pra onde sai e tudo o mais,perguntei:
"E o namorado,não vem?"
"Tô solteira há mais ou menos 2 meses...não deu certo,a gente brigava,daí ,melhor separar..."
"Mas deve chover convite ,né?Você é gata,gente boa...não deve ficar sozinha muito tempo..."
"Não to preocupada com isso..quero curtir,somente curtir,fiquei presa nesse namoro 3 anos...quero agora conhecer pessoas e ,se rolar de ficar, porque não?"
"Claro,claro..."E ri.
"Porque tá rindo,hein?"
"Nada,nada...só tava aqui pensando..."
"No quê??"
"Que eu também tô nessa fase de curtir ,terminei um namoro de 4 anos e tals...daí se pintar..."
"Você joga sinuca?"
"Eu tento"Respondi.
"Vamos lá na casa de trás,porque lá tem uma mesa...se você quiser,claro..."
E saiu andando...
Fui até o isopor,peguei mais duas garrafas,uma pra cada e a segui até a casa.
Ao passar pelo meu primo,dei um abraço nele e cochichei:
"Filho da puta, não deixa NINGUÉM ir lá atrás porque eu vou jogar uma sinuca..."
Ele,rindo,falou ok...

Lá chegando,Paloma já havia colocado as bolas posicionadas e passava giz nos tacos.
"Primeiro as damas"
Ela,se inclinando,fez o movimento de começar o jogo,e,empinando a bunda,perguntou:
"Vê se eu jogo bem?"
"Tô vendo,tô vendo..."
Ela riu,deu a volta na mesa e parou na minha frente:
"Sua vez"
Me ajeitei,tentando me concentrar,e assim que ia dar a tacada,ela veio e me segurando,já saiu me beijando.
"Eu falei,tô há 2 meses sem pegar ninguém,seu primo me deu a ficha toda de você...sua prima falou que tu pegou a amiga dela do trabalho e bagunçou...fiquei curiosa..."
Botando ela sentada na beirada ( eu adoro beiradas) da mesa,levantei sua saia,a calcinha branca,pequena e rendada pro lado...comecei,como sempre faço,a tocar uma gentil e comportada
siririca.
Enquanto chupava seu grelo,Paloma beliscava um dos mamilos,enquanto me puxava pela cabeça.
"Aii,isso...chupa gostoso,safado...me satisfaz"...
Aumentando a intensidade e a velocidade,logo logo Paloma treme,enxendo meu queixo e minha boca com seu prazer.
"Agora,é minha vez..."
Me colocando agora sentado,ela se inclina,tira meu pau de dentro da bermuda e ,sem se fazer de rogada, logo engole todinho.
Começa a me tocar e me chupar com vontade,acariciando meu saco.
"Põe a camisinha,põe"
Enquanto coloco,ela levanta a saia mais uma vez,e virando-se de costas,me oferece aquele rabo bonito.
Ela pega meu pau ,e ,me guiando pra dentro de si,logo me dá bundadas e mais bundadas, me fodendo com força,com vontade.
Puxo pelos cabelos,seguro pela cintura.
Depois,coloco deitava sobre a mesa,as pernas abertas,meto com força,arrancando gemidos de dor e prazer.
Fodo,dou tapas e cravo a pica com mais e mais vontade....
Tirando,coloco-a de quatro,a bunda pro alto...
Vou brincando com a buceta,ao mesmo tempo em que vou colocando meu pau devagarinho em seu rabo.
"Mete tudo,anda...quero sentir você me rasgando..."
Puxando pelas ancas,meto,de uma vez só,meu pau todo dentro de seu cuzinho.
Ela arranha minhas coxas,apertando e ao mesmo tempo,me impusionando para comê-la rápido.
Três minutinhos são o suficiente pra que ela goze, com os dedos enterrados na xota,e meu pau dentro daquele rabo....
Ela ,arfando,pede que eu tire.
Se ajoelha,mama meu pau,enquanto eu apenas observo.
Um jato forte e quente vai em direção ao seu rosto.
Ela pega,lambe a cabeça do meu pau,lambe os dedos com a porra que soltei nela e ,me olhando,sorri.
"Tô satisfeita...você me deu muito prazer...vamos voltar pra festa?"
Saímos do salão de jogos,meu primo me olha e pisca o olho.
"Jogou muito,primo?"
"Sim,deu pra encaçapar as bolas direitinho"
Rimos,dançamos e marcamos ,para uma próxima vez, um outro joguinho:
Strip-poker...
| edit post
O que você achou? 
2 Responses
  1. Tara Flux* Says:

    I´m sorry, honey, mas só pro's jogam SP. Pro resto, só sinuquinha mesmo...


  2. T. Says:

    Huuuuum, senti o cheiro de mais um parceiro pro nosso SP, Tara???