Amigos, amigos, sexo à parte
Eu não sei o que aprecio mais nele: se é aquela ereção forte, comprida e grossa caminhando em minha direção, pronta para me penetrar com firmeza e vontade ou se é a nossa capacidade de sermos amigos que fazem sexo - e só isso.

Quinta-feira eu acordei puta da vida e com um tesão absurdo. Aliás, eu tenho acordado assim praticamente todos os dias. Estava no msn depois do almoço e ele estava on. Como eu tinha que ir para a faculdade, nada mais justo do que passar na casa dele e dar uma pra ir feliz e melhorar o humor, né?

- Oi, nego. Tá sozinho em casa?

- Oi, nega. To sim. Meu irmão está viajando fazendo shows e minha mãe saiu. Vai passar aqui?

- Vou, daqui a duas horas, pode ser?

- Ah, tá! Vou te esperar então. Beijos



E duas horas depois lá estava eu de joelhos na sala dele, chupando aquele pau grosso, olhando aquele corpo perfeito, aquela bunda dura, musculos delineados, com tesão demais para aguentar chegar ao quarto.Um perfeito garanhão. E quando ele me coloca de quatro no sofá ou monta sobre mim, abrindo minhas pernas com seu proprio corpo, empurrando seu pau em direção ao meu sexo e escorregando para dentro de mim, fazendo-me gozar e sussurra no meu ouvido 'você goza muito!! suas pernas tremem. goza pra mim, nega' e eu obedeço, perco completamente as forças e ficamos literalmente abandonados sobre o corpo um do outro. 

E o melhor é que na hora de ir embora ele sempre me dá um beijinho de leve na boca e um na testa, olhando para os dois lados da rua ao abrir o portão da casa dele e dizendo 'toma cuidado na rua, nega'. Agora fala, gente, é ou não o melhor tipo de amizade que se pode ter? Aaaai, esses meus amigos. 

Beeijoselambiidas, Flux*
Marcadores: | edit post
O que você achou?