O tempo passou - continuação
Ele metia e eu gemia. A cada estocada firme, enquanto a mão dele acariciava meu corpo, puxava meu cabelo e beijava minha boca. Deitada de lado, minha fenda bem fechada, apertada, sendo forçada por ele que ao mesmo tempo escorregava pra dentro de mim, de tão molhada que eu estava. 


Como sempre, puxou-me no colo com rapidez, mudando para um frango assado delicioso. Uma das minhas posições preferidas, como não gozar? Gozei. Não, explodi. As pernas tremeram, a boca secou, a respiração faltou. Parecia que que eu ia desfalecer de tanto prazer. Se aquele era o nirvana eu já tinha ultrapassado e chegado a Sirius. Mas ele não parou por aí. Continuou entrando e saindo devagar enquanto o meu mel escorria pelo meu sexo e minhas pernas. Passou um dedo e colocou na minha boca, depois na dele. Sentiu meu gosto, sorriu. Me chamou de safada, de gostosa, de mulher. E eu gemi tanto, rebolei tanto naquele pau, que explodi de novo. 

A força falhou e as pernas caíram na cama. Eu precisava de ar, precisava respirar, beber agua... mas ele não queria saber de nada. Meu subconsciente gritava socorro e fazia uma nota mental de nunca mais provocar um lutador. Mas eu aguentaria. Já aguentei piores... 


Desceu o corpo e afundou a língua no meu sexo molhado. Sugou, lambeu, se esbaldou. Enquanto chupava, acariciava meu cuzinho devagar, como quem reconhece um terreno a ser explorado. Passou a língua, enfiou só a pontinha do dedo. Eu gemi. Gemi baixinho, arfando, já prevendo onde aquilo daria. E deu... 

Aliás, eu dei! Mas depois eu continuo!!

Beijoselambiidas, Flux!

Roubei a primeira foto da nega gostosa do Desejos Insanos
Marcadores: | edit post
O que você achou? 
2 Responses
  1. T.A.D. Says:

    Show... Uma continuação que eu esperava ansioso...


  2. Tara F. Says:

    Depois eu conto o resto, TAD! Só pra te deixar ansioso!

    Beijosemuitaslambiidas, Flux!